segunda-feira, 28 de março de 2016

PELA HORA DA MORTE | Situação dos cemitérios de Cabo Frio é crítica.

Prefeito Alair Corrêa, a pergunta que não quer calar é a seguinte: para que serve a taxa de sepultamento, paga pelas famílias dos falecidos, se os funcionários das funerárias têm de comprar tijolos , cimento e areola para realizar seus serviços?



Isso mesmo: o que o povo paga para que o governo realize o serviço deve ir para outro lugar, porque, no final das contas, quem anda bancando o trabalho são as próprias empresas que prestam o serviço à população.

O cidadão paga a taxa; o empresário do setor paga o material. E a prefeitura? Só recebe e não repassa?

Das duas uma: ou seu governo dá transparência a esses gastos; ou acaba com essa taxa sombria.

Mais dignidade, prefeito...

Um comentário:

s.mofilho disse...

Caro Rafael,

Esperar o que de uma cidade sem saúde?