quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Sepe vence governo na justiça e prefeitura terá 72 horas para pagar os salários da Educação.

O pedido de liminar do corpo jurídico do Sepe-Lagos foi aceito ontem pela justiça, que determinou o prazo de 72 horas para que o governo municipal pague o salário de novembro a todos os servidores da Educação e o décimo-terceiro até o dia 20. A multa pelo descumprimento da decisão é de 100 mil reais diários. Cabe recurso da decisão. O valor da multa, se houver, deverá sair do bolso pessoal do prefeito Alair Corrêa e não dos cofres públicos, como manda o texto.

Em assembleia realizada ontem na Escola Municipal Edilson Duarte, a categoria manteve a greve que hoje completa 8 dias.

COMENTÁRIO I: o prazo começa a contar da notificação da prefeitura, que deverá ocorrer oficialmente hoje - a não ser que o prefeito fuja para não receber o documento. Será que ele merecerá novamente o apelido que outrora conferiu a outrem, o de "Fujão"?

COMENTÁRIO II: em nota, a prefeitura reafirma que só pagará a Educação no dia 22, e que assim que for notificada ir´"abrir suas contas para a justiça, mostrando a realidade do município". Essa eu pago para ver. Posso estar presente nesta hora, prefeito?

COMENTÁRIO III: a prefeitura defende o pagamento para o dia 22, afrontando a decisão judicial. Isso depois do prefeito ter dito, em entrevista ao Jornal Inter TV, semana passada, que pagaria ontem, dia 15. Ou seja: nem o governante sabe o dia que promete. É tanto descumprimento de compromisso, que nem ele mesmo cumpre com...ele mesmo. Um fundo de poço triste e indigno para nossa cidade, mas que tem jeito. Depende de nós.

Um comentário: