terça-feira, 18 de novembro de 2014

MIGALHAS: Racha no PT // Silas e as Dunas // Buracos // Estatuto da Juventude // Novas Cotas // Plano Municipal de Educação // O PMDB nas próximas eleições.


#Racha
Boa parte da executiva estadual do PT se reuniu ontem na sede da CUT, no Rio, para definir posicionamento em relação ao governo Pezão (PMDB). O governador conta com a presença do partido no poder, mesmo com a candidatura de Lindberg. Cinco deputados estaduais, dois federais e alguns prefeitos da legenda querem ficar com o governo. O presidente estadual Washigton Quaquá lidera a tese de oposição ao PMDB.

#Vistoria
O prefeito em exercício Silas Bento vistoriou a UPA hoje. Será que amanhã ele aparece nas Dunas do Peró?

#Buracos
Um buraco na Vila do Sol, em frente ao Posto de Saúde; e outro no caminho para o Lido, na Praia do Forte, incomodam moradores. E aí, vamos consertar?

#Nada
Mais de um ano depois da sanção do Estatuto da Juventude, nada de regulamentação. A lei federal pedia que o decreto saísse em seis meses. Benefícios como a meia passagem interestadual ainda não podem ser usufruídos por causa desse “esquecimento”. Maldade.

#Luta
No dia 29, teremos mais uma fase das discussões do Plano Municipal de Educação /11, 8h as 17h, Américo Vespúcio fase pme

#Cotas
As universidades públicas do Rio de Janeiro terão de oferecer cotas também para a pós-graduação, incluindo cursos de mestrado, doutorado, especialização e aperfeiçoamento. A lei 6914 é de autoria do deputado Zaqueu Teixeira (PT), foi sancionada nesta semana e publicada no Diário Oficial sexta-feira, dia 7.

#Presidente
O colunista da Época, Felipe Patury defende que o PMDB tem um projeto para candidatura própria à presidência em 2018, e que o nome mais cotado seria o de Eduardo Paes. Acertou na primeira, mas errou na segunda: Paes deverá ser o nome da legenda para governador do estado daqui a 4 anos.

#Briga
Isso não significa que, em troca, ele abrirá mão de indicar o candidato a prefeito do Rio em 2016. Na briga interna com Picciani, Paes, aliás, já começou atacando: reduziu para praticamente à terça parte o orçamento da Fundação Parques e Jardins, na prefeitura do Rio, para 2016. A fundação é dominada pelo grupo de Picciani.

#Detalhe
Paes quer Pedro Paulo e Picciani quer, claro, o filho, para candidato do PMDB a prefeito do Rio em 2016.

#Pesquisa
Falando nisso, o PMDB do Rio encomendou ao GPP uma pesquisa com nomes de possíveis candidatos à sucessão do prefeito Eduardo Paes daqui a dois anos. Romário (PSB) teria 32%; Marcelo Freixo (PSOL) 12,4%; Cesar Maia (DEM) 9,6%; Clarissa Garotinho (PR) 3%; e Leonardo Picciani 2%.

#Voltando

O deputado Janio Mendes deu uma descansada e está de volta aos trabalhos políticos. E já prepara uma surpresa para esta semana. Aguardemos.

Um comentário:

Julio disse...

Segundo um tabloide do "Estado Alairzânico", depois de uma concessionária voltada para o "reino das águas": "pensar" que certa cidade da região dos Lagos é o seu "quintal" e querer "ciscar" como faz galinha ou galo, agora parece que está querendo dá uma de "criança" e esta "pensando" que a cidade é o seu "play". Mais um "tiro d'água". Quem "brinca" e se "balança" nesse "play" é uma "criança egoísta" de 80 anos".


Já sei? Jânio Mendes vai queimar uma carninha, regada a cervas geladas ao som de pagodes , para comemorar o retorno do prefeito ao trono, digo a (tem crase?)prefeitura. Acabei com a surpresa?