sexta-feira, 25 de março de 2016

Começam as pré-matrículas da rede municipal de Cabo Frio para o ano letivo 2016.



No dia 28, segunda-feira, começa a primeira fase online da Pré-matrícula. Essa fase vai das 9h desse dia até às 23h59min do dia 29 e acontece pelo acesso ao site oficial da prefeitura. Somente nas escolas Arlete Rosa Castanho e Professor Renato Azevedo as matrículas serão realizadas nas secretarias dessas unidades.

As pré-matrículas realizadas na 1ª fase serão efetivadas nos dias 30 e 31 de março, na própria escola escolhida pelo responsável no site. 

Na segunda fase do processo, a Secretaria Municipal de Educação vai liberar as vagas que não foram preenchidas na primeira fase, também através do site da prefeitura. Essas vagas serão efetivadas entre os dias 5 e 6 de abril.


CONFIRA A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA


       I.    2 (duas) fotografias tamanho 3X4;
      II.    fotocópia da certidão de nascimento ou casamento;
     III.    fotocópia do título de eleitor, se maior de 18 (dezoito) anos;
    IV.    fotocópia da carteira de identidade, se maior de 18 (dezoito) anos;
     V.    fotocópia de certificado de reservista, se maior de 18 (dezoito) anos e até 45 (quarenta e cinco) anos, se do sexo masculino;
    VI.    histórico escolar ou protocolo de transferência para alunos do Ensino Fundamental Regular e Educação de Jovens e Adultos – EJA e Ensino Médio Regular e EJA;
   VII.    atestado de escolaridade emitido pela unidade de origem de Educação Infantil;
  VIII.    fotocópia da carteira de vacinação atualizada (para alunos da Educação Infantil);
    IX.    fotocópia do comprovante de residência;
     X.    fotocópia do comprovante do tipo sanguíneo e do fator Rhesus – RH;
    XI.    fotocópia do comprovante da deficiência (laudo), quando for o caso.

·        O responsável deverá apresentar documento de identidade com foto.
·         O aluno, se maior, ou seu responsável deverá tomar ciência do prazo de 6 (seis) meses a contar da data do procedimento de matrícula para entregar o comprovante do tipo sanguíneo e do fator Rhesus – RH, conforme obrigatoriedade disposta na Lei Estadual Nº 6.683 de 15 de janeiro de 2014, caso não o apresente no ato da matrícula. 

Texto adaptado de nota oficial da ASCOM-SEME. 

Nenhum comentário: