segunda-feira, 20 de abril de 2015

EDITORIAL – Um giro de 360 graus.




A metáfora infeliz e matematicamente incorreta verbalizada pelo prefeito Alair Corrêa em recente entrevista representa muito mais do que uma falha discursiva ou um engano científico.

Na verdade, ao afirmar que “deu um giro de 360 graus” em sua trajetória política, Alair nada mais disse do que a pura verdade. Ao longo de quase 50 anos de vida pública, mas mais especificamente, nos últimos 20 anos de royalties, o governante ofereceu a seu povo um “mais do mesmo” administrativo,uma gestão que já nasceu antiquada e a manutenção presente de um modelo falido.

Destaque no jornal O Dia de sexta-feira, a escarnecida matemática alairzista acaba refletindo uma triste realidade: o atual governo, quando se movimenta, ou é para retroceder e prejudicar o cidadão; ou é para voltar ao mesmo lugar. Avançar é palavra proibida no Palácio Tiradentes.

E assim, em meio a contas mal feitas que dão resultados verdadeiros sem querer, seguimos numa crise de sombras, sem clareza e sem verdade, sob um governo que gira em redor de si mesmo, cavando, lentamente, a própria cova na qual irá se sepultar.


Bom dia.

Nenhum comentário: