sábado, 6 de dezembro de 2014

MIGALHAS - Sobre merendas, obras, fantasmas e umbigos.



#Merenda
Numa escola municipal, funcionários foram avisados que não poderão almoçar nem lanchar na unidade no mês de dezembro. Já quase não haveria comida para as crianças. Em outra escola, os alunos andam comendo banana no lanche e macarrão puro no almoço. Em boa parte da rede, foi recomendado que o peixe fosse jogado fora. Parte desses problemas já foram levados ao Conselho de Alimentação Escolar. Que coisa.

#Sinal
Na quarta-feira, Guardas Municipais coordenavam o trânsito no trevo da Só Rações (encontro das Avenidas Joaquim Nogueira com a Teixeira e Souza) porque os benditos semáforos ainda estavam apagados. Que coisa.

#Transtorno
O pior é que a Avenida Joaquim Nogueira está impraticável, por ter obras pelas segunda vez em dois anos. Ninguém agüenta mais.

#Contradição
Uma placa enorme, ostentando as obras que serão feitas no bairro Guarani, estava bem ao lado do semáforo apagado. Se os 6 milhões de reais anuais em publicidade fossem usados para a manutenção dos sinais de trânsito na cidade, nenhum estaria parado. E ainda teria remédio nos hospitais. Deu para entender?

#Fantasminha
Uma figura está lotada na Secretaria Municipal de Educação, mas mora no Rio de Janeiro – o que assume tranquilamente em seu perfil na rede social Facebook. Por que ninguém fala nada? Porque ele é amigão de um vereador governista e de um blogueiro, e foram todos companheiros de torcida organizada na juventude. Claro que isso acontece numa cidade do interior do estado do Rio – que não é Cabo Frio.

#Ensaios

Vão começar em dezembro os ensaios do G.R.E.S. União dos Bairros, que trará como enredo para o carnaval 2015 o livro de minha autoria, “O outro lado da ponte”. A data provável do primeiro evento é o dia 17. Estaremos confirmando nos próximos dias.


#Umbigo
Blogs governistas ridicularizam a árvore de natal que a prefeitura instalou nas ruas de Arraial do Cabo. Só esqueceram de olhar para o próprio umbigo e falar que é o mesmo modelo que o prefeito de Cabo Frio colocou em Tamoios. Precisa dizer mais alguma coisa?

2 comentários:

Julio disse...

Na era das denúncias em que: empresários espertalhões de certa cidade do interior do Rio, "cobra" o cartão de benefício da passagem, para contratação de funcionários, uma secretaria de educação também de uma cidade do interior tem funcionário que mora na capital e trabalha no interior. Será que é vale transporte? "Teletransporte"? Ou faz baldeação?

Ah, Diretoria da Dona Salineira toma VERGINGA e pede para limpar o ' carro " 710 que está ou estava na linha 312. Uma imundície deletada quando entrei no ônibus. Uma vergonha! E os usuários nem aí! Cinquenta centavos calou a boca.

Julio disse...

Cá entre nós, a árvore de natal do Arraial do Cabo parece uma sombrinha fechada iluminada.