quarta-feira, 13 de maio de 2015

EDITORIAL - Uma cidade sem saúde.


Acompanhando a coletiva de imprensa concedida pelo prefeito emérito de Cabo Frio, Alair Corrêa, na qual, napoleonicamente, coroou-se como novo Secretário de Saúde, é possível observar uma mensagem implícita, mas também explícita, no discurso do governante: a culpa do caos que vive a saúde da cidade, para ele, é do servidor.

A criação de uma Comissão de Correição, sua própria nomeação como ordenador da pasta, bem como seu discurso no evento, mostram que o objetivo da movimentação é culpabilizar o profissional da saúde, como se fosse dele o problema da falta de remédios em hospitais; de gaze; de linha para ponto; de centrífugas quebradas; de apadrinhamento político para marcação de consultas e cirurgias; de demora no atendimento.

Todo servidor precisa respeitar leis e regras, mas não será uma manobra tirana que fará o trabalhador cabofriense, já oprimido e desvalorizado, ser criminalizado por erros propositais que passam, na verdade, pelas mais altas esferas políticas e financeiras desta gestão.

Não deixaremos que essa injustiça avance.

Bom dia!

2 comentários:

Anônimo disse...

Essa história toda do prefeito se " coroar" Secretário da Saúde, dizendo que irá melhorar a qualidade, não faltando remédios, roupa de cama, etc,etc....é tudo para enganar o zé povão; estamos há 16 meses das eleições, então, ele, recupera a saúde, colocando remédios, exames, médicos, etc,e isso servirá para sua campanha eleitoral. Agora uma perguntinha básica: as roupas hospitalares sujas/infectadas do Hospital de Jardim Esperança, continuarão a serem transportadas para a lavanderia na ambulância, junto com pacientes e com material colhido (sangue, urina e fezes), que são levados para Laboratório do Pam?Inclusive quando um servidor concursado fez a denúncia, gravando a situação, simplesmente foi transferido para Tamoios como represália.

Agrocha disse...

É isso aí Rafael...
Se hoje eu me encontro na situação que você bem sabe, foi justamente porque comecei a ver as coisas erradas acontecendo e não ficava calada.
Essa questão da ambulância não acontece apenas no HMOCS, mas sim em todas as unidades que possuem ambulância.

Melhor ficar calada!!