terça-feira, 2 de novembro de 2021

Semana Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação volta a ser realizada em Cabo Frio.



Após a impossibilidade ocorrida em 2020 diante da pandemia, a gestão de Rafael Peçanha na Secretaria Adjunta de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, logo em seu primeiro ano, conseguiu retomar a realização do tradicional evento de popularização da ciência. 

Além de debates e mesas redondas com acadêmicas e acadêmicos de renome, foram oferecidos o Diploma Otime Cardoso dos Santos e a inédita Medalha Professora Yone Nogueira aos cientistas que se destacaram em pesquisa e produção no município. 

Rafael articula parceria com canil municipal.


O Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, Rafael Peçanha, esteve novamente na Fazenda Campos Novos, para articular uma parceria entre a UVA Cabo Frio e a Secretaria Municipal de Agricultura. 

A ideia é utilizar os estagiários e a estrutura do recém-inaugurado curso de graduação em veterinária para ajudar o canil municipal.

Estiveram presentes a Secretária Katyuscia Brito; o diretor geral do campus, Nirley Eustáquio Barros e a coordenadora acadêmica Flávia Targa pela disponibilidade em colaborar com a nossa cidade.

terça-feira, 5 de outubro de 2021

ARTIGO: Um mapa eleitoral para 2022.

(Publicado originalmente no Blog do Totonho).

Rafael Peçanha

A um ano das eleições, apesar da inconstância vivida pelo nosso país (que se reflete nas cidades), parece possível pensar um mapa de possibilidades acerca dos termos que irão reger o próximo pleito, sem a pretensão, obviamente, de realizar apostas exatas, mas com a humildade maiêutica de se levantar mais perguntas do que conclusões. 

Ao que tudo indica, teremos uma eleição presidencial na qual as paixões estarão à flor da pele, como talvez nunca antes. Esse cenário conduz a uma polarização e é conduzido também por ela, em um movimento classicamente dialético. Isso significa dizer que, caso os dois nomes que hoje lideram as pesquisas sejam de fato candidatos, muito provavelmente não haverá espaço para um terceiro nome ou via.

Isso ocorre porque Lula e Bolsonaro são, hoje, os dois políticos pessoalmente mais populares do país, embora, no caso deste último, o índice de popularidade esteja em queda vertiginosa. Tendo em vista que toda a carga emocional e ideológica será direcionada a essa disputa, a tendência é vermos, em oposto, eleições frias e pragmáticas para os demais cargos em disputa. 

Assim sendo, principalmente na eleição para deputados, o votante provavelmente contabilizará de que maneira os candidatos atenderam ou atendem suas expectativas pessoais – o que inclui tanto motivos clientelistas (oferta de cargos e benesses econômicas) quanto de agenda (satisfação pessoal por um bom mandato ou a defesa de uma bandeira). Isso, entretanto, desprovido da paixão de ir às ruas ou de debater nas redes sociais, ações que ficarão quase restritas à eleição majoritária nacional.

As recentes alterações na legislação eleitoral, por sua vez, têm como objetivo manter o status do Congresso Nacional, reforçando o poder dos grandes políticos e partidos, aniquilando silenciosamente médias e pequenas legendas ou lideranças.

O retorno das coligações, o surgimento das federações, a flexibilização da Lei da Ficha Limpa e a nova contagem das sobras eleitorais, somadas às regras já vigentes sobre Fundo Eleitoral e percentuais mínimos de votação, embora surjam com o discurso de conferir mais justiça ao pleito, nada mais querem do que manter no poder os grandes conglomerados políticos, especialmente, os ligados ao chamado Centrão.

Isso significa que haverá investimento maciço na montagem de nominatas para Deputado Federal, e, apesar das mudanças na legislação, provavelmente teremos o maior número de candidatos a este cargo na história da Região dos Lagos. 

A montagem das nominatas para a ALERJ, por sua vez, figura em segundo plano para os partidos. Porém, esse mesmo papel coadjuvante tende a beneficiar lideranças com articulação em diferentes cidades; que estejam em partidos grandes e fortes; e com trabalho pregresso a mostrar, reforçando a tendência de uma disputa fria, na qual a objetividade e o pragmatismo de uma boa campanha serão fundamentais. 

É claro que a diferenciação entre razão e emoção na eleição não é tão simples assim, sendo tema de ampla discussão. Para Anthony Downs, (Uma teoria Econômica da Democracia), há um eleitorado racional, que apela para atalhos de informação (shortcuts), sendo exemplos destes os itens de satisfação pessoal que acima elenquei. 

O grande debate, entretanto, está na emotividade do voto, e aí cabe recorrer ao campo da Psicologia Social. Para Herbert Simon, toda decisão é racional, sendo as emoções auxiliares, ao passo que para autores como Robert Zanjoc, ao contrário, há uma forte independência do direcionamento emotivo em relação à racionalidade.

Portanto, o que aqui defendo se aproxima de Zanjoc, autor que influenciou trabalhos na área da Ciência Política, como o de Lyn Ragsdale, cuja tese é exatamente a de que as avaliações presidenciais são mais conduzidas por aspectos emocionais do que outros pleitos. Ora, como há uma supervalorização desse sentimento, hoje, no Brasil, devido à polarização em curso, a consequência natural é a de que tudo tenda a ser mais maximizado nos extremos em 2022 do que nos outros anos, isto é, tanto a paixão pela eleição ao Planalto quanto a frieza da disputa legislativa. Não custa ressaltar que há ainda outro ingrediente: uma certa emotividade reprimida pelo fato desta mesma polarização ter sido evitada em 2018, por vias jurídicas eivadas de parcialidade, conforme evidenciam as decisões de última instância sobre a Operação Lava Jato.

“O que será o amanhã”? Se nem o poeta respondeu, que dirá este pobre mortal. Cabe pensar nessas possibilidades e observar o que veremos à frente, seguindo na luta, sempre, em defesa da democracia, contra toda forma de preconceito, autoritarismo, mentiras e pós-verdade.

(*) Rafael Peçanha é ex-vereador e atual Secretário-Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, Historiador Especialista em Sociologia Urbana (UERJ), Mestre e Doutor em Antropologia (UFF), Pós-Doutorando em Filosofia (PUC-RJ).

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Rafael visita Unilagos em busca de parceria para atendimento odontológico público em Cabo Frio.



Ontem o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio,  Rafael Peçanha, visitou a Faculdade Unilagos em Araruama e se surpreendeu com a estrutura gigante da instituição: quase 200 salas, frota própria de 28 ônibus universitários, auditório para mais de mil pessoas e vários laboratórios.

Representando o Secretário de Saúde Felipe Fernandes, a Dra. Cláudia, que comanda o Centro de Especialidades Odontológicas do Município de Cabo Frio, acompanhou a visita, na qual foram anfitriões o Diretor Geral da instituição, Gilson, Sinval e o Coordenador do Curso de Graduação em Odontologia, Dr. Dalessandro.

- Agora seguiremos reunindo Unilagos e Secretaria de Saúde para ajustar essa cooperação técnica, cujo objetivo é ampliar o atendimento público odontológico no município - definiu Rafael.

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

PRIMEIRA PRAÇA PÚBLICA COM INTERNET WI-FI GRATUITA E ABERTA EM CABO FRIO.



A pedido da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, a Secretaria Adjunta de Ciência e Tecnologia, em parceria com a Secretaria Adjunta de T.I. e a Via Nova Telecom, instalaram o primeiro sinal de internet Wi-Fi gratuito numa praça pública do município de Cabo Frio. 

Agora qualquer pessoa poderá ter a acesso à internet aberta e de qualidade dentro dos limites da Praça de São Cristóvão. 

E o melhor: sabe quanto isso custou aos cofres públicos? NADA. Baseado na Lei Municipal 3132/2019, conseguimos este avanço a custo zero.

- Gostaria de agradecer ao Rodolpho Campbell , Miguel Frazão, Wener e à Via Nova por esta conquista em favor da população - disse o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, Rafael Peçanha. 


quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Rafael participa de assinatura de convênio com a UENF.



Hoje o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, Rafael Peçanha, participou da cerimônia de assinatura do convênio entre a prefeitura de Cabo Frio e a UENF. 

- Há alguns meses, me reuni remotamente com o reitor Raul Palácio em busca dessa aproximação, por isso, fico feliz em saber que resultados estão sendo gerados - afirmou Rafael. 

A parceria prevê atuação de mestres e doutores da UENF nas áreas de pesquisa e oferta de cursos, especialmente voltados para o setor rural da educação municipal.



Programa Bolsa Atleta Universitário é destaque no Expresso UVA.

O Programa Bolsa Atleta Universitário foi destaque na última edição do Expresso UVA, informativo virtual do curso de graduação em comunicação da UVA Cabo Frio. 

Parabéns aos envolvidos! Acesse @expressouva no Insta e conheça o projeto!


Estácio de Sá também fecha apoio ao Programa Bolsa Atleta Universitário.



A Secretaria Adjunta de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio fechou a semana com mais uma parceria para o Programa Bolsa Atleta Universitário: a Estácio Cabo Frio vai oferecer, além de bolsas, toda a estrutura de fisioterapia e nutrição, além do laboratório de análises clínicas próprio, prestes a ser inaugurado, para atletas da nossa cidade. 

- Assim vamos seguindo na luta, pois educação, profissão e o sonho olímpico precisam caminhar juntos - afirmou o secretário Rafael Peçanha.

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Prefeitura de Cabo Frio oferece 246 vagas de estágio obrigatório para este 2º semestre








Nutrição social e clínica, fisioterapia, enfermagem, odontologia, arquitetura e urbanismo, direito, jornalismo, história, turismo, engenharia civil e ambiental, biologia, educação física, administração, são algumas das áreas em que a Prefeitura de Cabo Frio está oferecendo, no total, 246 vagas de estágio obrigatório não remunerado para este 2º semestre, por meio da Secretaria-Adjunta de Ciência e Tecnologia.

“O número de vagas e as secretarias onde o aluno tem a oferta de estágio pode ser encontrado no Edital que está disponível no site da Prefeitura de Cabo Frio por meio do link Diário Oficial, na edição de 4 de agosto, sob o título ‘Aviso de Edital ADCETEI N 02/2021”, informa o secretário Rafael Peçanha.

Depois de ler o Edital, o aluno deve procurar o local onde há a oferta de estágio e se informar sobre a vaga e horário. O passo seguinte é preencher os documentos necessários em sua Faculdade e procurar a Secretaria-Adjunta de Ciência e Tecnologia para efetivar o estágio. Entretanto, só estão habilitados para o estágio obrigatório os alunos oriundos das instituições de ensino que estão conveniadas com a Prefeitura até a data de publicação do Edital, que são: Unopar, UERJ, CESAP Lagos, Uninter, UFF, UNIRIO, UFRJ, INES, Estácio de Sá, Veiga de Almeida, ETAP, e Faculdade Educacional da Lapa.

“No 1º semestre foram oferecidas mais de 1000 vagas para o estágio obrigatório. Boa parte das vagas foi preenchida e os estagiários de enfermagem tiveram de aguardar até que fossem vacinados, o que aconteceu. Este é o segundo edital que promovemos em sete meses de gestão, abrindo novas vagas para nossos estudantes, ajudando-os a se capacitarem para o mercado de trabalho”, observa o secretário de Ciência e Tecnologia, Rafael Peçanha.

O contato do aluno com a Secretaria de Ciência e Tecnologia deve ser feito pelo celular e WhatsApp (22) 99605-3261 ou pelo e-mail cienciaetecnologia@cabofrio.rj.gov.br

 


sexta-feira, 13 de agosto de 2021

UVA fecha parceria com Programa Bolsa Atleta Universitário.



A Universidade Veiga de Almeida é a quinta instituição de ensino a se colocar à disposição do Programa Bolsa Atleta Universitário. 

Ontem o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio, Rafael Peçanha, participou da assinatura do termo de cooperação técnica, ao lado do Secretário Adjunto de Esportes, Rodolpho Campbell , do Diretor de Esporte Amador, Ricardo Candango, do Diretor da UVA Cabo Frio , Nirley Eustáquio Barros e do Coordenador do curso de Educação Física, Alexandre Motta.

A UVA também se disponibilizou a oferecer seus laboratórios de fisioterapia e nutrição, além de acompanhamento psicológico, para a preparação de seus atletas.

A ideia do Programa é firmar parcerias para conceder bolsas integrais e parciais, em troca de divulgação das marcas das instituições de ensino pelos competidores, em seus uniformes e de outras formas, durante competições. A Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer entra estabelecendo rankings e cadastros desses atletas de alto rendimento, para que as universidades possam se embasar para escolher seus patrocinados.

Na próxima semana mais duas instituições de ensino, de destaque em nossa região, estarão se unindo a este mutirão de valorização do esporte e da ciência.

- Acabamos de assistir, nas olimpíadas, quanto incentivo falta aos desportistas brasileiros. Precisamos virar esse jogo, a partir da base: o município. Muitos jovens precisam escolher entre a educação, a profissão a prática esportiva. Queremos ajudar a unir todos esses sonhos - definiu Rafael.

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Ciência e Tecnologia premia jovens talentos com bolsas de estudo.



A Secretaria-Adjunta de Ciência e Tecnologia de Cabo Frio está colaborando com a Semana da Juventude, premiando os talentos vencedores com bolsas de estudo, em parceria com a Dox Conversation Curse e o Instituto Pró Ser. 

Serão 10 bolsas, entre integrais e parciais, para cursos de língua estrangeira, oferecidas aos melhores colocados em batalhas de Mc's e outras competições.

É a juventude da periferia falando novas línguas! Educação é a solução!