sexta-feira, 8 de julho de 2016

EDITORIAL - O silêncio dos muito ausentes.


A cidade está em polvorosa. Servidores demitidos, trabalhadores nas ruas; pais e mães de família sem saber o que fazer para alimentar seus filhos. Desespero. Protestos.

E o que os vereadores de Cabo Frio disseram sobre isso na sessão de ontem?

E o que os vereadores de Cabo Frio apresentaram como repúdio na tribuna?

Nada. Porque não houve sessão por falta de quórum. Eles preferiram descansar ou fazer campanha antecipada para suas próprias reeleições.

Cabe a você escolher se deseja ver novamente, atuando na Casa, políticos que preferem não se importar com seu sofrimento e de sua família, por pensarem apenas em si mesmos.

Bom dia.

6 comentários:

Anônimo disse...

Professor, bom dia, pra quem é da área fica fácil fiscalizar, estou referindo aos Ministérios Públicos Estadual e Federal ( porque tem verbas federal também sendo desviadas ), um pouco de boa vontade, primeiro investigar todo pessoal ligado ao pior prefeito do Brasil, são os parentes mais próximos, assessores, bajuladores e poucos empresários do ramo de empreiteiras, que em tão pouco enriqueceram, embora na grande maioria usam laranjas ( funcionários, sogros, cunhados, primos, amantes e por ai vai ), uma olhadinha só nos patrimônios, simples não, também uma espiadinha nos Blogs de oposição, nas denuncias e ouvirem também os frequentadores dos botecos da cidade, são tantos elementos que comprovam a maior organização criminosa instalada na prefeitura. Pior cego é aquele que finge que não vê. Abraços e parabéns.

Felipe de Souza disse...

Silêncio....
Será que o silêncio dos pífios vereadores de Cabo Frio, coautores desse desastre orquestrado pelo prefeito vale mais do que o silêncio do deputado Jânio Mendes sobre o histórico quadro de precarização da educação pública no estado? Ou vale mais que o seu silêncio blogueiro? Pois , chamar de professor alguém que enxerga claramente o desastre da educação de Cabo Frio , mas embaça a vista quando o problema é na rede estadual é uma ofensa a categoria....
Temos que ser coerentes na fala, assumir que a luta é uma só, e parar de brincar de poeta, pois sua escrita de qualidade, com metáforas, analogias, não enfeitiça o leitor que ver um "professor" que se volta contra a classe.
O silêncio dos vereadores, do deputado e do blogueiro (quando é interessante ou necessário) é preocupante, entre o desastre de Alair, com apoio dos vereadores , e, o desastre do governador, com o apoio dos deputados, a diferença é só na escala!!!

Julio disse...

É um filme? O quarto de Rafa!
Rafael, eu acho que o fedor dos lixos das ruas da cidade estão te dando alucinações. Só pode!
Pula fora dessa " revestinha em quadrinhos " amigo!
Mesmo não te conhecendo pessoalmente, bla bla bla eu estou ficando muito preocupado com você!
Onde estão os políticos e as pessoas na cidade (em geral) que se preocupam com os nossos sofrimentos e de nossas famílias?

Anônimo disse...

corta o ponto deles, o prefeito saruê não falou que não pagava quem estava de greve, pra mim é igualzinho não compareceu a sessão da Câmara, NÃO RECEBE.

Anônimo disse...

Tá difícil,TA MUITO DIFICIL!

Anônimo disse...

E ta difícil, ta muito difícil!