ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Comissão de Direitos Humanos realiza hoje Audiência Pública sobre prevenção e combate à violência e às drogas.


Vereador Rafael Peçanha utiliza a tribuna para repudiar "Pacote de Maldades" do governo municipal contra o servidor.

Na sessão de ontem, usei a tribuna na Câmara, para registrar minha indignação e repúdio ao "Pacote de Maldades" do governo municipal contra o servidor. Apresentamos em pauta a proposta de CPI da Educação e de Projeto de Decreto Legislativo que susta os efeitos do Decreto Executivo do prefeito que suspense o pagamento de gratificação aos servidores. Nosso mandato tem lado! 







quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Vereador Rafael Peçanha apresenta projeto em favor dos profissionais do meio ambiente e defende Decreto Legislativo para anular Decreto Executivo que suspende gratificação de servidores.

Na sessão de hoje, após transmitir condolências à família do jovem Mateus Pagalidis, apresentei Projeto de lei 123/2017, que obriga a realização de Análise de Risco Ambiental (ARA) em empreendimentos que impactem o meio ambiente. Além disso, critiquei veementemente o decreto do Executivo que suspende as gratificações dos servidores. Apontei diversas irregularidades e ilegalidades na publicação e anunciei Projeto de Decreto Legislativo de minha autoria, com o objetivo de sustar os efeitos de mais essa medida autoritária contra o trabalhador de Cabo Frio. 




segunda-feira, 4 de setembro de 2017

O MESMO MODELO | Repetindo governo passado, prefeitura corta gratificações de servidores através de decreto.

 De maneira idêntica ao governo Alair, a atual gestão do município decide cortar na carne, no bolso e no direito do trabalhador, a conta por sua má administração do dinheiro público. Some-se a isso a isonomia prometida, assinada, não paga, prometida pela segunda vez e não paga novamente até hoje. Repudiamos esta atitude da prefeitura, publicada ontem. Mobilizaremos a categoria e lutaremos contra mais este abuso. Que corte na sua farinha, não no pirão do povo.