terça-feira, 24 de novembro de 2015

As MIGALHAS de hoje...


#Pesquisa
O papo que rola é que o deputado Janio Mendes (PDT) passeou pela feira de domingo, como sempre faz toda semana. Mas desta vez ele estaria faceiro, apresentando uma certa pesquisa a amigos que o abordavam. Tá certo.

#Terminal
Nossa publicação de ontem sobre uma série de questionamentos acerca da autorização de uso gratuito do Terminal de Transatlânticos de Cabo Frio por empresa da cidade, virou motivo de rebuliço por aqui. As Rádios Ondas e Litoral; assim como o portal do Jornal de Sábado, debateram a questão durante o dia.

#Terminal II
O Secretário de Turismo Dirlei Pereira, inclusive, estará hoje ao vivo, pela manhã, na Rádio Litoral, para falar sobre o tema.

#Terminal III
Com isso, reafirmamos mais uma vez a missão deste nosso veículo: levantar peguntas e provocar as autoridades; a população e a imprensa tradicional a discutir e esclarecer o uso do dinheiro público na nossa cidade. É assim que  a gente gosta.

#Quórum
Começa a ser vergonhosa a atitude repetitiva dos vereadores de Cabo Frio ao esvaziarem as sessões plenárias da Casa legislativa. Na edição da última quinta-feira, não tivemos quórum novamente. A realização dela hoje passa a ser questão de honra. Ou já tem gente querendo entrar de recesso antecipadamente?

#Quórum II
O legislativo cabofriense, que muito pouco produziu neste ano, mais uma vez, e que ostenta péssima imagem perante a sociedade, precisa mostrar a que veio, o que não conseguiu ainda em quase 3 anos. Caso contrário, a única saída será a que vem sendo anunciada profeticamente pelas ruas da cidade: renovar de forma ampla a composição da Casa através das eleições em 2016, reelegendo muito pouco ou ninguém dali.

#Orçamento
Falando nisso, o governo Alair Corrêa precisa se responsabilizar pela bagunça orçamentária que pode ocorrer no ano que vem. Tudo porque o prazo de envio da proposta final de orçamento 2016, para ser analisada pelo Legislativo, já se encerrou desde 30 de setembro (o prazo consta na Lei orgânica Municipal).

#Orçamento II
O Executivo, entretanto, segue retendo a proposta para fazer ajustes antes de enviar à Casa. Um passarinho verde e laranja me contou que os cortes estão na faixa de 37 milhões, ou seja: os vereadores deverão receber - hoje, quem sabe - um orçamento que gira em torno de 863 milhões.

#Detalhe
Não aceitaremos reduções nos setores de Saúde e Educação. Já estamos avisando.

#Curso
Olha que interessante: os Conselheiros Tutelares eleitos passam por um curso de formação, a fim de se prepararem para conduzir seus trabalhos, para o qual foram escolhidos pelo povo. Não poderia acontecer o mesmo com a Câmara Municipal e os vereadores eleitos?



#Tutelar
Falando nisso, é fato que o dono da casa na qual se situa o Conselho Tutelar de Cabo Frio não recebe aluguel da Prefeitura há 11 meses. Logo, as atividades do órgão, fundamental para a vida das famílias na nossa cidade, está a ponto de parar. Absurdo. Vamos brigar contra isso.

#Felício
O sambista Felício Batista foi ao Programa Informa Local, na Jovem TV, ontem, e desceu a mamona, com provas e números, no que se refere aos escândalos envolvendo o carnaval de Cabo Frio e a Unidas. É isso mesmo. Total apoio.

#Gatos
A complicada situação dos gatos na Rua dos Biquínis virou notícia no Jornal Folha dos Lagos. A questão ainda está longe de ser resolvida, mas já há reuniões entre protetores e logistas, em busca de um consenso no trato dos animais:



#Parando
Hoje é dia de paralisação em toda a rede municipal de educação. O Sepe realiza ato em frente à Secretaria Municipal de Educação. Na pauta, muitos pagamentos realizados de forma errada; com descontos indevidos; isso sem contar nos constantes dramas mensais de contratados, pensionistas, aposentados e servidores com empréstimos consignados.

#Perseguição
Funcionários da Saúde andam reclamando o fato de estarem sendo perseguidos por terem se manifestado em frente ao prédio da prefeitura na semana passada, devido ao não pagamento do adicional de insalubridade e outras mazelas. Um absurdo. Aconselhamos a todos os que se sentem prejudicados a fazerem contato conosco ou com o sindicato da categoria, relatando seus casos, para que ajudemos a proceder o devido remédio jurídico e administrativo.





Nenhum comentário: