quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

EDITORIAL - A desumanidade de Bolsonaro.


Neste ano letivo, duas alunas, em salas e séries diferentes, me perguntaram sobre Bolsonaro. Uma perguntou-me o que eu achava dele. A outra, se votaria nele para presidente do Brasil. A uma, disse que, por mim, preferia que Bolsonaro nem existisse. À outra, respondi que não votaria nele porque só voto em pessoas, do tipo humano, e tinha dúvidas se Bolsonaro se encaixava na categoria.

Depois das duas respostas, senti-me um pouco arrependido. Não por demonstrar meu repúdio ao posicionamento político lamentável do deputado carioca, mas pelas minhas respostas ríspidas e polêmicas. Apesar disso, sei que nenhuma foi eivada de emoção momentânea, mas expressa de maneira estratégica - era preciso chocar, porque sei que quem me perguntava tendia a aprovar a conduta do parlamentar, supondo que o mesmo mereça essa alcunha.

O que se viu ontem no Congresso Nacional tornou minhas respostas elogios. Jair Bolsonaro rompeu todos os limites do respeito humano; da ética democrática; da valorização da pessoa; da dignidade da mulher. Bolsonaro ultrapassou as barreiras da dignidade e mais do que ofendeu uma parlamentar - ofendeu um gênero inteiro, mostrando que entende tanto de pessoas, de gente, de humanidade, quanto de decoro parlamentar. 

E não me venham com esse papo de que o Congresso Nacional está completamente envolto em corrupção, não tendo moral para condenar as declarações de Bolsonaro. Não. Um erro não justifica o outro. Boa parte dos parlamentares que por lá passam ofendem o erário e o bolso do povo. Bolsonaro ofendeu o povo em sua existência: homens e mulheres.

Bolsonaro representa, a partir de ontem mais do que nunca, o que há de pior do pior na política e na população brasileira. Um retrato fiel dos comportamentos que levam à violência contra a mulher e ao desrespeito contra todo tipo de ser humano.

Agora é possível entender porque Bolsonaro é contra os direitos humanos. Como eu disse naquela aula, somente humanos podem compreender seus direitos.

Bom dia a todos. 
Menos para o Bolsonaro.

8 comentários:

Anônimo disse...

Bolsonaro respondeu a uma acusação da Maria do Rosário que o acusou de ser estuprador. Não distorça os fatos.

Ele foi acusado por ela e você não se pronunciou, por quê?

Você é declaradamente anti-Bolsonaro e só está usado o fato para derramar o seu ódio por ele.

Para quem quer ser vereador, você está indo muito bem.


Filadelfo disse...

Prezado Prof Rafael, bom dia.
Fico feliz, com o seu arrependimento.Contudo, não sou advogado do mesmo, nem tão pouco seu eleitor.Mas vejamos com 1 pouco + de reflexão: Em que momento essas palavras, mal colocadas foram proferidas? Eu não partilho, deste pensamento, mas com todo respeito, Bolsonaro, com todo o seu destempero, foi eleito pelo povo, assim como os demais.Povo este que em sua grande maioria, não partilha deste seu péssimo exemplo.será que Bolsonaro, não tem postura parlamentar, à ponto de não ter 1 comportamento civilizado, que seria o "decoro parlamentar"? Prof, conviver com quem pensa e age diferente de nossas convicções é que está o segredo desta vida.Repito, não voto nele, nem aceito este tipo de postura, mas ele sabe muito bem pela formação, o que é "direitos humanos e defesa das Instituições".
Filadelfo Filho

gilmar alencar disse...

Excelente texto. Fizeste uma analise corretissima. Se houvesse golpe militar no Brasil haveria a possibilidade de pessoas desse nivel torturarem e estuprarem, e milhoes de brasileiros apoiam isso. O ser humano tem facetas sinistras e monstruosas. Mas temos que exigir que esse individuo seja punido e temos que lutar pra que melhore a qualidade do ser humano e haja uma convivencia fraterna.

Anônimo disse...

Ela primeiro chamou o Bolsonaro de estuprador ,quem fala o que quer .tem que estar pronta para ouvir o que não quer .Ela só pode ser desta cúpula que estupra os brasileiros de formas piores. Classifica um pobre que ganha 300 reais em classe média .isto é um pequeno exemplo ,pois se fosse falar mais ,caberia que nunca na historia deste país se viu tantas ················

Anônimo disse...

Mulher nenhuma merece qualquer tipo de agressão.Todavia, diziam que as mulheres seriam a redenção da politíca. Triste ilusão. Para manter as benesses de um grupo de bandidos,a mulher que preside o País desceu ao mais baixo nível imaginável.Virou homem. Um homem bem escroto.Bolsonaro é um subproduto da fedentina petista.Ambos se completam.

Anônimo disse...

Rafael, minha admiração por você e sua coragem de lutar por suas convicções é imensa, mas nesse fato do Deputado Bolsonaro, vou concordar com as palavras dos Sr. Filadelfo Filho no comentário acima. E vou acrescentar minha rápida opinião: Eu tenho vergonha do conceito que o Brasil tem sobre DIREITOS HUMANOS! Conceito completamente deturpado, onde só beneficia ao dito "bandido" colocando a "vítima" em total desvantagem e exposta à punições injustas. DIREITOS HUMANOS no Brasil não defende o direito do cidadão de bem, honesto e trabalhador, mas é o que temos, afinal o que é coerente nesse país em que vivemos?
Quanto ao Bolsonaro, nunca dei e nem darei meu voto a ele, mas há de se filtrar o que é dito por ele em meio a toda aquela arrogância e falta de educação que lhe é peculiar e veremos que nem tudo é lixo.
Adriana Gonzalez

Humberto Berg disse...

Pessoas de bem são assassinadas, estupradas, perdem filhos para trafico, etc, etc, etc...Ai o assassino, e/ou estuprador é preso, se ele tem um filho, o mesmo ganhará mais que um salário mínimo, além do gasto com suas diárias na prisão...a pessoa de bem perdeu alguém da família, não ganhara nada...eu pergunto: cade o direitos humanos? O Bolsonaro só falou verdades, e se defendeu de uma mulher que o ofendeu...na hora do sangue quente todos nós podemos falar m....sem hipocrisias por favor...chega...o Brasil precisa mudar urgente...o Brasil é o pais campeão em homicídios no mundo...

Filadelfo disse...

Prezado sr Humberto Berg, boa tarde.
Eu esperva que alguém falasse sobre esta questão, de "um recluso (preso), se tem 1 filho, o mesmo ganhará + que 1 SM". Gostaria de dizer-lhe, de que não é desta forma que o INSS faz. De acordo com às Normas Previdenciárias, é necessário que se tenha 1 mínimo de contribuição - 18 meses.Fará, 1 cálculo, referente estas Contribuições e, achará 0 resultado, que será "rateado", pelo nº de filho/dependentes inscritos no INSS. O Sistema prisional, dará uma Declaração, além dos Documentos da Justiça, de que o mesmo se encontra recluso.A coisa é 1 pouco + difícil do que se pensa. Já os nossos campeões mundiais de futebol, tiveram sem nunca contribuir e, recebem uma pensão de aproximadamente R$ 4.000,00 . Isto é que direito bom. Os tricampeões, ainda receberam R$ 150 mil, de pecúlio, também sem ter contribuído para o INSS.
Filadelfo Filho.