ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quarta-feira, 3 de junho de 2015

As MIGALHAS de hoje...


#Turismo
Em um mês, a dupla Dirlei Pereira e José Martins já conseguiu se consagrar a melhor gestão da Secretaria de Turismo neste governo – até porque as anteriores nada fizeram.

#Turismo II
Brincadeiras à parte, é preciso reconhecer que o congresso que reuniu 120 jornalistas de todo o Brasil para debater o tema na cidade e a extinção da taxa para ônibus “bate-volta” (aqueles que trazem turistas hospedados em Búzios apenas para almoçar em Cabo Frio, por exemplo) foram avanços.

#Dinheiro
O Senado aprovou a permissão aos prefeitos para que recebam adiantamentos dos repasses de royalties do petróleo. Cabo Frio poderá puxar cerca de 300 milhões de reais só nessa brincadeira.

#Dinheiro II
Já a contratação de uma empresa para a cobrança e arrecadação da dívida ativa no município poderá gerar para os cofres públicos te 150 milhões de reais.

#Dinheiro III
Vamos ver para onde vai todo esse dinheiro? Estaremos de olho.

#Detalhe
A empresa que fará a arrecadação da dívida ativa já foi escolhida – o pregão aconteceu no último dia 14 de maio:



#Detalhe II
Só não sabemos ainda qual é. Mas se você é empresário do ramo e não ficou sabendo de nada, saiba que você ficou de fora. É assim mesmo...

#Placas
O setor de fiscalização de obras da prefeitura já não parece tão eficiente quanto parece. A construção de um “anexo” à sede da Secretaria de Saúde e uma pomposa casa na Avenida do Contorno, em frente à praça e quadra de futsal da Passagem, não receberam as placas que deveriam indicar o responsável técnico, por exemplo, no caso da segunda (particular); e o valor, contrato e outros dados no caso da primeira (obra pública).

#Placas II

Será que a lei só está funcionando com o cidadão comum, não valendo para os amigos do governo? Afinal, a tal casa na Avenida do Contorno seria de propriedade de alguém próximo – muito próximo mesmo – ao prefeito. Será?

4 comentários:

Anônimo disse...

Venho aqui Rafael repudiar o que estão fazendo com os barraqueiros do festival de camarão, querendo cobrar uma taxa de R$ 900,00 para despesas com barracas e outras coisas... Um absurdo esse valor...são aproximadamente 35 barracas....multiplica por 900,00...olha só o dinheiro que vai dar...muitos são barraqueiros humildes..

Anônimo disse...

O Prefeito fala em crise, mais todo dia aparece funcionário novo na Escola, será que ele esta enchendo a folha do Fundeb?

Anônimo disse...

Caro Rafael, garanto que as ações fiscais, na obra da Av. do Contorno, de propriedade do genro do prefeito atual, foram feitas, por motivos obscuros não surgiram efeito. A mesma foi denunciada ao Ministério público e está sendo acompanhada. A verdade vai aparecer. Tem caroço nesse angu.

Anônimo disse...

Tenho que concordar, em parte quando comenta que o setor de fiscalização não está tão eficaz, o atual governo não está dando condições de trabalho para os fiscais e ainda por cima, retirou as carros que serviam a fiscalização, obrigando os fiscais a trabalharem a pé ou com os seus próprios veículos, sem dar nenhuma ajuda de custo. Esse desgoverno liberou geral as obras irregulares na cidade.