ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

segunda-feira, 30 de maio de 2016

É HOJE - Vamos discutir o combate ao Assédio Moral?


2 comentários:

Anônimo disse...

Rafael, meu marido trabalha na prefeitura e na secretaria em que ele trabalha os servidores foram ameaçados que se aderissem a greve levariam falta e teriam desconto no salário,descontar mais o que??? Se os salários vieram sem direito nenhum meu marido que normalmente ganhava em torno de 2000 reais recebeu 780 reais. Estamos em uma situação dificílima,porque temos uma filha pequena e eu não estou trabalhando,só meu marido trabalha.(não posso me identificar por que meu marido pode sofrer retaliação)

Rafael Peçanha disse...

Corte de ponto em greve legal é crime. O caso deve ser devidamente encaminhado ao Sepe, ao Ministério do Trabalho e ao Ministério Público com provas (cópia do ponto, cópia do contracheque, etc.). No caso de pagamento errado, deve se oficiar o RH primeiramente e aguardar um prazo médio de 15 dias para ir à justiça ou denunciar direto e anonimamente. Estamos à disposição para ajudar a lutar contra os abusos deste governo. Um abc.