quinta-feira, 28 de maio de 2015


Um comentário:

Anônimo disse...

TODOS POR CABO FRIO

Com esse slogan a população de Cabo Frio, mantém a esperança de que sob a gestão do novo Prefeito, as transformações necessárias em todos os seguimentos serão implantadas, haja vista o conteúdo do PROGLAMA DE GOVERNO.
As transformações urbanas que acontecerão em todo âmbito municipal, prevê investimentos com o propósito de expansão em empreendimentos já existentes desde o pequeno comercio à prestação de serviços.
A criação de polo industrial, as transformações na área do turismo e os investimentos no 2º Distrito de Tamoios, requer a capacitação da população e dos atuais estudantes para atender essa demanda.
Nesse contexto, a Cidade de Cabo Frio deve ter um local adequado às futuras demandas de pesquisa do saber; portanto criar e modernizar a BIBLIOTECA MUNICIPAL, não é só uma necessidade, mas uma demonstração de que o atual GOVERNO MUNICIPAL, com uma mentalidade administrativa progressista coloca em prática medidas que possibilitam a Cabo Frio, igualar-se aos grandes centros de turismo do Brasil, como também dos Países tradicionalmente desenvolvidos nas atividades turísticas.

Muitas vezes, a biblioteca pública é a instituição cultural mais importante em uma cidade. Como o acesso às bibliotecas pelos cidadãos é fácil e direto, esses locais contribuem para formar leitores e promover o hábito de leitura, e são fundamentais para o acesso à informação e para a transmissão de conhecimentos. Hoje, os cidadãos não consultam na biblioteca apenas livros e revistas, mas também fazem pesquisas na internet, pegam emprestados CDs e DVDs e participam de atividades culturais.

Para que a biblioteca possa realizar esse papel de principal centro de informações de uma cidade, seu acervo deve ser periodicamente renovado com publicações e obras de diversas linguagens artísticas e culturais. Além disso, deve promover constante interação com a comunidade e ter seu acesso livre para todos os cidadãos.

É preciso que os estados e as cidades possam garantir que as bibliotecas realizem seu importante papel como principal instituição cultural das cidades. Para que isso seja possível, os governos precisam garantir em seus orçamentos recursos para manutenção, modernização e comunicação desses espaços e garantir o acesso de pessoas com deficiência aos espaços.
Mesmo conhecidas às metas e propostas a serem colocadas pelo Senhor Prefeito, constata-se que existem áreas que as ações de transformação são consideradas muito Tímidas.
Nessa situação se encontram algumas áreas no seguimento da Cultura, especificamente na modernização da BIBLIOTECA MUNICIPAL.
Importante ressaltar que os índices de analfabetismo e níveis de cultura da população brasileira, recentemente divulgados, tanto por órgão federal, como por entidades internacionais, tornaram-se alvo de preocupação e por esse fato, requer ações de todos os níveis de governo.
A ausência de um Projeto exclusivo para organização e implantação de uma BIBLIOTECA de fato PÚBLICA, através da qual a população alvo possa ter melhor acesso ao saber, vem contribuindo com os referidos dados.
Muitos dos Municípios que fazem parte do Brasil, já optaram por oferecer melhores condições de acesso ao saber, com essa medida, conseguiram melhorar o nível de cultura de seus munícipes, com reflexos na qualidade de vida e no relacionamento entre governantes e governados.

Por todo o exposto, na condição de povo de Cabo Frio solicitamos ao Senhor Prefeito as providencias que se fizerem necessárias para a locação de uma nova área destinada à BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CABO FRIO; com absoluta convicção, a gestão atual, não só estaria beneficiando sua população, como também estaria suplantando em muitos predicados, as administrações anteriores, e mais, o slogan “TODOS POR CABO FRIO” estaria plenamente sendo reconhecido e consolidado por toda a população Cabo-friense.