ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

sábado, 25 de julho de 2015

Ação que fiscaliza a farra dos contratos temporários em Cabo Frio foi proposta pela Associação de Fiscais do Município.

A Ação Civil Pública promovida pelo Ministério Público e que gerou um arroxo da justiça aos contratos temporários da prefeitura de Cabo Frio foi motivada por denúncia da Associação dos Fiscais do Município - AFM (clique aqui e saiba mais).

A denúncia de número 1.30.009.000226/2014-40 trata dos contratos temporários na prefeitura. Ao ser aceita pelo Ministério Público,  passou a ter a denominação IC 95/11 (inquérito criminal), que, posteriormente, gerou a ação civil pública em questão, apensada a ela.

É extremamente animador, nos tempos em que vivemos, renovar as esperanças ao ver uma classe unida de trabalhadores recorrerem à justiça e terem suas demandas atendidas diante de um governo que desrespeita deliberadamente a lei - especialmente, quando se trata da classe dos servidores municipais. A AFM tem realizado um trabalho brilhante na defesa da categoria e da cidade. Fica a dica e a lição.

Vamos acompanhar atentamente o desenrolar da Ação. Parabéns à AFM e a todos que lutam por dias de mais coragem na nossa cidade.


3 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, alguém sabe informar sobre o programa somando forças do governo estadual, para obras de drenagem e pavimentação dos bairros: Monte alegre, jardim peró, reserva do peró e guriri incluindo estrada nelore. O valor anunciado e orçado de 79 milhões de reais esta sendo executado? Existia uma placa na estrada nelore cadê a obra?

Anônimo disse...

SOMANDO FORÇAS REVITALIZA BAIRROS DE CABO FRIO
06/06/2014 - 19:56h - Atualizado em 06/06/2014 - 19:56h
» Isabel de Araujo
Convênio formalizando investimentos foi assinado por Estado e prefeitura nesta sexta-feira (6/6)

O Governo do Estado e a Prefeitura de Cabo Frio assinaram, nesta sexta-feira (6/6), o convênio do programa Somando Forças, no valor de cerca de R$ 79 milhões, para execução de obras de drenagem e pavimentação dos bairros Monte Alegre, Reserva do Peró, Jardim Peró e Guriri. No total, serão quase 35 quilômetros de asfalto e 70 quilômetros de calçadas com iluminação pública. As obras são importantes para levar infraestrutura a uma população de cerca de 50 mil pessoas.

O governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, lembrou que o programa Somando Forças é uma parceria que já foi feita com mais de 85 municípios e que, nos últimos sete anos e seis meses, foram investidos mais de R$ 1,5 bilhão.

- O Estado entra com 95% do investimento e o município, com 5% de contrapartida. Esse é um programa de sucesso. Quem sabe aplicar melhor os recursos são os prefeitos. São eles que escolhem as demandas e o Estado repassa os recursos- explicou o governador.

Pelo projeto, serão 17 ruas em Jardim Peró, em uma extensão de 5,2 quilômetros; 10 vias no Guriri, em uma extensão de 2,6 quilômetros; 28 ruas na Reserva do Peró, em uma extensão de 10,3 quilômetros; e 52 ruas em Monte Alegre, em uma extensão de 16,4 quilômetros.

– A pavimentação das ruas desses bairros permitirá a integração com o restante da cidade e a prestação de serviços públicos essenciais para a qualidade de vida dos moradores – afirmou o secretário de Obras, Hudson Braga.

A estimativa é de que as obras comecem no início do segundo semestre deste ano e terminem em um ano e meio. O governador Luiz Fernando Pezão disse ainda que o Estado vai licitar um Centro de Convenções para a cidade, que atrai muitos turistas.

Para o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, a parceira com o governo estadual confirma que todo o planejamento para reorganizar Cabo Frio está consolidado.

– Planejar uma cidade para viver do turismo precisa de um trabalho sério para melhorar a vida das pessoas. Esse convênio vai transformar muitos bairros e devolver a dignidade aos moradores – disse o prefeito.

Flávio disse...

Parabéns à AFM e seus associados que vivem na luta e na esperança de um salário justo e condições de trabalho descentes. Chega de tanta farra com o dinheiro público...Chega de trocar portarias por votos. O povo quer emprego com dignidade.