terça-feira, 25 de agosto de 2015

EDITORIAL - Demitindo a cidade.




O episódio da demissão da jornalista Cristiane Zotich da prefeitura é mais um capítulo ridículo do governo Alair Corrêa. Segundo a edição de hoje do Jornal Folha dos Lagos, a profissional teria sido mandada embora porque recolheu alimentos para ajudar o Sr. Wilson, que está há 6 meses sem receber da própria prefeitura, como funcionário terceirizado da limpeza urbana.

O episódio mostra que este governo gosta mesmo é de maltratar quem pensa no próximo e valorizar quem nada faz, ou quem faz mal ao outro e à cidade.

Nessa linha, percebemos, mais uma vez, o que todo mundo já sabe. Temos na cidade uma gestão arbitrária, autoritária e desrespeitosa, que "pune" todos aqueles que não se encaixam em seu modelo arcaico de comportamento humano, supondo que tal comportamento possa assim ser chamado.

Nessa linha, se o governo Alair Corrêa demitir todo mundo que fala, pensa ou age diferente dele, vai ter que apagar as luzes do já acabado e rejeitado mandato com uns três ou quatro gatos pingados, porque a cidade tem cada vez mais gente de bem contra esse governo do mal.

Bom dia.

Nenhum comentário: