sábado, 11 de abril de 2020

Universidade de Coimbra (Portugal) publica segundo artigo de professor brasileiro sobre o Coronavírus.


A Universidade de Coimbra (Portugal) acaba de publicar o segundo artigo do professor Rafael Peçanha sobre a crise mundial do Coronavírus. Desta vez, a publicação foi realizada pelo Observatório de Risco (OSIRIS) do Centro de Estudos Sociais (CES). O tema desta nova reflexão é a desigualdade social diante da pandemia. 

O professor, que também está vereador pelo município de Cabo Frio, estado do Rio de Janeiro (Brasil), agradeceu em suas redes sociais aos professores José Manuel Mendes (Coordenador do Observatório de Risco) e Boaventura de Sousa Santos (Coordenador do Centro de Estudos Sociais) pela oportunidade. 

No final de março, o Projeto Alice, financiado pelo Conselho Europeu para a Investigação, já havia publicado um artigo de Rafael sobre as fronteiras, isolamento, xenofobia e perspectivas pós-crise do Covid-19. 

O OSIRIS, criado em 2008, é um dos principais Observatórios de Risco da Europa e consolida a experiência reunida pelo Núcleo de Estudos sobre Ciencia, Tecnologia e Sociedade (NECES) do CES e o Programa Conjunto de Mestrado em Dinâmicas Sociais, Riscos Naturais e Tecnológicos da Universidade, sendo financiado pelo Programa Nacional “Compromisso com a Ciência” promovido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia de Portugal. 

O Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra é uma instituição científica fundada em 1978 e dedicada à investigação e à formação avançada nas ciências sociais e nas humanidades, através de uma abordagem inter e transdisciplinar, sendo coordenado pelo professor Boaventura de Sousa Santos, um dos maiores intelectuais vivos do mundo. 

A Universidade de Coimbra, com 730 anos de existência, é a mais antiga de Portugal e uma das mais antigas do mundo. Criada pelo Rei Dom Dinis em 1290, a instituição hoje conta com oito Faculdades e mais de 22 mil alunos, sendo declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 2013. 

O autor, Rafael Peçanha é historiador especialista em Sociologia Urbana (UERJ), Mestre e Doutor em Antropologia (UFF). 

Para ler a íntegra do artigo, acesse o portal oficial da Universidade, CLICANDO AQUI

Nenhum comentário: