sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Governo Alair Corrêa decreta o início do fim do Ensino Médio Municipal:Rui Barbosa não abrirá vagas para o seu filho no ano que vem. Vamos lutar juntos contra isso?

Em reunião nesta quarta-feira pela manhã, a Secretaria de Educação anunciou à direção do Colégio Municipal Rui Barbosa que não serão abertas vagas para a comunidade no ano de 2016. Essas vagas são reais, existem, e se relacionam com a possibilidade de abrigar alunos além do sistema de memorandos, nos quais as notas dos melhores jovens de nonos anos do Ensino Fundamental na rede cheguem ao Rui. A medida será estendida aos demais colégios de Ensino Médio municipal de Cabo Frio, com o objetivo de acabar com o segmento na cidade.


Atenção: se você é pai, mãe ou responsável por aluno que está concluindo o nono ano e deseja que seu filho estudo no Rui ou em outro colégio municipal, comece a mudar os planos. A não ser que você venha lutar com a gente.

A notícia caiu como uma bomba nas comunidades escolares. A medida é claramente ilegal, pois nega que vagas reais, disponíveis pela escola, possam ser ocupadas por alunos que desejem estudar. É uma atitude que vai contra a Constituição e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, e pode incorrer em pena para as "autoridades" que a executarem. Se existisse esse conceito em nosso ordenamento jurídico, poderemos dizer que trata-se de "crime contra a educação". 

Na prática, isso significa dizer que se uma turma de um Colégio Municipal tiver apenas 15 alunos (o que significa que ela tem em torno de outras 15 vagas disponíveis) e se o seu filho estiver precisando desesperadamente estudar, a Secretaria Municipal de Educação, simplesmente, negará a vaga para ele.

As comunidades escolares de Ensino Médio já estão se organizando na construção de defesas escritas contra o tema, conscientizando a população sobre a ilegalidade da proposta. Outras ações estão sendo também debatidas e decididas. O governo Alair Corrêa, que não gosta de nada que se relacione com educação (professor, servidor, aluno, pais de aluno) terá grandes surpresas nos próximos dias.

Mas a principal e mais importante decisão diante desse caos foi a UNIFICAÇÃO DAS LUTAS no próximo dia 3, quinta-feira. Os estudantes e as comunidades escolares de Ensino Médio se unirão aos Profissionais de Educação na paralisação de 24h que tomará conta das ruas dessa cidade mais uma vez, para dar um basta no circo de horrores apresentado pelo mesquinho e incompetente governo Alair Corrêa, que agora chega ao cúmulo de dizer NÃO a jovens que querem, simplesmente, exercer seu direito constitucional de estudar.

Vamos todos dizer bem alto: EU QUERO A MINHA VAGA!Porque lugar de aluno é na escola. E dê sua vaia bem alto para o prefeito e a secretária de educação que querem proibir seu filho de estudar.


Um comentário:

Anônimo disse...

UUUUU, muita vaia p/ o Prefeito e seus assessores e Vereadores e minhas palmas e muitas palmas para vcs que estão se mobilizando, para valer os seus direitos.