quinta-feira, 31 de março de 2016

EDITORIAL - Um prefeito que gosta de greve.



O prefeito Alair Corrêa não pagou ainda o décimo-terceiro da Educação, que era esperado em sua quarta parcela para o dia 29, porque ele quer a greve. 

Exatamente: a greve das escolas é ótima para Alair, que não precisará gastar para fazer funcionar e manter funcionando os prédios escolares; nem precisará contratar professores. Nas minhas contas, isso gera a ele uma "economia" em torno de 6 milhões de reais. 

Isso mesmo: o governo municipal não está nem aí para sua escola; para seu filho; ou para o fato de você, professor, estar desempregado. Ele fará de tudo para não gastar com Educação porque entende que a pasta é despesa, e não investimento. Se ele puder fazer com que não haja aulas o ano inteiro, ele o fará. sabe por quê? Porque você, eu , nenhum de nós importa para ele. Aliás, importa sim: o que for preciso será feito para que nada seja feito por nós. É isso.

O Sepe-Lagos, de forma madura e responsável, decidiu encerrar a greve que durou 90 dias porque pensou nos pais, mães, responsáveis e alunos, já que o ano letivo 2015 precisava ser encerrado e milhares de crianças e adolescentes necessitavam estudar, bem como suas famílias retomarem suas rotinas. O governo pensou nisso? Não. Não pensou nem pensa.

Hoje acontece assembleia da categoria. Os profissionais da educação devem focar a luta por seus direitos e contra os abusos do governo, afinal, já foi demonstrada nossa preocupação com a sociedade, ao contrário do governo. Já demos provas concretas e cabais de nosso compromisso social - o governo, ao contrário, só comprova, a cada dia, seu descompromisso com o povo dessa cidade.

Por outro lado, a categoria deve pensar que somos jogadores de um tabuleiro de xadrez que, infelizmente, já deixou de ser jurídico há muito tempo. Decidir pela greve hoje é dar ao prefeito o que ele deseja - menos trabalho, menos preocupações, menos gastos, manutenção de escolas abandonadas e professores desempregados por não terem contrato. Defendo que o governante precisa ser constrangido a fazer o que é sua obrigação - investir na Educação, ainda que compulsoriamente. E isso só irá acontecer com o ano letivo em curso. Mesmo que ele pare depois...

Bom dia!

7 comentários:

Anônimo disse...

Esta na hora da família do pior prefeito do Brasil, preocupar com a cabeça dele, anda falando muita asneira, é um cumulo do absurdo o que este senhor anda falando, ao inaugurar uma escola com obra financiada em parceria, esbravejou que já esta reeleito, depois de deixar uma cidade bombardeada, sucateada, lixos em todos os lugares, hospitais e a saúde em estado deplorável, servidores sem receber os seus proventos mensais, uma bagunça na administração geral da prefeitura, assessores sem nenhuma qualificação profissional, incompetentes em todas áreas da prefeitura, mentiras e mais mentiras, enganações, autarquias fantasmas, ainda fazendo corpo mole para o caos na educação e na saúde pública. Cabo Frio não pode não suportar mais ser governado por pessoas dessa qualificação. Fora Alair.

Anônimo disse...

Deixa ele contratar, se não pagar depois para,

Anônimo disse...

Inteligente, ele vai ter de contratar.

Anônimo disse...

Ele só não tem dinheiro para pagar salários, esta inaugurando obras.

Anônimo disse...

O pior é ver concursados com salários atrasados tirando fotos com prefeito. é por isso que o país é essa vergonha. o povo é o culpado, não tem vergonha.

Anônimo disse...

Não sou da educação, não sou da saúde...E a parcela do 13º também não saiu!
Desgoverno... Contagem regressiva!

Ricardo disse...

Não só o da Educação, ele não pagou a quarta parcela do 13º de ninguém.