quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Muro do Estádio Correão é pichado em protesto contra o governo.

No último sábado, quem passou pela Avenida Joaquim Nogueira à noite viu algo diferente nos muros do Estadio Correão. Um cidadão resolveu pichar os muros da construção esportiva com críticas ao governo de Cabo Frio.


Rapidamente, naquela mesma noite, o prefeito convocou uma força-tarefa para imediatamente pintar o local e retirar as pichações críticas à sua administração.


OPINIÃO:

Sou totalmente contra a dilapidação do patrimônio público. Tal tipo de ação é criminosa e precisa ser repreendida na forma da lei. Mas também sou contra todos os outros crimes que estão sendo cometidos contra a população na gestão da saúde, da educação e da administração da cidade em geral. Embora não seja juridicamente aprovável, a atitude mostra o desespero e a reação firme de populares que já não aguentam mais os desmandos perseguidores e ineficientes da prefeitura de Cabo Frio. 


É preciso punir a todos que cometem crimes contra o patrimônio público - os que picham muros; os que constroem muros entre o povo e seu governo; os que ficam em cima do muro; os que ficam atrás do muro cometendo ilegalidades, faltando com transparência, usurpando dinheiro público e erguendo muros de obras superfaturadas enquanto nossa gente não consegue nem ser atendida num hospital ou tratada com dignidade em seu bairro.

2 comentários:

Julio disse...

Coisa feia hein? Fala Sério! Uma incompetência não justifica a outra. A arena-favela Correão já está um beleza, ainda ficam rabiscando. Pior ainda é rabiscar muro da casa dos outros para protestar. Tem que "rabiscar" certo nas urnas nas próximas eleições e não em muros públicos e privados e etc.

Pô galera, vamos ouvir o Rafael e sair de cima do muro . Quem fica em cima de muro é cerca elétrica.




Julio disse...

Cabo Frio também tem os "escadistas". Dependendo da estação, eles colocam as escadas(a vida toda com uma escada de armar da Casa & Vídeo) no muro e pulam para o quintal. Esses dificilmente ficam em cima do muro.