sábado, 7 de maio de 2016

Assembleia do Sepe-Lagos decide por greve de 72h, em protesto contra atrasos nos pagamentos e retirada de direitos.

A assembleia realizada ontem pelo Sepe-Lagos na Escola Municipal Antônio da Cunha, decidiu pela realização de greve de 72 horas (terça, quarta e quinta-feira) na próxima semana em protesto contra o atraso no pagamento das parcela do décimo-terceiro salário; atraso constante no pagamento dos salários; não pagamento de férias e vale=transporte dos servidores; não deferimento de processos de aposentadoria que cumpriram todos os trâmites legais; falta de estrutura das escolas; perseguição a servidores grevistas - com direito a lista de grevistas por unidade e assédio contra os que usam camisas de denúncia contra o governo.

Nos três dias haverá atos públicos:
> Na próxima terça-feira (10) ato na Câmara às 10h com passeata.
> Na próxima quarta-feira (11) ato em frente à Prefeitura Municipal. 
> Na próxima (12) quinta-feira Assembleia.


Um comentário:

Anônimo disse...

greve e tudo que alair quer
porque o sepe nao entra com uma ação de bloqueio nas contas da prefeitura greve não resolve ja contaram quantas greves foram feitas no governo alair