terça-feira, 9 de junho de 2020

Rafael vai à Anistia Internacional por afastamento de servidores com mais de 60. Readmissão de contratados também foi defendida pelo vereador.



Na sessão de hoje, o vereador Rafael Peçanha lamentou o passamento da servidora Lúcia, anunciando que notificará a Anistia Internacional sobre o crime da prefeitura contra os direitos humanos, ao obrigar trabalhadores do grupo de risco a exercerem suas funções sem condições, expondo-os à morte.

Na oportunidade, o parlamentar também aproveitou para denunciar o atraso no pagamento de servidores ativos (a cidade já recebeu +de 7,5 milhões de FUNDEB nos últimos 30 dias) e aposentados e a falta de transparência das Secretarias de Educação e de Saúde, o que o fez propor, na pauta de hoje, um projeto de lei sobre divulgação de dados da Covid-19 em Cabo Frio.

Hoje também, Rafael apresentou requerimento pela redução de tarifas de água e luz para profissionais de saúde da cidade que estejam na linha de frente do enfrentamento da pandemia - aprovado por unanimidade.

Ao final de sua fala, o vereador declarou o voto favorável ao projeto de lei que autoriza a readmissão dos contratados da educação - a matéria também foi aprovada.

- Estarei sempre na luta contra essa atitude desumana do governo com as famílias cabo-frienses, neste momento de tanta fragilidade - declarou o parlamentar.

Nenhum comentário: