quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CAUSOS POPULARES - A incrível história do roubo na cobertura real.

Era uma vez, num reino muito, muito longe daqui, um candidato a Rei (isso mesmo) que precisava de 10 milhões de ducados para sua campanha.

Na ocasião, ele pediu a um de seus súditos, amigo de um garotinho que vivia pelos campos, para que lhe ajudasse. Esse súdito era então o chefe de uma associação que reunia os comerciantes daquele reino.

O súdito fez um contato na capital para conseguir a fortuna e foi a um Senhor Feudal que gostava muito de jogos e de bichos. O nobre emprestou os tais 10 milhões de ducados, mas disse que queria receber tudinho de volta, é claro.

O candidato venceu, tornou-se de novo o rei daquele principado, mas nada de pagar o Senhor Feudal, que começou a ficar sem receitas para sustentar seus jogos e seus bichos.

O nobre começou a cobrar do súdito - aquele, amigo do garotinho dos campos. O súdito, com medo de "se queimar" na capital, começou a tentar demonstrar que não tinha mais relações com o Rei, falando mal dele, de sua face e de seus livros (books, em inglês). 

Inconformado com a situação, o Senhor Feudal mandou alugou uma mansão vizinha aos aposentos do pai do genro do Rei e plantou informantes para descobrir o dia em que uma grana alta chegaria por lá. Na madrugada, após o dono dos aposentos ter viajado, o nobre apaixonado por jogo e por bichos mandou seus servos arrombarem a porta e levar todo o dinheiro que lá estava - exatamente 4 milhões de ducados.

Para não perder a piada, o figurão ainda deixou um bilhete no local, lembrando que ainda faltam 6 milhões de ducados a serem buscados.

Imagina se a moda pega? Vai ter muita mansão, casa, cobertura, aposento e palácio invadido por aí.

Ainda bem que tudo isso aconteceu num reino muito longe - longe mesmo - daqui.

2 comentários:

Anônimo disse...

Dei boas gargalhadas quando acessei o Blog do Cartão "Marrom", acho que estão chegando a beira do cinismo, defender um governo que vai muito mal das pernas por interesses financeiros é demais, dizer que as fotos na Avenida Nilo Peçanha são montagens, falar mal de uma avenida tão importante para a noite cabo-friense e o esclarecimento do ilustre personagem do lugarejo de Poço Rico foi de um mal gosto sem tamanho, este Senhor dono do Blog é assim mesmo, a bola de vez agora é a cidade de Arraial do Cabo, já foi São Pedro da Aldeia e Araruama, basta o prefeito chegar juntinho dele, logo começa a elogiar. Não recomendo ninguém acessar o tal Blog, pois ali esta explicito o maior cara de pau de Cabo Frio.

Anônimo disse...

Qualquer coincidência é mera semelhança...ou não, como diria o bom e velho Caetano.