segunda-feira, 4 de setembro de 2017

O MESMO MODELO | Repetindo governo passado, prefeitura corta gratificações de servidores através de decreto.

 De maneira idêntica ao governo Alair, a atual gestão do município decide cortar na carne, no bolso e no direito do trabalhador, a conta por sua má administração do dinheiro público. Some-se a isso a isonomia prometida, assinada, não paga, prometida pela segunda vez e não paga novamente até hoje. Repudiamos esta atitude da prefeitura, publicada ontem. Mobilizaremos a categoria e lutaremos contra mais este abuso. Que corte na sua farinha, não no pirão do povo.




Nenhum comentário: