ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

"Em crise" e com servidores na miséria, prefeitura de Cabo Frio deixa empresa utilizar gratuitamente o Terminal de Transatlânticos.

Eu vi, nos últimos dias, muito trabalhador fazendo vaquinha para comprar botijão de gás para casa. Eu vi muito servidor pedindo dinheiro emprestado chorando, porque não tinha grana da passagem para voltar para casa. Eu vi muito funcionário em desespero, clamando por itens de cesta básica, porque não tinha o que dar de comer aos filhos em casa. Tudo porque ou não receberam seus salários nas datas corretas; ou porque receberam muito menos sem explicação.

A justificativa sórdida e mentirosa do governo é a mesma: crise. Mas ninguém está vendo crise no Riala; nem em algumas ruas do Jardim Caiçara; nem na cobertura em frente à Praça das Águas. nem em certas propriedades em Angra dos Reis e em Portugal.

Enquanto isso também, o Terminal de Transatlânticos de Cabo Frio é "dado" por todo a alta temporada a uma empresa que utilizará o local sem pagar nada - isso mesmo. A publicação é do último dia 17 de novembro:



Percebam que os 140 dias de prazo pegam exatamente a virada de ano, o verão e o carnaval. Ora, não será cobrado nada para o serviço de alto rendimento? Nada mesmo? Por que? Caridade em momento de miséria? Ou há alguma relação a mais?

Lembremos que um processo de licitação do local foi anulado por decisão judicial, já que foram encontrados irregularidade gritantes. A decisão foi da Juíza Silvana da Silva Antunes, referente ao processo licitatório 17.826/2014, e a sentença foi proferida através de processo aberto pelo Ministério Público, com o número 0015701-41.2015.8.19.0011. A empresa que venceu a licitação foi Marina Porto Veleiro de Búzios Ltda.

A empresa que receber esse presentão de Natal do governo municipal fica aqui bem pertinho: no bairro Vila Nova.


Ora, pelo que se entende da publicação de autorização de uso, as taxas de desembarque dos passageiros de transatlânticos, então, ficarão nas mãos da empresa, que não terá nenhuma obrigação de pagar nada à prefeitura pelo serviço. Segundo documentação oficial da MSC, uma das maiores empresas de cruzeiros do mundo, a taxa de desembarque tem o mesmo valor da tarifa geral de serviços: 9 dólares por pessoa, para viagens na América do Sul. Confira você mesmo clicando aqui. Ora, se levarmos em conta que o maior transatlântico que já aportou na cidade do Rio de Janeiro teve 5.600 pessoas desembarcando (clique aqui e confirme), sejamos justos e calculemos que, em média, os transatlânticos que aportam na cidade trazem cada um em torno de 3 mil pessoas, como confirma reportagem sobre o tema na cidade em janeiro deste ano (clique aqui e confira). 

Se levarmos em conta que a própria prefeitura espera o atracamento de 34 navios de luxo na cidade nesta temporada (a fonte é do próprio site oficial do governo municipal, clique aqui e leia), teremos 918 mil dólares saindo dos bolsos de turistas e não indo para os cofres públicos, nem para o trabalhador da cidade, mas sim para a empresa em questão, que, segundo aparenta a publicação, não pagará nada por isso, a não ser alguns encargos. Se considerarmos que o dólar comercial hoje bate a casa de R$ 3,70, teremos então um volume de R$ 3.396.600 - isso mesmo, quase 3 milhões e meio de reais). 

Gostaríamos de saber da empresa e da prefeitura se é isso mesmo. Tomara que não. O espaço está aberto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Rafael
Mande por favor para à Douta Juíza, Ministério Público denunciando e também ao TCE/RJ.Se estamos em crise neste desgoverno que não soube administrar mais de 2,5 bilhões de reais em quase 3 anos, por DEFICIÊNCIA, MÁ GESTÃO DA VERBA PÚBLICA é hora de nós povo acordarmos e cobrarmos dos fiscais públicos que deveriam defender à Sociedade. Lembrando à você, que os Conselheiros Tutelares estiveram no MPE e, o proprietário da casa onde se encontra o Conselho Tutelar do 1º Distrito, encontra-se há 11 meses SEM RECEBER e estará trocando às fechaduras, no dia 30/11.Olha que ele faz parte da equipe de governo, na Coordenadoria de dependência química.

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que não existe crise em Cabo Frio, é uma jogada do prefeito, fazendo caixa para reeleição, porque hoje para ganhar qualquer eleição não precisa ter ideal politico, basta muita grana para compra de votos, já muito comum no Brasil, a cultura politica no país mudou, primeiro a vantagem financeira, é um leilão quem dá mais. O afronto que o prefeito esta fazenda com a justiça é grande, na minha opinião é um grande mistério?