sábado, 17 de janeiro de 2015

MIGALHAS DE VERÃO - Como anda nossa cidade?

#Água
Segundo denúncias de quem entende do setor, a água que pacientes e acompanhantes bebem na UPA de Cabo Frio vem direto da caixa d'água, pois os pré-filtros e bebedouros já foram retirados de lá há muito tempo e os aparelhos de ar condicionado não passam por limpeza há tanto tempo quanto. Será?

#Jogada
Agora ficou claro o apoio do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) à reeleição da presidenta Dilma no segundo turno do ano passado. O também deputado Róbson Leite (PT) declarou no último dia 14 ao Jornal O Dia, que defende o apoio do diretório estadual petista a Freixo para a prefeitura do Rio em 2016 - com direito à indicação do vice. Leria a matéria completa clicando aqui.

#Papa
O Papa Francisco fez uma polêmica análise sobre os atentados terroristas na França. Para ele, uma coisa é condenar veementemente esse tipo de crime. Outra coisa é aceitar sem posicionamento crítico que uma parcela da imprensa, apoiada no dogma da liberdade de expressão, possa achincalhar quem quiser, desrespeitando opções religiosas. Os dois lados da moeda têm de ser vistos. Concordo plenamente com o Pontífice.

#Bagunça
O sistema de pré-matrícula está mesmo uma bagunça sem fim. Não foram disponibilizadas vagas de Ensino Médio, que passaram a ser preenchidas presencialmente em outra data. O sistema cai muita vezes. Não tem hacker nisso - tem incompetência. Pronto, falei.

#Bagunça II
E o processo de remanejamento de professores na Secretaria Municipal de Educação foi realizado, novamente, sem critério técnico. Quem chegasse primeiro levava a vaga. 

#OqueFazer?
É preciso urgentemente reformular a legislação municipal (aliás, é preciso criar uma legislação municipal) sobre escolhas em processos de remanejamento, remoção, turmas e horários nas unidades escolares, elencando itens como antiguidade, distância entre residência e local de trabalho, e periculosidade, como decisivas no ranqueamento dos servidores para fazerem suas opções, tudo a partir de discussão com os sindicatos da categoria. Se não, não há justiça.

#OqueFazer? II
O mesmo precisa ser feito em relação às vagas para alunos nas unidades escolares. Problemas com tráfico nas localidades e necessidades outras, por exemplo, precisam ser levados em conta. Não basta ganhar quem chega primeiro. Dá para fazer - é só ter vontade, querer e pensar no povo mais sofrido dessa cidade.

#Abandono
O caso do idoso doente abandonado no Jardim Esperança está repercutindo por toda a cidade. Saiba mais lendo o Blog do Vinícius Peixoto, clicando aqui para acompanhar a matéria na íntegra.

#Legal
O Tribunal de Justiça fez o óbvio: declarou plenamente legal a greve da educação em Arraial do Cabo. Mais um tapa com luva de pelica na gestão de Andinho na cidade. Leia a manifestação do TJ na íntegra clicando aqui e acessando o Blog do Sepe-Lagos.

#Indicado
Adivinha quem vai ser o próximo indicado da presidenta Dilma para o STF? Seu próprio Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso. Genial, não?

#Passagens
Começam a pipocar por todo o país protestos contra novos aumentos das passagens.

#Passagens II
Por aqui, o povo da AERJ foi às ruas com coragem e também se manifestou em frente (e dentro) da Prefeitura ontem. Parabéns para a rapaziada - é assim que se faz.

#OqueFazer?
O governo municipal precisa desde já firmar, via decreto, novas regras para a revisão da próxima licitação do transporte público na cidade. A condução do texto novo precisa incluir a convocação de audiências públicas com representantes de usuários em diversas categorias (estudantes, aposentados, trabalhadores, associações de moradores, etc.) para que haja compensações e compromissos da permissionária ao longo da permissão.

#OqueFazer? II
Como isso ainda demora, seria bom já o governo municipal convocar audiências públicas para discutir os aumentos de passagens, mesmo que isso não seja previsto no contrato de permissão. Quando o povo se manifesta assim, é por duas insatisfações: gastar mais com o mesmo serviço, por vezes, de baixa qualidade; e receber esse aumento de maneira impositiva, sem participar das discussões. O segundo ponto se resolve com a audiência pública. E o primeiro pode ser resolvido por ela também.

#Prêmio
A lutadora comunidade escolar da E.M. Patrícia Azevedo é novamente manchete nas redes sociais pelo bom trabalho pedagógico realizado. Clique aqui e saiba mais. Parabéns a esse povo guerreiro.

2 comentários:

Julio disse...

Em Cabo Frio a pipoca não estourou . Foram reclamar das tarifas intermunicipais com o prefeito Alair, quando na verdade deveria reclamar com outra autoridade e vão ter que desembolsar uma "tarifa especial" no valor de R$5,00(Mãos Ao Alto!),para assistir o festival realizado na cidade. Ou seja, uma tarifa dentro da cidade em ônibus convencionais mais caro que os da tarifas intermunicipais.

Janeiro, festival de verão(substituto da micareta?) e mais nada da cidade. E as reclamações , porque a micareta era realizada em pleno janeiro no "governo passado" e mais nada a declarar para alegrar a massa,que era contestada no "governo passado", agora nada a declarar!
O que tem a dizer? Aquele senhor proprietário de um restaurante localizado no canal,que vivia reclamando da realização da micareta em pleno verão. E agora não atrapalha? Ele virou coordenador de uma secretaria que até agora, não se ver uma boa "ação"?

Julio disse...


E por falar em prêmio, o Moacir Cabral do único jornal diário de terça à sábado da cidade, pelo visto, gosta muito e quer ver o bem do ex-secretário de saúde Dr. Roberto Pillar, hein(rsrs). Tudo isso, porque publicou há uma semana atrás: que o ex-secretário teria sido convidado pelo atual prefeito para assumir o posto que ele deixou em 31 de dezembro de 2012. E o ex-secretário disse: "não". Que mentira, hein!
Quando contaram-me eu disse: É kaô! Imagina! O ex-secretário no "estado Alairzâmico" e charge de Maomé no Jornal Charlie Hebdo, tudo a ver.