sábado, 17 de outubro de 2015

Secretário de Turismo emite nota sobre cancelamento de evento.

Nota de Esclarecimento

A respeito da polêmica provocada pelo cancelamento do evento Food Truck, que aconteceria nos dias 30 e 31 de outubro e 1 de novembro em Cabo Frio, venho a público para prestar os seguintes esclarecimentos.

1. Que sou favorável ao Food Truck, assim como a todo e qualquer evento de qualidade que atraia novos visitantes e que contribua para o aquecimento da nossa combalida economia.

2. Que, entretanto, após instado por representantes de entidades empresariais, que avaliam o evento como potencial concorrente ao comércio local, recuei da minha posição pessoal e de imediato determinei o cancelamento.

3. Que entre os argumentos apresentados pelas entidades, destacam-se:

a) Sempre repudiaram a realização de eventos que sigam este formato, vide as chamadas Feiras de Itaipava e outras do gênero, porque sugam a economia, nada oferecem em troca, e dois ou três dias depois levantam acampamento sem nada deixar na cidade, a não ser montanhas de lixo e um rastro de revolta e insatisfação. E enquanto isso, são as empresas aqui estabelecidas que geram emprego, renda e oportunidades a quem vive na cidade, ainda que submetidas a uma carga tributária que beira à extorsão.

b) Que nos moldes do que acontece no Rio e em outras cidades do país, o Food Truck em nada se difere de tais feiras. São "caminhões-restaurantes", autênticos aspiradores, que sugam tudo à sua volta e logo vão embora, sem em nada contribuir para a economia do Município.

c) O fato de a data coincidir com um importante feriado, quando a cidade já estará superlotada, faz lembrar a micareta Cabofolia, que aliás é repudiada pelo empresariado local exatamente por se realizar em feriado na alta temporada.

d) que o cardápio do evento vai desde qualquer prato servido nos restaurantes da cidade, até sanduíches, porções de batata frita, pães, bolos, doces, sobremesas, salgadinhos e os mais variados lanches, o que seria uma covarde e desleal concorrência com restaurantes, bares, lanchonetes, padarias e quiosques de toda a cidade.

Reafirmo, de forma inarredável, os compromissos que têm norteado minha gestão à frente do turismo, que aliás, foram determinantes na criação do fórum Cabo Frio+:

- Gestão democrática e participativa.
Ouvir, dialogar e decidir em colegiado.

- Meritocracia: escolher trabalhar com os melhores e mais qualificados, independente do rótulo político ou partidário que lhes imputem.

- Humildade: Ter clareza de que aquele que acha que tudo sabe, nada sabe.

Primando pelo respeito ao princípio do contraditório, ou seja, o de sempre ouvir a outra parte, me coloco à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Att.
Dirlei Pereira Secretário de Turismo

COMENTÁRIO: Nosso Blog está e estará sempre aberto e disponível para qualquer representante do poder público que deseje e queira publicar todo tipo de esclarecimento à população. Que bom seria se todos o fizessem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Rafael
Creio que somente na "Pasta do Turismo", o sr Dirlei Pereira, norteou-se por: diálogo, meritocracia e outros conceitos abstratos, pois quando foi interlocutor da gestão atual do sr Alair Francisco Correa, na Secretaria de Saúde e na Secretaria de Governo, foi o Secretário, que mais fora criticado pelo seu isolacionismo,arrogância,antipatia, perseguidor daquelas que não "comungava" com as ideias do Déspota, Ditador e Faraó da administração pública.Portanto, deve ser outro Dirlei que agora se apresenta, no limiar do ano de 2016, que coincidentemente, será ano eleitoral e, que novamente se servirá de "boi de piranha" neste pleito.

Anônimo disse...

Parabéns ao Secretário do Turismo, pelo seu bom senso e pela clareza de sua nota, sem ter que usar o nome de Deus em vão.

Anônimo disse...

Toda ação tem uma reação , enquanto isso os quiosque ir os das praias, restaurantes locais, comerciantes em geral de cabo frio cobram qto querem à todos , mesmo sendo da cidade tem momentos que sinto que estou sendo assaltada .Não é de hoje que Cabo frio tem a fama dados pelos turistas de que comer ou comprar qualquer coisa aqui é um roubo , então sr.Direi não divulga a cidade mesmo não , deixa as pessoas virem para cá trazendo água e comida de onde eles moram que é bem mais barato .

Anônimo disse...

Parabéns ao secretário e ao Carlos Cunha presidente da Associação de Hoteis por terem vetado o evento. O papel deles é proteger o comércio local e não criar concorrência desleal!

Anônimo disse...

com certeza o anonimo que fez o primeiro comentario, não conhece o Sr. Dirlei Pereira, ou tentou fazer qualquer maracutaia e não conseguiu, por isso o qualifica com os adjetivos, nao condizentes a sua pessoa. vai uma dica para o anonimo,desabafa mesmo, pois estes sentimentos que voce guarda, faz mal ao coração.

Anônimo disse...

Prezado Anônimo de 18/10 às 01;15h
Ou você vive em outro Município, ou é bem sonso e alienado em seu comentário.Responda-me, qual foi o Secretário deste gestão que + sofreu críticas pelos Vereadores da Câmara do silêncio? O Dirlei Pereira que conheço, esteve em uma reunião política, criticando o atual prefeito e o então vereador de saudosa memória Márcio Correa. Pergunte, à ele desta reunião ocorrida em junho de 2004.Quando não conhecemos - relacionamento, não defenda. Não faço e não necessito de "maracutaia", pois por certo se necessitasse ele o faria, pois não difere dos outros em nada.

Anônimo disse...

quanta contradicao, protecionismo e meritocracia nao andam juntas secretario. concorrencia deslal pq? protecionismo só prejudica o consumidor

Anônimo disse...

Isso tá me cheirando a influência lá da faixa d gaza da picanha!!!! Sem entrarno mérito se o evento seria bom ou não, mas essa mudança de ideia ficou estranha.