sábado, 2 de janeiro de 2016

DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO - Vereadores omissos; verão descontrolado e prefeito sem diálogo - Outubro de 1988 ou 2016?

Nada melhor do que começar o ano de 2016, ano de muitas expectativas para o futuro, relembrando o passando, e, mais do que isso, comparando-o com o presente. Em outubro de 1988, quase 28 anos atrás, a imprensa de Cabo Frio divulgava a completa omissão dos vereadores em relação aos servidores da cidade; o tumulto gerado pela falta de uma gestão séria no verão; e a ausência de de diálogo da parte do prefeito com os professores. Um retrato mais do que atual.


6 comentários:

Julio disse...

Pra você vê como grande parte da cidade é inteligente e gosta de sofrer.Quanto mais estuda mais b...
fica! So Jesus nessa roça iluminada ! Povinho chato para caramba à beça.
Cabo Frio têm jeito nao. Essa cidade é incurável. Cabo Frio sempre vai ser a cidade do sol e da cerva gelada. Duristas em carros populares se achando em Ferraris em Mônaco. Sem noção igual 98% da população da roça iluminada. Duristas so gritando nas janelas dos carros com superlotação. Aff! Pobres financeiramente e de Espírito que é pior ainda.
Nunca vi ou ouvi uma política de turismo desses " governantes ". Secretário de turismo so para dizer que têm. Muito bla bla e nada de ação. Cabo Frio é: muito papo furado e caras e bocas em programa de rádio se passando por "intelectuais". Pobre cidade.

Professor Saulo disse...

Salvo engano, no dia 31/12 ouvi um secretário falar num programa de rádio local sobre o turismo em Cabo Frio.

Ele falava profissionalização do turismo, que precisamos transformar o veraneio em turismo de negócios e que para isso era preciso termos na cidade um Espaço de Eventos (ou algo do tipo).

Ontem, 2/1/16 (tenatndo andar pelas ruas da cidade) pensei que deveria ser piada do secretário, ele deve estar tentando enveredar pelo segmento do stand up comed.

As ruas da cidade não comportam o tráfego, as leis do trânsito são notória e flagrantemente descumpridas e não há fiscalização, não há serviço de defesa civil, agentes de trânsito, guarda municipal e atendimento hospitalar respeitoso em Cabo Frio.

Mesmo assim, o secretário entende que a prioridade é um Espaço de Eventos.

Imagino quiçá que seja mais um pré-candidato para as próximas eleições.

Mas, talvez antes de pensar profissionalizar o turismo precisamos proficionalizar a gestão pública, para termos tráfego, defesa civil, atendimento hospitalar, segurança e demais serviços públicos essenciais com a qualidade que os impostos que pagamos pode honrar.

Anônimo disse...

Gostaria muito de ver publicada a matéria referente ao "sepultamento" de um certo senhor, ocorrido nessa mesma época...recordar é viver e,pra quem ñ teve o desprazer de viver, conhecer a "gloriosa" história de seu desgovernante deve ser uma oportunidade ímpar.

Julio disse...

Bobo ou pobre mesmo é que vem para região dos lagos no réveillon ou carnaval. Cidades sem estruturas em todos os sentidos. Cabo Frio, Arraial etc... não estão nem suportando as mobilidades dos moradores. Os cariocas já frequentam trânsito pesado o ano inteiro e vive reclamando e me vem para região dos lagos. Fala sério! Isso não reclama. Horas no maior calor......
Eu só assim: não posso ir pra Trancoso (BA) fico trancado em casa mesmo.
Cabo Frio parece um circuito de autorama: ruas pequenas em um circuito pequeno que acaba no mesmo lugar. Não sei se tem muita engenharia para fazer esse trânsito fluir em um espaço de dois metros quadrados como o centro. Só se encher de viadutos ou vias nas alturas.
Investir em transporte público seria uma ótima alternativa. Mas a "parceira" de anos, décadas entre os políticos e a octogenária Dona Salineira é quase que "imbatível", para atingir uma perfeição e não uma submissão.

Anti oligarquia disse...

http://expressorj.com.br/condenado-pelo-tse-marquinho-mendes-pode-apoiar-irmao-como-candidato-a-prefeito-de-cabo-frio/?utm_source=WhatsApp&utm_medium=IM&utm_campaign=share

Julio disse...

Anti oligarquia qual irmão de MM?