ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Em assembleia, Profissionais da Educação aprovam continuidade da greve, união à Saúde e moção de repúdio a secretário irmão do prefeito, pai de vereador.

No final da tarde de ontem, o Sepe-Lagos realizou assembleia em frente à ocupação da calçada da Secretaria de Fazenda que já durava 24h no momento.

No meio da rua, um encontro lotado reuniu servidores da Saúde e da Educação e deliberou pela continuidade da greve até que os pagamentos do salário de maio seja regularizados.

O prefeito afirmou em rede social que pagaria os salários na terça-feira, priorizando os não-grevistas e os contratados. O fato é que, na terça, ninguém recebeu. Na quarta, receberam alguns grevistas; alguns não-grevistas não receberam; tivemos efetivos recebendo apenas uma parte do salário. Enfim, uma bagunça total, recheada de mentiras e sem critério.



Na ocasião, os servidores da Educação decidiram também unificar a luta e a greve aos servidores da Saúde.

Por proposta minha, foi aprovada por unanimidade a publicação de moção de repúdio ao senhor Axiles Corrêa, Secretário Municipal de Fazenda, irmão do prefeito Alair Corrêa e pai do vereador Vinicius Corrêa. Axiles debochou dos servidores em ocupação da porta da Secretaria tanto na noite de terça quanto na manhã de quarta, com beijos e acenos, tendo ainda batido boca com os funcionários ligados ao movimento e tentado entrar no prédio empurrando uma servidora da Saúde que se posicionava em frente à porta.

Na sequência, os servidores ganharam as ruas do centro da cidade em passeata.

Hoje haverá ato em frente à Câmara Municipal a partir das 6h da manhã com acompanhamento da sessão. No dia 28, terça, acontecerá nova assembleia na Escola Edilson Duarte, às 18h.


2 comentários:

Anônimo disse...

Teria como pedir a prisão do prefeito, com bloqueio dos seus bens?

Anônimo disse...

Sou servidor, não sou professor, e não recebi o 13, nao recebi maio, não recebi 1/3 de férias, meu vale transporte tá atrasado, minha paciência e dinheiro já nao existem, agora eu vou partir pro escracho de todos os membros desse governo. Em qualquer lugar eu vou escrachar esses bandidos.