segunda-feira, 2 de março de 2015

ABRINDO A CAIXA PRETA DA PREFEITURA DE CABO FRIO - Os shows e suas contradições.

Abaixo, a lista dos shows do Réveillon 2014/2015, pagos pela prefeitura de Cabo Frio:


Vamos analisar dois casos.

SAMBÔ - Cabo Frio pagou 81% a mais que o normal.

O Grupo Sambô cobra, em média, entre 70 e 80 mil reais por show por todo o Brasil, inclusive, em cidades da nossa região. No ano passado, nosso blog já havia denunciando essa grande diferença: enquanto a apresentação do grupo custou por aqui 147.900 reais, em Búzios o custo foi de 80 mil e em Espírito Santo do Pinhal (SP), 75 mil reais. Agora, novamente o absurdo: 144.900 reais para a apresentação (relembre o caso clicando aqui), valor que representa 81% do que a média do valor cobrado.

RAÇA NEGRA - Cabo Frio pagou 98% a mais do que o normal.

Cabo Frio pagou, por duas apresentações do Raça Negra 9uma delas foi no dia 30 de dezembro de 2014), 416.097 reais, o que dá 208.048,50 reais por show, 98% a mais do que o que foi pago pela prefeitura de Imbituba (SC) menos de 20 dias depois (no dia 18 janeiro de 2015) - 105 mil reais:


ANITTA - Quase 200%. NEGUINHO DA BEIJA-FLOR - Quase 100% a mais do normal.

Some-se a esses casos os já famosos shows absurdamente pagos para os artistas Anitta e Neguinho da Beija-Flor, conforme denunciamos em primeira mão em nosso blog, antes deste "pacote" do Réveillon. Para lembrar, clique aqui e aqui.

PARA ILUSTRAR

José Robério Batista de Oliveira, Prefeito de Eunápolis, na Bahia, está sendo processado por utilizar empresas locais para intermediar a contratação de shows de grandes bandas, publicando valores muito mais altos, que saem dos cofres das prefeituras para as tais organizadoras. Nas mãos os artistas, chegariam os valores normais do show. A sobra...bem, vocês sabem. Uma parte do processo, na qual é chamada para depôr a presidente do Grupo Araketu, pode ser lido clicando aqui. A Banda Araketu, aliás, está na lista acima, de shows pagos pela prefeitura de Cabo Frio no último Réveillon.

O Tribunal de Contas do Município de Fortaleza (CE) pediu explicações ao governo local pelos valores absurdos pagos a artistas no Réveillon de 2013/2014. Um dos artistas questionados é exatamente a Banda Araketu. O TCM de lá achou um absurdo o valor de 150 mil reais pago ao grupo. Imagina se eles soubessem que, neste Réveillon, a prefeitura de Cabo Frio pagou 383.350 reais por duas apresentações, ou seja, 191.675 reais por show...

Mas é claro que isso são coisas que só acontecem no Nordeste brasileiro...certo?




8 comentários:

Anônimo disse...

Rafael, parabéns pela coragem de mostrar a nossa população para onde está indo nosso "DINERO". Precisamos ficar atentos pois a crise que o prefeito faz questão de falar que é devido ao petróleo tem na minha opinião outros motivos: Má gestão, contratos de manutenção suspeitos, contratação de shows superfaturados, obras superfaturadas e que não acabam nunca, além é claro das gordas portarias e os muitos fantasmas, e muitos outros problemas ocasionados pela péssima gestão... Agora uma sugestão para vc, esses problemas que vc expõe no seu blog não pode ser encaminhado ao ministério público? Fantástico? CQC? Enfim o Brasil precisa conhecer o nosso prefeito... Parabéns pelo blog.

Suzam irene disse...

O mas triste e revoltante de tudo isso é continuar esse discaso e ninguém fazer nada

Anônimo disse...

A cidade está cada dia se afundando mais... Será somente a crise do petróleo? Está aí explícito uma das inúmeras falcatruas do prefeito e seus secretariados. Não sabemos nem da metade da corrupção que acontece dentro dessa prefeitura. Enquanto o povo cabofriense "sofre" o prefeito está sorrindo com o bolso cheio!

Anônimo disse...

Lamentavelmente a farra vai continuar por mais 06 anos......

Anônimo disse...

Chama o fantástico "cadê o dinheiro que estava aqui?"

Anônimo disse...

Faço minhas as palavras do amigo anônimo de 3 de março de 2015 09:48

Anônimo disse...

Essa farra já dura 20 anos.

Anônimo disse...

Essa farra já dura a 20 anos e vai durar mais 200 anos.