quarta-feira, 30 de março de 2016

As MIGALHAS de hoje...


#Estreia
Juarez Volotão retorna com seu programa de entrevistas na Jovem TV às quartas-feiras, ao vivo, às 18h. Estamos na expectativa. Juarez figura como um dos melhores analistas políticos (e sobre outros assunto também) da nossa cidade.

#Saúde
Muitos concursados da Saúde deveriam ter o triênio reajustado em mais 5%. Porém, isso não aconteceu automaticamente como deveria ser.

#Saúde II
A ideia do governo é forçar o servidor a abrir processo pedindo o que já é seu por direito automático. É  a prefeitura dando uma de João Sem Braço. Bem digno, não?

#Saúde III
Além disso, o povo da Saúde segue sem insalubridade e adicional noturno. Que coisa, prefeito.

#Social
A Secretaria Municipal de Assistência Social, que tinha como Secretária, até pouco tempo, a filhado prefeito, não havia ainda recebido o pagamento referente ao mês de fevereiro até segunda-feira. Continua assim? Que absurdo. Todos os servidores já receberam esse salário, que, legalmente, deveria ter sido pago até dia 7 deste mês. O que há contra os funcionários da SEMAS?? Cartas para a redação.

#Detalhe
A pasta não recebe verba carimbada do governo federal para arcar com despesas de pessoal? Para onde foi o dinheiro?

#Mortal
Um figurão da política local - figurão mesmo - foi ao cemitério esta semana prestigiar o velório de um amigo falecido. Obviamente, mandou darem um jeito e arrumarem uma vaga para o companheiro no Cemitério Santa Izabel.

#Mortal II
Como não havia nem vaga, nem material para o sepultamento, a equipe encaminhou o pedido para o Cemitério do Jardim Esperança. Irritado, o figurão resolveu ir pessoalmente resolver o caso e chamar o prefeito para ir junto.

#Mortal III
Resultado: o prefeito disse que não há verba e as coisas vão continuar do jeito que estão. O governante pediu "mais empenho" do pessoal e solicitou que economizassem no material das funerárias.

#Questionando
Os funcionários do cemitério questionaram acerca da falta de material, mas o prefeito não deu muita bola e foi-se embora.

#Mortal IV
O papo é que os funcionários do cemitério fizeram jogo duro: se não tem vaga para o povo, não tem vaga para amigo. Estão certíssimos.

#Mortal V
Resultado: o figurão teve de emprestar o jazigo da própria família para sepultar o amigo. Imagina se fosse amigo do prefeito?

#Revolta
Some-se a isso o fato de que a família ficou revoltada por ter de contribuir com o material de sepultamento, que deveria ser serviço público gratuito. 

#Consequência
Com a demora para encontrar vagas de sepultamento, as capelas mortuárias ficam lotadas e todas as quatro estão constantemente preenchidas. A saída está sendo procurar igrejas para velar outros corpos. Lastimável.

#Certo
É como diz o hino: nesta terra todos são iguais - o governo desrespeita, no mesmo nível, vivos e mortos. Que coisa.

3 comentários:

Julio disse...

Se um prefeito de uma cidade vizinha envia um ofício ao secretário estadual de saúde solicitando : a reabertura de uma unidade de pronto atendimento de uma cidade vizinha para não sobrecarregar a urgência de sua ( dele) cidade for " bomba" , putzgrilo, eu não digo que em Cabo Frio e tudo ao contrário ! VERGONHA EM CABO FRIO significa : "BOMBA".

Anônimo disse...

Será que abrindo processo conseguiremos receber?

Anônimo disse...

Você sabia que o hospital da Mulher, está sem anestesista? Minha prima, pela 3ª vez foi para operar ( em jejum, claro) trocou a roupa, para se preparar para a cirurgia, e aí entra a enfermeira e avisa que não vai ter cirurgia, pois não tem anestesista. Que falta de respeito! Porque que eles da Secretaria de Saúde, não são transparente com os paciente: " não temos anestesista e não sabemos quando teremos", é muito simples, do que fazer das pessoas de joquetes e enquanto isso os exames vão perdendo validade, tendo que repetir novamente, gerando mais custos.