ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quinta-feira, 30 de junho de 2016

As MIGALHAS de hoje...


#Passagem
O fim do subsídio às passagens de ônibus em Cabo Frio acontecerá a partir de domingo, quando retorna a tarifa cheia.

#Passagem II
Claro que isso é mais uma consequência da incompetência da gestão Alair, que jamais conseguiu cumprir sua promessa de campanha, que era de baixar a passagem a cinquenta centavos. De lá para cá muita coisa aconteceu: seleção de linhas nas quais o programa valia; suspensão de emissão do cartão (quando colocou a culpa nos empresários locais); reajuste do programa para R$ 1,50, enfim, uma lambança.

#Passagem III
Porém, é preciso afirmar que sou contra qualquer programa de transferência financeira para empresa de transporte urbano. O barateamento da tarifa deve ser realizado mediante negociação entre governo, população e empresários, carecendo Cabo Frio ainda de um sistema sério de integração, que, ao mesmo tempo, desafogue o trânsito; reduza os custos do usuário; e reduza os desperdícios do empresário do setor no serviço descoordenado que hoje temos.

#Passagem IV
De toda sorte, o fim do programa é um tiro no coração do trabalhador, que já tinha dificuldades para se deslocar até o serviço sem receber, no caso dos servidores públicos, e que agora terão mais essa pedra no meio do caminho em momento de crise.

#Entregando
Diretores de quatro unidades escolares municipais estiveram ontem na Secretaria Municipal de Educação entregando as chaves por total falta de condição de seguirem administrando. 

#Culpa
A culpa deve ser do Sepe, não é? Fala aí, Alair.

#Documento
O documento postado pela professora Denize Alvarenga e reproduzido pelo professor Chicão refletem bem o mar de mentiras criado pelo governo. A sobra de cem milhões recebeu como resposta de um secretário do governo a cínica análise de que não haviam sido computadas várias despesas, incluindo os repasses da salineira. Ora, como, se os dados são de abril deste ano e a Salineira declarou que não recebe da prefeitura desde novembro do ano passado, totalizando dívida de quase 7 milhões de reais?

#Documento II
Além disso, se tirarmos todas despesas elencadas pelo secretário comentarista, ainda sobram mais de 60 milhões. Vão ser mentirosos assim lá no Riala.

#Convocando
Novos professores foram convocados pelo último concurso de Cabo Frio. Maiores informações no site de Alessandro Teixeira, que está em nossa barra lateral.

#Hoje
Hoje pela manhã o Sepe realiza nova manifestação em frente ao prédio da Secretaria Municipal de Educação. Ao mesmo tempo, servidores da Saúde, que estão em greve unificada com a Educação, estarão acompanhando a Sessão da Câmara Municipal. Às 16h, a manifestação acontece com os dois grupos na Praia do Siqueira.

#Festa
O papo que rola na Secretaria de Educação é o de que a Secretária está mais preocupada com a festa junina que promoverá para o alto escalão do governo na Rasa do que com o pagamento dos servidores de sua pasta. Será?

#Show
Os jornalistas Luiz Cláudio e Juarez Volotão, colunistas deste Blog, estiveram juntos ontem no Programa Falando Francamente, comandado por Juarez, na Jovem TV. um show.

A culpa é do Sepe.


Rua Cecília, bairro Jardim Caiçara.

ATÉ O REPÚDIO ELES QUEREM ROUBAR DE NÓS | Sobre as agressões de ontem na Secretaria de Educação e a "Nota" da prefeitura de Cabo Frio.

Na manhã de ontem, o Sepe realizou manifestação diante da sede da Secretaria Municipal de Educação. A pressão do sindicato pelo pagamento, 24 dias atrasado para mais da metade dos servidores municipais, foi feita através de palavras de ordem. Não pude estar presente devido a compromissos anteriormente agendados, mas vi todos os vídeos do ocorrido.

Funcionários da Secretaria, incluindo, especialmente, membros do alto escalão da Secretaria - especialmente os do setor financeiro, de onde saem as ordens de pagamentos de salários - foram sim pressionados verbalmente, como têm de ser, afinal, são os responsáveis pela questão econômica escolhidos pelo prefeito dentro da Educação. Não dá para assumir um cargo como esse e querer não ser pressionado. Existem outros empregos que oferecem menos tensão, basta procurar e deixar a função, se isso incomoda.

Em nenhum momento vi imagens nas quais qualquer membro do Sepe toca em nenhum funcionário. Não houve agressão física. Do contrário, porém, a servidora Débora, que é da direção do Sindicato, teve séria lesão no joelho após a confusão. Estive pessoalmente com ela no HCE e constatei a gravidade da sua situação física, bem como a vergonhosa condição da Saúde municipal, já que a servidora ficou das 12h às 14h esperando a única ambulância (isto mesmo, a única) que rodava pelo município, a mesma que teve de buscar outro paciente em bairro próximo para levá-la junto ao hospital, numa espécie de "lotada da saúde". Apesar disso, a prefeitura de Cabo Frio firmou contrato anual com 25 ambulâncias, que ninguém sabe, ninguém viu onde estão.

Nós, servidores, trabalhadores de Cabo Frio, é que repudiamos as agressões exercidas pelo governo municipal. Agressões que não são apenas físicas, mas morais. Ele nos agride quando deixam milhares de pais e mães de família passando necessidades e fome (isso mesmo, fome); nos agride quando dizem que a culpa é nossa, enquanto o coronel e seus "molóides" são os verdadeiros incompetentes culpados pela crise que vivemos, pois com a obra da Orla, que foi feita e refeita, por exemplo, pagaríamos duas folhas mensais inteiras da prefeitura. O governo nos agride quando persegue, pressiona de forma covarde e ilegal, colocando diretores, servidores em geral e guardas municipais uns contra os outros, com o claro intuito de nos dividir e impossibilitar qualquer unidade contra os verdadeiros culpados dessa celeuma. O governo nos agride quando tira os nossos direitos de maneira desumana, cruel e cínica, mentindo e negando fatos e verdades, pelo simples prazer de trazer dor e sofrimento a quem mais precisa.

Governo de Cabo Frio; Prefeito Alair Corrêa, eu é que repudio vocês. O fim está próximo. Faltam 186 dias.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Até breve | Artigo Publicado no Jornal Folha dos Lagos hoje, 29 de junho de 2016.



Após ato e assembleia em mais um dia sem pagamento, servidores decidem: a greve continua.

Pela manhã, o movimento unificado de servidores da Saúde e Educação realizou ato por ocasião da sessão da Câmara Municipal, que foi acompanhada pelos presentes, junto a palavras de ordem e pressão ao Legislativo, como tem sido nos últimos meses. Houve ato também pelas ruas do centro e em frente a Câmara Municipal.

Foto: Sepe-Lagos


Somente em relação ao salário de maio, o governo fez várias promessas não cumpridas. A primeira, de que na terça-feira passada alguns pagamentos sairiam, mas ninguém recebeu. Na quarta, apenas uma parte  pequena dos servidores recebeu e outra não, assim como ocorreu ontem, tanto na Saúde quanto na Educação, de forma indiscriminada - talvez por "sorteio" - e sem critério. Logo, tendo sido dia 6 de junho o quinto útil deste mês, já há atraso de pelo menos 23 dias em relação ao prazo máximo para o salário do mês de maio. Ou seja: o prefeito vai ganhar um mês do nosso dinheiro.

Às 18h, Saúde e Educação realizaram assembleia unificada na Escola Edilson Duarte, que decidiu pela continuidade da greve diante da realidade constatada: pelo menos metade dos presentes não havia ainda recebido seu pagamento. E olha que o local estava lotado.

Foto: Sepe-Lagos


Segue o calendário de lutas aprovado pelos servidores:



- 29/06 (quarta-feira) - ato em frente à secretaria de educação, às 9h;
- 30/06 (quinta-feira) – acompanhamento da sessão e ato na Praia do Siqueira, com concentração às 16h;
- 01/07 (sexta-feira) – quadrilha em frente à prefeitura, às 15h;
- 04/07 (segunda-feira) – ato no hospital do Jardim Esperança, às 10h;
- 05/07 (terça-feira) – acompanhamento da sessão, com ato;
- 06/07 (quarta-feira) – concentração na Praça de São Cristóvão às 9h, com saída do ônibus em direção ao 2º Distrito. Ato em frente ao Poliesportivo;

- 07/07 (quinta-feira) – acompanhamento da sessão e assembleia no Edilson Duarte, às 18h. 


COMENTÁRIO: o prefeito tenta, de forma torpe e incoerente, jogar a culpa nos sindicatos e nos próprios servidores. Mas na cidade todo mundo já sabe: se a greve continua, Alair, a culpa é tua.

I Simpósio de Recuperação é sucesso de público e abre nova perspectiva na discussão do tema em Cabo Frio.

O I Simpósio de Recuperação em Cabo Frio discutiu a questão da prevenção às drogas, no último dia 25, sábado. Realizado no Hotel Paradiso, o evento foi impressionante sucesso de público e de qualidade nas palestras e discussões apresentadas. Foram cerca de 600 pessoas no período da manhã e 500 à tarde, tendo muitas delas comparecido em apenas um turno, o que leva a um público real de quase mil pessoas.

Foto: Joel Pires Marques


O evento foi realizado por Tadeu Assis, militante histórico da causa em Cabo Frio e região, e contou com o apoio de várias entidades e empresas da região. 

COMENTÁRIO: o Simpósio abre um novo caminho de discussão e trato do tema em nossa cidade, enquanto política pública que necessita ser tratada de forma séria e estruturada, envolvendo toda a sociedade, e não como iniciativas isoladas e pontuais. Somos a favor dessa linha e lutaremos junto por ela. Parabéns Tadeu, organizadores, apoiadores e todos os presentes. Precisamos salvar nossos jovens.

OPINIÃO | Sucupira e a Lenda Urbana do Empréstimo de 200 milhões | Por Juarez Volotão*


Há mais de 1 ano ouvimos a balela de um famigerado "empréstimo" que segundo os ensandecidos, salvaria a já falida - por eles, que fique claro - Cabo Frio.

Entre tantos devaneios, falácias, factoides e historinhas, até hoje nada se concretizou, nem o "possível" empréstimo, nem as faraônicas promessas de campanha do excelentíssimo rei sem trono.

O pior é que o mesmo, apesar de desacreditado, mal avaliado, vaiado pelas ruas e ruelas, continua mantendo essa versão indigna, que todos sabemos não passar de uma lenda urbana em Sucupira.

A ordem no covil era, conta a historinha, lança a esperança "desesperançosa" no ar, mantenha a versão até onde conseguir e faça da "mentira" uma "verdade", mesmo que ilusória e temporária.

Assim, estrategicamente o rei sem trono não perderia tantos - mais do que já perdeu - súditos e bobos da corte, haja visto qualquer figura midiática - inclusive raposas velhas da política sucupirana - necessitam de plateia, seja para seu feitos ( o que neste governo não aconteceu ), ou para os seus desfeitos ( isso sim tem de sobra ), para os mandos e seus desmandos.

Todo rei precisa de sua plebe, súditos e bobos da corte. 

Todo coronel necessita de seus jagunços.

E com isso, o assunto virou piada municipal e estadual, já que a chance desse dinheiro sair é quase nula, tal como a irrisória probabilidade do atual Prefeito se reeleger.

Segundo fontes do governo "desgovernado", se já era impossível ele ganhar as Eleições com os tais 200 milhões, imagine sem essa "bagatela".

Assistiremos de camarote os próximos capítulos desse dramalhão mexicano, que infelizmente catapulta o servidor, o trabalhador e o cidadão de bem de Cabo Frio ao papel de sofredor e detentor das muitas lágrimas derramadas durante esse inferno, caos e destruição em 3 anos e quase 7 meses.

Ainda bem que está acabando - assim espero.

Você também pode me acompanhar assistindo ao Programa "Falando Francamente", comigo, toda Quarta as 18h na Jovem TV - Canal 08, Costa do Sol ( TV a cabo ) e ainda assistir pelo meu Canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCN_NQ0navU3yWcMEfu17WbA Aguardo você!!!

*Juarez Volotão é jornalista e escreve neste Blog às quartas-feiras.

terça-feira, 28 de junho de 2016

OPINIÃO | Foco, força, fé, luta e vontade de mudança | Por Fábio Emecê*


Precisamos de foco. Estamos em um momento chave na história do município de Cabo Frio e entender exatamente o que se passa é uma obrigação. Entender quem nos prejudica, o que nos aflige, nos anula e nos tira direitos é fundamental. O foco é saber quem é nosso inimigo.

Precisamos de força. Por mais alijados que estamos, nos fortalecer é peça chave da engrenagem. Se solidarizar com aquele que está na dificuldade e enfrentar as arbitrariedades do opressor é de grande valia no momento. Juntar com aquele que está na mesma situação que a sua e não são poucos é premente.

Precisamos de fé. Porque é possível enfrentar a tirania. É possível sua ação ser decisiva para a derrubada a estrutura que nos deixa sem muitas opções. É possível ter um novo frescor na maneira como se dirige e movimenta o município, seja no centro, nas periferias ou no campo. E a fé é decisiva.

Precisamos de luta. Pois um povo que luta, decide sobre seu futuro. Autodeterminação do espaço e da gestão é característica de um povo que luta. Não servimos a nenhum governo, eles que nos servem e um povo que luta deixa isso nítido.


Vontade de mudança, pois não deu certo esses quase 20 anos. Não deu certo o grupo dos molóides e preguiçosos. Se não deu certo, a vontade de mudança, ah, nem precisa dizer, né?

* Fábio é professor, MC, ativista anti-racista e escreve no Blog às terças-feiras.

EDITORIAL - Poderia não voltar.


A ida do prefeito Alair Corrêa a Brasília, anunciada por ele mesmo em redes sociais, de onde parece não sair em tempos de crise, gera alguns sentimentos de imediato no cidadão de Cabo Frio,

Primeiramente, o desejo de que ele não volte, até porque a Polícia Federal tem estado muito por lá.

Segundo, a desconfiança em relação à tentativa (mais uma) de empréstimo junto a instituições financeiras. Claro que isso nada tem a ver com o recente projeto de lei de 200 milhões, já que os servidores e demais cidadãos foram à Câmara por um mês, toda terça e quinta, fazendo vigília e dormindo na rua para pressionar os vereadores a negarem o pedido - e conseguimos.

Acontece que o prefeito possui autorização para contrair empréstimo sob outra modalidade, aprovada pela mesma Câmara no ano passado. E muitos dos que hoje discursam contra o governo e contra o pedido já haviam concordado com esse mesmo tema em 2015, como cordeiros, ainda que ao menos em pele.

E assim caminha nossa cidade, sentindo os efeitos de uma Câmara omissa, covarde e silenciosa, agora também oportunista de última hora.

Bom dia.



As MIGALHAS de hoje...


#Festa
O bairro da Gamboa comemora a festa de seu padroeiro amanhã a partir das 19h na praça Major Terra, iniciando com procissão e Santa Missa, havendo, logo após, Festa externa.

#Supera
Foi um sucesso ontem a edção Cabo Frio do Supera Rio, fórum múltiplo de discussão sobre a necessidade de avanços econômicos e sociais no estado do Rio de Janeiro.

#Janio
O deputado estadual Janio Mendes participou ontem deste evento e de mais 5 reuniões. Anda animado o moço.

#Pagamento
O governo emitiu nota informando que ontem os servidores da Saúde receberiam e hoje os da Educação. São mais de 20 dias além do legal permitido em lei para o acerto do mês de maio.

#Pagamento II
O pessoal da Saúde recebeu mesmo ontem? Tudo certinho? Cartas para a redação

#Ponte
O Sepe e o Sindsaúde, em ato unificado, fecharam ontem a ponte que liga o município de Cabo Frio ao distrito de Barra de São João, município de Casimiro de Abreu. Os trabalhadores reivindicam os pagamentos salariais e uma série de direitos retirados pelo governo Alair.



#Ponte II
Apesar de não ter podido comparecer por compromissos profissionais em Macaé, deixo meu total apoio ao movimento.

#Papel
É vergonhosa a situação do PAM em Cabo Frio. Na porta do banheiro feminino, uma torta caixa de papelão com pedaços de papel higiênico recepciona mães de família. Bem digno, não?

#Novidade
O jornalista Luiz Cláudio, colunista deste Blog, agora tem seu próprio Blog, mas não irá nos abandonar. Basta clicar na barra lateral. Ele já está entre os nossos favoritos. Parabéns!

#Diretor
Foi muito feio o golpe dado pelo prefeito Alair nos diretores que mandaram listas de grevistas para a Seme. É que, na quarta passada, Alair pagou indiscriminadamente alguns poucos servidores, entre grevistas e não grevistas.

#Critério
Muita gente andou quebrando a cabeça no fim de semana para entender qual o critério de escolha para pagamento do governo Alair. Simples: não há critério.

#Critério II
Isso mesmo. O prefeito escolhe quem pagar. Deve ser por sorteio.

#Acia
Gostaria de dar parabéns aos quase 50 empresários que se reuniram na última quinta-feira no auditório da ACIA e que se unirão de novo amanhã. No encontro da semana passada, o grupo tomou posição em favor dos servidores sem salário, já que, com o calote, a prefeitura deixa de injetar milhões no comércio local. Agradecemos o apoio.

#Assembleia
Hoje é dia de assembleia do Sepe-Lagos às 18h na Escola Edilson Duarte. Nela, a categoria da Educação decidirá os rumos da greve.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

21 dias sem pagamento, sem previsão, e três anos e meio sem governo.

Hoje completamos 21 dias de atraso do pagamento de maio dos servidores de Cabo Frio e a prefeitura simplesmente não tem previsão para cumprir seu dever. O ministério público já emitiu recomendação para o pagamento integral. Alair e sua equipe, peçam para sair. Resolvemos esse problema em uma semana, incompetentes.

NOSSA NOVELA CONTINUA | "Cadê o dinheiro que estava aqui?" | CAPÍTULO 5 - Prefeitura de Cabo Frio suja Tamoios e dinheiro da Córrego Rico "some".

A reportagem do Jornal Inter TV da última sexta-feira deixou evidente para o grande público o que já temos denunciado há tempos. Primeiro: Tamoios é tratada como a escória da sociedade pela prefeitura de Cabo Frio. Segundo: a Comsercaf e suas empresas prestadoras de serviços, como a Córrego Rico, são o ralo do desvio de dinheiro público e de corrupção nessa cidade.

PARA ASSISTIR À REPORTAGEM NA ÍNTEGRA CLIQUE AQUI.




Tendo perdido processo na justiça aberto por moradores de sete loteamentos de Tamoios, a prefeitura de Cabo Frio foi obrigada a prestar serviços básicos de coleta de lixo nos locais. Acontece que, ao executar a sentença, tem tirado os detritos de um local e sujando outro - às margens da Rodovia Amaral Peixoto. O caso dos loteamentos têm sido acompanhados por nosso Blog há pelo menos 5 anos.

Questionados, motoristas de máquinas e caminhões agregados à empresa Córrego Rico afirmaram à reportagem que suspenderam os serviços porque não receberam os valores devidos da empresa. 

Como assim? A prefeitura tem repassado milhões à Córrego nos últimos anos. Só em setembro do ano passado, foram 27 milhões numa tacada só, conforme denunciamos em primeira mão (clique aqui e relembre). Isso significa que o dinheiro está saindo dos cofres da prefeitura (nosso dinheiro); indo para a empresa; mas a empresa não está prestando o serviço. Em minha opinião, o nome disso é desvio e roubo.

Questionada, a prefeitura afirmou que não tem nada a ver com isso. Disse que paga a Córrego. Se ela não paga os prestadores de serviço, o problema seria dela. Mais ou menos assim - basta assistir à reportagem e confirmar o absurdo da declaração. Calados são uns poetas.

Iremos à justiça nesta semana pedir esclarecimentos sobre o claro caso de corrupção e crime ambiental evidenciado na reportagem. 


OPINIÃO | O elo fraco | Por Adriano Chagas*

           
É sabido que Cabo Frio foi maltratada durante anos, usurpada por aqueles que, pela esperança de incautos, foram colocados no poder, mas que nunca representaram os cidadãos.

A farra foi tão boa, que a hipótese, concreta, da saída dos gestores atuais provoca uma patologia, que é conhecida (estória) como “febre do tapete vermelho”, ou seja, aqueles que trabalham para a família real e se desligam de suas funções, terminam por adoecerem, porque afinal estarão fora do mundo imaginário e de fantasia, com seus requintes e glamour, existentes somente na realeza...

E se o grupo político que governa Cabo Frio já percebeu isso, pense na sensação de nosso prefeito – como uno – derrotado moralmente e incapaz de se levantar, vítima de sua própria incapacidade, fraco e acuado, sem amigos e sem súditos, um rei sem reinado, sem trono, com nada, porém que febrilmente sente o golpe e o gosto amargo por imaginar a impossibilidade de ter o pote de mel mais vez. E como dói ficar fora da esquematização, sem uma esfera gráfica para rabiscar ilegívelmente sua alcunha. É triste ver um grupo fragmentado onde todos – cada um por si – correrão nas várias direções da Rosa dos Ventos em busca de apoio e abrigo. Serão sem dúvida alguma abraçados por outros que, piores que eles, vão usá-los e jogá-los fora.

Desespero e caos são o que se vê na prefeitura de Cabo Frio – como na fuga do cais do Tejo, que aos tropeços carregando o que dava para levar e ainda deixando para trás baús, malas e tantas outras quinquilharias, a realeza seguia as pressas lotando as naus... ...aos berros de Maria “a louca”, dizendo ao cocheiro para ir devagar, pois os franceses pensariam que a corte estava fugindo... (pois estavam!) –

E da mesma forma corrida, Cabo Frio assiste ao desmonte de uma engrenagem que rodou a bel-prazer, por duas décadas, mas que ao esquecer-se do óleo enferrujou-se.


É, Prefeito, um elo fraco estoura a corrente de uma grande dinastia.

* Adriano é professor, historiador e escreve no Blog às segundas-feiras.

sábado, 25 de junho de 2016

OPINIÃO | O Fim da Era Alair e Seus Molóides | Por Luiz Cláudio Júnior*

Protesto na porta das escolas municipais por falta de pagamento,  ocupação  dos servidores da educação e da saúde na  Secretaria de Fazenda, pais revoltados com a situação dos filhos sem aula; vale lembrar que a bronca não é com os professores e sim com o prefeito Alair Corrêa, que não paga quem trabalha; secretário, irmão do Alair e pai de vereador; tudo em uma mesma pessoa; só para situar você; debochando dos trabalhadores do município com acenos e  beijinhos demagógicos jogados com às mãos para os grevistas, como quem diz assim: “O meu salário está em dia meus “amigos”, cada um com a sua sorte.” Tudo isso aconteceu nessa semana e deixou o povo cabo-friense mais ansioso do que nunca, para ver o final do ano de 2016, em virtude disso, o fim da era Alair e seus molóides. Cabo Frio chegou  a uma situação insustentável e sem perspectiva de melhora. Para piorar o que já está ruim, à cidade pode ficar impedida de continuar recebendo recursos Federais, sabe por quê? Porque o governante não apresentou os dados detalhados  da aplicação de recursos referentes à execução orçamentária de 2015 ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope). E sabe qual foi a data limite para  o envio dessas  informações ao Siope? Dia 30 de abril desse ano, sim, 30 de abril, você leu certo. Quer dizer, praticamente dois meses de atraso. O que pode acontecer em consequência desse “esquecimento”?  Cabo Frio vai ficar na condição de inadimplente e ficará inserido no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias. O que isso significa? Isso  impedirá o repasse de verbas e impossibilitará a celebração de novos convênios com órgãos Federais. Se estávamos no fundo do poço, agora estamos na lama. E a culpa é de quem? Da crise? Não, a culpa é do Alair e dos seus molóides. 

Enquanto isso, na Câmara Municipal... não vi um vereador sequer dar apoio aos servidores municipais nessas manifestações durante à semana. Bom, por que, hein? Aí você vai dizer pra mim: “Poxa Luiz, vai parecer algo eleitoreiro o cara ir lá e demonstrar, que está do lado dos servidores.” E eu vou te responder: sim, você tem razão, mas se os nossos legisladores fossem presentes na vida do povo, e claro, no cotidiano dos servidores, ir lá na manifestação e demonstrar o seu apoio ao movimento seria algo bem natural. Posso garantir que ninguém pensaria, que o nobre vereador estaria ali apenas para fazer campanha. E sabe por que nenhum dos nobres edis apareceu por lá, inclusive aqueles que se dizem “oposição” ao governo Alair? Porque sentem vergonha de olhar no olho do servidor, pois sentaram à mesa com Alair e a sua turma há 3 anos e meio atrás, e com isso se calaram durante todo esse tempo. Então, eu te pergunto: como convencer professores esclarecidos e com muita inteligência de que eles (vereadores da chamada “oposição”), são oposicionistas de verdade e não aliados da repressão? Fica difícil, né? Bom, é melhor ficar no discurso da tribuna e nos posts nas redes sociais. Mas, providência que é bom, nada. Como diria o poeta dos bares: “Quando o leite entorna no chão, é impossível de reaproveitá-lo para consumo humano.” 

Até a Próxima, minha cara amiga leitora!!! Até Breve, meu caro amigo Leitor!!!

*Luiz Cláudio é jornalista e escreve no Blog aos sábados.

As MIGALHAS de hoje...


#Protesto
Na semana que passou, vários grupos de pais e alunos protestaram em seus bairros contra o governo e em favor dos profissionais da educação. Na foto abaixo, o movimento ocorrido na avenida principal do Jardim Esperança.


#Protesto II
O quadro mostra a grande rejeição do poder público e a certeza crescente de que os servidores estão do lado certo.

#Vibrando
Muito engraçada a "vibração" do prefeito Alair Corrêa com a liminar que garantiu a liberação das portas de entrada da Secretaria de Fazenda, bloqueadas pelos servidores em greve na última quinta-feira.

#Vibrando II
Engraçado porque a impressão que se tem é que o prefeito passa o dia todo mexendo na rede social, quietinho, num chalé do Riala, e esquece de administrar a cidade.

#Fundeb
Olha quanta grana foi repassada pelo Fundeb para Cabo Frio no atual governo:


#Recomendando
Quem for á Câmara Municipal de Cabo Frio encontrará, logo na entrada, uma recomendação do Ministério Público sobre a divulgação das pautas das sessões com até 24 horas de antecedência. Vamos cobrar.

#Diários
Como anda a impressão dos diários de classe para o ano letivo de 2016 em Cabo Frio? Já que eles querem tanto o funcionamento das escolas, porque não vemos esses diários nelas? Alguém consegue para mim uma cópia? Aguardo.

#Contagem
Faltam 191 dias para o fim do governo (?) Alair Corrêa, o Fantasma do Ibascaf.

#Cansada
Dia desses, o prefeito que anda mais na rede social do que na prefeitura disse que a sociedade de Cabo Frio está cansada dos falsos líderes. Concordo. O senhor fez uma reflexão sobre si mesmo.



sexta-feira, 24 de junho de 2016

EDITORIAL - Um beijo fala mais que mil palavras.


A cena mesquinha de deboche do Secretário de Fazenda de Cabo Frio, mandando beijos irônicos aos manifestantes, nesta semana, poderia gerar a lembrança de uma série de músicas, textos e anedotas acerca do tema, ao longo da história da humanidade.

Nenhuma delas, entretanto, fala mais do que o beijo de Judas na passagem bíblica, ao denotar a traição daqueles que outrora se diziam amigos e que passaram a entregar quem mais precisa nas mãos de quem menos honra sua palavra.

O governo de Cabo Frio, comandado pela dinastia Corrêa - tem prefeito, secretário, vereador, assessor - traiu o servidor e toda a cidade. E nem adianta perguntar por previsão de pagamento, porque uma gestão que não tem planejamento, não tem previsão e organização para nada.

Com muita convicção, exatamente por tudo isso, propus na última assembleia do Sepe e publicação de Moção de Repúdio ao Secretário em questão.

Mas o beijo de Axiles tem um lado bom. Ele já reconheceu a despedida e o fim. Tchau querido.

Bom dia!

As MIGALHAS de hoje...


#Fundeb
Até agora o governo municipal não publicou a nomeação dos conselheiros do Fundeb para a atual gestão, o que inviabiliza a emissão de parecer sobre as contas e pode bloquear esse repasse para o município.

#Fundeb II
O ano passado, o governo já não havia enviado a prestação de contas para a análise do conselho. Vergonhoso.

#Gabiru
O Hospital Otime Cardoso dos Santos, aquele que aparece com mais de 200 funcionários lotados, mas que não deve ter, na verdade, nem 100, realizou reforma, com gastos de mais de 600 mil reais.


#Gabiru II
Convido o leitor a olhar no dicionário o significado da palavra “gabiru”. Qualquer semelhança é mera coincidência.

#Greve
Segue a greve da educação do estado, aprovada em sua continuidade na última assembleia com quase 2 mil presentes.

#Ocupando
Ontem servidores municipais da Saúde e Educação, agora em luta unificada, bloquearam as portas de entrada da Secretaria de Fazenda. Rapidamente – muito rápido mesmo – o Juiz Caio Romo emitiu liminar que garantia a entrada de servidores no local, cujos bolso também estavam vazios, já que ninguém recebeu.



#Justiça
Dos 16 processos cíveis impetrados contra a prefeitura de Cabo Frio de 2013 para cá na Primeira Instância, metade deles acabou parando na Primeira Vara, cujo Juiz titular é exatamente Caio Romo.

#Justiça II
O que isso quer dizer? Nada.

#Justiça III
O que me deixa intrigado é por que processos contra a prefeitura são tão lentos e inoperantes, enquanto processos contra o trabalhador são tão velozes. Lembro que Alair demorou semanas para ser citado na ação que garantia nosso pagamento no quinto dia útil. Mas todo mundo sabe onde ele mora.

#Justiça IV
Se a liminar fosse para o Secretário de Fazenda, Axilles Corrêa, ontem, porém, numa hipótese, ele realmente não seria encontrado. Pelo menos até as 11h da manhã ele não havia ido trabalhar. Será que aderiu à greve?

#Pressão
O prefeito e a Secretaria de Educação pressionam o funcionamento das escolas durante a greve, mas não oferecem a menor condição. Além do não pagamento dos trabalhadores, temos unidades abandonadas, com tanto mato que parecem uma floresta.

#Pressão II
Some-se a isso problemas com transporte escolar, especialmente, em escolas de Tamoios. Mas não é só isso: muitas unidades estão sem merenda. Isso mesmo. Ontem uma escola foi matéria da Inter TV dizendo ter de fechar as portas por não ter nada a oferecer para os alunos.

#Pressão III
Isso se deve pelo atraso no repasse do PDE e do PNAE. Os recursos caíram  pela metade desde julho do ano passado, e, neste mês de junho, diretores ainda aguardam o envio da verba de outubro de 2015.

#Pressão IV
Os dados foram por mim acessados a partir dos próprios processos das duas verbas na prefeitura.

#Problema
Numa reunião comandada pela Secretaria de Educação, gente de lá disse que eu era um problema. Para mim, ser tratado como problema por quem é incompetente passa a ser elogio.

#E-mail
E o assédio moral continua. A Secretaria de Educação segue caçando grevistas. O pior é que muitos diretores enviaram as listas de quem aderiu ao movimento, mas no final, o prefeito pagou mesmo quem ele quis, fossem ou não grevistas.

#E-mail II
Ou seja: teve diretor caindo no conto do vigário, digo, do Alair, e fazendo papel de bobo, ficando mal com a comunidade escolar. Será que não entenderam ainda que a ideia é dividir a categoria e atenuar a culpa do governo?

#Saindo
A Secretaria de Educação também tem feito reuniões em escolas e ameaçando funcionários contratados, dizendo que entreguem seus contratos se estiverem insatisfeitos. Greve é direito constitucional, lembra?

#Saindo II
Além disso, preciso lembrar aos contratados que a atual gestão da Seme e da prefeitura dura só até dezembro. Ano que vem, com certeza, estarão todos longe do poder. E já vão tarde.

#Saindo III
Lembro também que a partir de 2 de julho não se pode mais demitir nem contratar ninguém, devido ao prazo eleitoral. Fica a dica.

#Previsão
A prefeitura disse que pagaria alguns na terça. Não pagou. Na quarta, pagou alguns, independente de serem grevistas ou não. Teve gente que não parou e ficou sem receber. Teve gente com duas matrículas com só recebeu a metade de uma.

#Previsão II
Ou seja: não há o menor critério. Alair sorteia nomes de seu saco de maldades e escolhe quem vai receber ou não.

#Previsão III

Agora chega a informação que todo mundo já sabia, mas uns queriam não acreditar: não há previsão para pagamento. Vai ser “quando o dinheiro entrar”. O problema é quando o dinheiro sai, para Córrego Rico, Comsercaf e etc.

#Robinson
Professores e funcionários da Escola Robinson Azevedo, no Parque Burle, foram às ruas e a outras escolas convocar companheiros para aderir à greve. Assim que se faz. Parabéns.

DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO - Há 33 anos, Alair já era um prefeito descumpridor da lei e dava calote nos trabalhadores.



quinta-feira, 23 de junho de 2016

Em assembleia, Profissionais da Educação aprovam continuidade da greve, união à Saúde e moção de repúdio a secretário irmão do prefeito, pai de vereador.

No final da tarde de ontem, o Sepe-Lagos realizou assembleia em frente à ocupação da calçada da Secretaria de Fazenda que já durava 24h no momento.

No meio da rua, um encontro lotado reuniu servidores da Saúde e da Educação e deliberou pela continuidade da greve até que os pagamentos do salário de maio seja regularizados.

O prefeito afirmou em rede social que pagaria os salários na terça-feira, priorizando os não-grevistas e os contratados. O fato é que, na terça, ninguém recebeu. Na quarta, receberam alguns grevistas; alguns não-grevistas não receberam; tivemos efetivos recebendo apenas uma parte do salário. Enfim, uma bagunça total, recheada de mentiras e sem critério.



Na ocasião, os servidores da Educação decidiram também unificar a luta e a greve aos servidores da Saúde.

Por proposta minha, foi aprovada por unanimidade a publicação de moção de repúdio ao senhor Axiles Corrêa, Secretário Municipal de Fazenda, irmão do prefeito Alair Corrêa e pai do vereador Vinicius Corrêa. Axiles debochou dos servidores em ocupação da porta da Secretaria tanto na noite de terça quanto na manhã de quarta, com beijos e acenos, tendo ainda batido boca com os funcionários ligados ao movimento e tentado entrar no prédio empurrando uma servidora da Saúde que se posicionava em frente à porta.

Na sequência, os servidores ganharam as ruas do centro da cidade em passeata.

Hoje haverá ato em frente à Câmara Municipal a partir das 6h da manhã com acompanhamento da sessão. No dia 28, terça, acontecerá nova assembleia na Escola Edilson Duarte, às 18h.



Daqui a pouco estaremos falando sobre Cabo Frio. Participe! www.redelitoral.tv.br | (22) 2643.6307 | (22) 99236.2212 (WhatsApp)

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Em resposta a abusos do governo com pagamentos de salários, servidores protestam nas ruas, ocupam a Secretaria de Fazenda e acampam nas calçadas.

O governo Alair Corrêa conseguiu instaurar de vez o caos na cidade de Cabo Frio. Após anunciar em rede social que pagaria primeiramente servidores que não estavam em greve e contratados, os trabalhadores se organizaram em resposta imediata, indo às ruas em protesto, que começou por volta das 15h em frente à prefeitura e se dirigiu às 16h20min para a Secretaria de Fazenda do município.

Nesse horário, cerca de 200 servidores entraram no órgão e por volta de 50 decidiram ocupar o local, permanecendo após o fechamento oficial às 17h. Lá estavam funcionários dos setores da Educação, Saúde e Fiscalização.

Servidores fizeram varal com os sacos das compras que, sem salário,  não conseguem fazer.

Nesse momento, a tensão tomou conta dos presentes quando as luzes foram apagadas, retornando cerca de 20 minutos depois. Em seguida, a notícia que chegava era a de que o Secretário de Fazenda, Axiles Corrêa, irmão do prefeito, havia proibido a entrada de água e alimentos, o que fez com que a Comissão de Direitos Humanos da OAB fosse contatada, chegando ao local horas depois.

Por volta das 19h, um Oficial de Justiça chegou ao recinto com uma Ordem Judicial de reintegração de posse, num texto idêntico, "copiado e colado" da decisão que retirou da prefeitura de Cabo Frio os servidores que a ocupavam em  janeiro deste ano, nos quais eu me incluía (clique aqui e relembre).

O fato é que, devido à "cópia' da ordem anterior, só havia menção ao Sepe, não incorrendo textualmente no documento impedimento às ocupações do Sindsaúde e Sindicaf. Essa interpretação gerou discussão por mais de duas horas. Havia dentro do local cerca de 20 Guardas Municipais, 10 Policiais Militares e 6 advogados, incluindo representantes da OAB e dos 3 sindicatos.

Após muita discussão, o oficial de justiça declarou que seria necessário o uso da força policial para a desocupação do local. Os servidores decidiram então pela saída por volta das 21h10min.

Em seguida, o Secretário de Fazenda Axiles Corrêa deixou o local, sendo vaiado pelos presentes e respondendo de forma irônica e provocativa, com beijos e acenos aos que protestavam.

Na sequência, os servidores decidiram acampar em frente à Secretaria de Fazenda, passando por lá a noite, a fim de retornar às atividades de protestos pela manhã desta quarta.

COMENTÁRIO: é impressionante como até o Judiciário abandonou o trabalhador nessa cidade, seguindo a linha dos poderes Executivo e Legislativo. Um oficial de justiça demora meses pra "achar" o prefeito e intimá-lo em processo de autoria dos trabalhadores, mas quando o tiro vem ao contrário, a justiça é bem rápida e eficaz. Até o fechamento dessa edição, apenas aposentados haviam recebido seus salários, referentes ainda a abril.