terça-feira, 5 de maio de 2015

Associação de Fiscais do Município abre processos no Ministério Público contra o prefeito de Cabo Frio.

A AFM (Associação de Fiscais do Município) protocolou no Ministério Público dois pedidos de investigação.

Um leva o número 1.30.009.000226/2014-40, referente a vários pronunciamentos do Prefeito, nos quais o próprio cita que existem "mais de 15 mil funcionários" na prefeitura. Ora, somando-se todos os servidores efetivos da administração direta, educação e Comsercaf, somos menos de 7 mil. Quem são os outros 8 mil?


O outro leva o número 2014-01345870, e refere-se a uma acusação de negligência por parte da prefeitura e do IBASCAF. A prefeitura não apresenta o espelho da folha de pagamento mensal dos funcionários, sendo assim o instituto não tem como aferir se os repasses de contribuições recebidos estão com o valor correto, porém  o IBASCAF não exige a apresentação deste documento. 

Vale salientar que, por conta desta falta de controle ao longo da existência da autarquia, a prefeitura tem uma dívida confessada com o instituto de 40 milhões de reais. Existe um acordo de pagamento desta dívida em 20 anos que deveria ter iniciado em janeiro de 2015, porém a prefeitura não pagou nenhuma parcela até agora e o IBASCAF não cobra judicialmente, apenas protocola ofícios administrativos todo mês.

E a justiça, vai movimentar esses processos ou não? Estamos de olho...

2 comentários:

Anônimo disse...

Acho que tinham que abrir esses processos no RJ,pois aqui nem as determinações para remédios são obefecidas.

Anônimo disse...

convocação dos aprovados no ultimo concurso já!!!