quarta-feira, 27 de abril de 2016

OPINIÃO | Fogueira das Vaidades | Por Juarez Volotão *


Todo pleito eleitoral é a mesma balela e a onda de conversas fiadas tomam conta da cidade. 

 - O atual não presta, o anterior tampouco e eu, sou a salvação desta cidade, bradam os ensandecidos atrás de votos e seus grupos ecoam a falácia.

Criticar por criticar, falar por falar, brigar para encenar.

Até ensaiam um discurso politicamente correto de construção de cidade e de "pensarmos Cabo Frio", mas na prática, o discurso se esvai e o que resta, é apenas as mesmas práticas mofadas de outrora. 

Como administrar uma cidade sem ao menos conter o fogo amigo - que em muitas vezes é inimigo - dentro do seu próprio grupo? 

Como pensar em construir uma cidade boa, digna e justa para todos com meia dúzia de individualistas que enxergam nos outros, concorrentes e não parceiros de luta ou guerra? 
Como apregoar que se tem um grupo, quando na verdade o grupo é que o tem, bloqueando-o, impedindo que pessoas competentes cheguem para somar, fazendo que fique apenas aquelas velhas cartas marcadas de sempre, num tabuleiro empoeirado e sujo.

Nomes antipatizados figuram as listas de todos os grupos políticos de Sucupira - isso para quem tem grupo né. 

Conter a fogueira das vaidades é para os fortes, prova viva é o atual governo que tenta desde que ganhou, e até agora nunca conseguiu, tendo que dedicar tempo e energia em conter pequenas fogueiras ou grandes incêndios de vaidade.
Fato é, que sem um grupo unido, humilde e com o mesmo foco e objetivo, seja quem for o próximo Prefeito de Cabo Frio, dificilmente transformará essa a realidade caótica e desesperadora, haverá apenas a troca da turma da empáfia. 

*Juarez Volotão é jornalista e escreve no Blog às quartas-feiras.

Nenhum comentário: