domingo, 14 de dezembro de 2014

EDITORIAL - A perseguição visceral.


Perseguir servidor concursado que se manifesta democraticamente contra governos tem sido uma tendência constante que se alastra pelas cidades da nossa região. O caso específico mais recente, divulgado ontem, foi o da exoneração da Professora Denize Alvarenga da prefeitura de Búzios por acúmulo ilegal de cargos. A servidora protocolou pedido de exoneração do estado imediatamente ao assumir o cargo na prefeitura buziana.



O fato do estado não ter deferido ainda o pedido de exoneração da professora não dá ao município o direito de considerá-la acumuladora do cargo. Seria o mesmo que dizer ao consumidor que ele deverá pagar o serviço que cancelou só porque o fornecedor não acatou o pedido de cancelamento. Há direito desde o pedido e do desligamento real do servidor.

O que está acontecendo em Búzios nada tem a ver com direito, na verdade, mas sim com perseguição política, pelo fato da professora ser sindicalizada e fazer clara oposição ao governo buziano, assim como aqui em Cabo Frio sofri e sofro perseguição política do atual governo - atestada juridicamente por parecer do Ministério Público e decisões judiciais. Nesse sentido, a atual gestão da cidade de Cabo Frio parece estar fazendo escola na região - uma escola negativa e nefasta. Para quem duvidava que nossa cidade era pólo de influência e de liderança regional, ao menos nesse quesito mórbido, é fato que há um movimento de imitação da prática local nas esferas regionais.

Mais do que isso, talvez. Certos grupos político possuem nas suas vísceras a perseguição a quem lhes enfrenta. O prefeito André Granado foi secretário do governo Toninho Branco, que é aliado e, segundo entrevista publicada pelo Blog Iniciativa Popular, foi funcionário de Alair em sua gestão (clique aqui e saiba mais).

É preciso combater todo tipo de perseguição. Estaremos juntos nesta luta e certamente venceremos, pois a lei e o bom senso estão ao lado dos servidores e trabalhadores de bem. E que um dia Cabo Frio seja exemplo para o bem das outras cidades da região. E não para o mal.

Bom dia.

Nenhum comentário: