sábado, 28 de maio de 2016

OPINIÃO | Renovação Geral | Por Luiz Cláudio Júnior*


Os servidores de Cabo Frio estão indignados com essa novela sem fim da falta de pagamento, aliás, não era para menos. Em uma Assembleia Geral realizada no clube Progresso, eles decidiram entrar em greve a partir de segunda-feira. Todos os setores de trabalho público municipal aderiram ao movimento grevista. Mas, não ficou só no campo das reclamações e das manifestações de rua, não. A Associação dos  Fiscais Municipais de Cabo Frio (AFM), representada por Jorge Barbosa e José Renato de Almeida,  Denise Teixeira e  Rafael Peçanha, membros do Sepe e professores concursados da cidade, ingressaram com uma ação na Segunda Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva com dois processos para investigar irregularidades no Ibascaf e na Comsercaf, autarquias que cuidam respectivamente das aposentadorias e da assistência médica dos servidores, do lixo e de eventos do município. Na ação, que tem o protocolo de número 201600504053, questiona o fato de uma das empresas prestadoras de serviço do Ibascaf, ter em seu quadro societário a própria presidente da entidade, além do déficit de mais de R$ 3 MILHÕES de reais de repasse da Prefeitura aos Fundos Previdenciários da autarquia pedindo o inteiro teor dos documentos do processo de contratação dessa empresa; o ajuizamento de ação de improbidade administrativa contra os responsáveis; intervenção do Ministério da Previdência na autarquia; auditoria das contas do Ibascaf e encaminhamento dos autos à Polícia Federal, por se tratar de um possível crime previdenciário. Enfim, alguém pode responder e pagar caro por isso, se for achado o que se procura nesse processo. O que estaria pensando a respeito disso, o prefeito Alair Corrêa? Sinceramente, não sei, porém imagino. Contudo, prefiro não comentar. 

Enquanto isso, na Câmara Municipal... o folhetim do famoso empréstimo continua. Os vereadores não se manifestam, pelo menos 12 ou 13 deles, outros fazem papel de oposição, enquanto o povo fica na espera de uma definição por parte do legislativo. Isso virou uma agonia para o eleitor, pois muitos já decidiram nunca mais votar em nenhum vereador, que compõe essa atual Câmara. Os eleitores querem uma renovação geral, porque não se sentem representados por aqueles nobres edis, que lá estão. Por isso, a campanha ‘Não Reeleja Vereadores de Cabo Frio” ganha força nas redes sociais e agora também nos bairros cabo-frienses. A população cansou de tanto blá, blá, blá. Bom, o final dessa série ou saga dos R$ 200 milhões, promete ter um fim nesta terça-feira (31), claro, se Deus quiser, né? 

Até a próxima, minha cara amiga leitora!!!

 Até breve, meu caro amigo leitor!!!

* Luiz Cláudio é jornalista e escreve no Blog aos sábados.

2 comentários:

Julio disse...

Rapá e que novela ! E o prefeito....
Ate pensei em nomear essa novela.
Bem, pensei em Chateação. Mas como os personagens não são tão jovens, não fica legal receber o nome de novela teen. Eu também pensei em: Haja Sacao! Mas nem começou. Será que Chatealmente demais fica legal?
E os "11 mandamentos" - vai dar certo, o que deu certo? Também posso colocar: Velho Kiko.
E o prefeito só assistindo....só Jesus na causa.

Anônimo disse...

Quero meu salário
Quero meu 13 salário
Quero minha dignidade de volta.