segunda-feira, 11 de março de 2019

Rafael Peçanha emite nota de apoio a opositores perseguidos pelo governo Adriano.


PERSEGUIÇÃO POLÍTICA EM CABO FRIO


"Tudo sócio" diria meu amigo Gilmar Dias da Silva. É o que temos visto no atual governo cabo-friense, que repete pessoas e práticas dos antecessores Marquinho e Alair. No episódio do meu remanejamento para o C.M. Rui Barbosa, em 2013, a Justiça definiu que fui vítima de perseguição política, e venci o processo contra o então governante municipal. Há poucos meses, o prefeito Dr. Adriano ameaçou me processar, simplesmente, porque cumpri meu dever de Vereador, ao representar junto ao MP uma denúncia sobre a compra emergencial de mais de 7 milhões da saúde sem licitação. O mesmo prefeito, agora, ameaça processar Rubens Quintanilha por postar vídeos críticos ao governo. "Por coincidência", a prefeitura também manda fechar o Lava a Jato de Diogo Duarte, que igualmente executa o trabalho de fiscalização pelas redes sociais, e que, há poucos dias, foi xingado pelo prefeito na saída de um jogo no Correão, simplesmente porque dele cobrou uma melhor administração, exercendo seu papel de cidadão. Quero aqui manifestar meu apoio ao Rubens e ao Diogo e meu repúdio a esta perseguição e às ameaças do prefeito e seu governo a quem, simplesmente, discorda dele. Já passei e passo na pele o que é isso e coloco meu mandato à disposição de ambos e de qualquer cidadão ou cidadã que queira enfrentar, na justiça, nas ruas ou nas redes sociais, qualquer tentativa de intimidação, vinda dos poderosos que deveriam se considerar empregados, e não capatazes da população. Quem não sabe conviver com a oposição, não sabe o que é democracia, e não merece estar no cargo que ocupa.

Rafael Peçanha
Líder da Oposição na Câmara Municipal de Cabo Frio


Nenhum comentário: