terça-feira, 7 de abril de 2015

A CRISE É O GOVERNO - Números da Educação.

A prefeitura de Cabo Frio recebeu, nos meses de janeiro, fevereiro e março R$ 25.471.679,95 do FUNDEB.

A folha da educação em janeiro e fevereiro é menor do que a dos meses seguintes, pois nesses dois meses não temos contratados, já que, ao menos legalmente, todos os contratos são encerrados em dezembro nesse setor da administração pública, por não haver aulas, já que as mesmas só se iniciaram após o dia 23 de fevereiro, e os contratados só começaram a trabalhar em março.

No mês de março, é possível que a folha da educação tenha beirado os 11 milhões de reais, que é o valor padrão das despesas com educação. 

Levando-se em conta ainda que o município sempre pagou com recursos próprios uma parte da folha da Educação, por que houve atraso no pagamento do setor em Cabo Frio? Afinal, a verba da pasta é "carimbada", como se diz, não pode ser desviada para outra área - e havia verba de sobra, como aqui comprovamos.

Dados: Professora Denize Alvarenga.


Nenhum comentário: