terça-feira, 12 de maio de 2015

Sindicatos unificados paralisam, se reúnem em assembleia e ocupam o prédio da prefeitura.

Foto: Site Notícias Comentadas (Alessandro Teixeira)

Ontem, os sindicatos ligados aos servidores de Cabo Frio, em movimento unificado, promoveram uma paralisação de 24h, que culminou com a Assembleia Geral da categoria, às 17h, em frente à prefeitura da cidade. Infelizmente, não pude estar presente por estar trabalhando em outro município e só ter chegado à noite.

Entretanto, o resultado positivo do ato foi sentido por sua repercussão, mesmo entre os que não puderam comparecer. 70% dos docentes da Rede Municipal aderiram à paralisação. A categoria ocupou o prédio da prefeitura (assista ao vídeo da ocupação clicando AQUI) em busca de um retorno para suas pautas, ou, ao menos, uma resposta aos inúmeros ofícios com pedidos de audiência com o prefeito da cidade, para debater as demissões, a reforma administrativa, os descontos ilegais em salários de servidores, a morosidade nos processos de aposentadoria e licenças, o não repasse da contribuição sindical, entre outros abusos do governo.

Foto: Portal RC24H (Renata Cristiane)

Em resposta, via assessoria, a prefeitura afirmou que o movimento era "um movimento político". A afirmativa foi veiculada ontem, no Jornal Inter TV, segunda edição.

Os sindicatos abrirão ação no Ministério Público contra o descumprimento do PCCR pelo governo, por exemplo, pelo fato de ainda não ter instituído o COMPARP.

Para assistir à reportagem do Jornal InterTV, segunda edição, sobre a paralisação, clique AQUI.

NOSSA OPINIÃO: Leia o Editorial de hoje.

Nenhum comentário: