terça-feira, 14 de junho de 2016

OPINIÃO | Bizarrices praianas | Por Fábio Emecê*


Bom, Cabo Frio é um município bizarro, principalmente pela sua história recente, pois uma nota da prefeitura diz que os servidores têm que aguentar pacientemente até 15 dias de atraso de pagamento, como se contas, alugueis e necessidades mais tivessem a mesma paciência.

Ai, ai, mas o texto não é sobre essa bizarrice recente, tentarei alegorizar uma situação muito particular acontecida com a criação e supressão de secretarias e cargos comissionados na atual gestão.
Vamos pensar em uma secretaria fictícia chamada de Secretaria da Alegria, cujo objetivo é promover a alegria entre a população de Cabo Frio, com espaços específicos e gerenciamento de políticas públicas exclusivas.

O gestor máximo na escolha de seu secretário de alegria, pensou em um nome que tem haver com o contexto, pois já trabalha com o assunto, sendo reconhecido nacionalmente e ainda tendo um espaço privado para a prática da alegria.

Pois bem, esta pessoa entra na secretaria carregado de expectativas, positivas por sinal, pois segundo o coro dos alegres de plantão, finalmente se tem alguém com experiência, gabarito, tato e bom senso pro cargo.

O secretário então tem uns 10 espaços de gerenciamento de alegria, mais uma série de políticas públicas para se colocar em prática e Cabo Frio se tornar o município do interior do Estado do Rio de Janeiro em que a alegria pulsa. Um exemplo, até mesmo nacional.

Pois bem, as políticas públicas beneficiaram amigos próximos, muito próximos que tinha suas firmas de produção de eventos de alegria. Alguns projetos passados e sem nenhuma fiscalização de sua feitura ou finalidade.

Ao final de sua passagem, ao longo de 2 anos e pouco, com a reorganização administrativa, a secretaria é extinta e o senhor distinto é exonerado. Seu legado, ah, seu legado são os espaços da alegria deteriorados e sem funcionamento e várias acusações de irregularidades na maneira como algumas políticas públicas foram conduzidas.

O ex – secretário o que faz? Promove eventos de alegria em seu espaço privado, até porque os espaços públicos estão deteriorados e ele é alçado a ser o grande promotor de alegria do município, com vários eventos acontecendo em seu espaço, moderno, confortável e aprazível.


Então, só prestar atenção, é o que acontece no momento na nossa terra amada...

* Fábio é MC, professor, ativista anti-racista e escreve no Blog às terças-feiras.

Nenhum comentário: