ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

#FICARUI – A palavra do prefeito.

Ontem o prefeito de Cabo Frio, vendo a mobilização popular nas redes sociais crescendo contra sua inóspita ideia de acabar com o Ensino Médio em Cabo Frio, se pronunciou extra-oficialmente por uma rede social, a fim de acalmar os ânimos. Não conseguiu.

Em um texto, mais uma vez, raivoso e rancoroso, muito mais transcrito pelo fígado do que pela razão, o governante falou muito e não explicou nada, deixando ainda mais clara a intenção nefasta do governo em priorizar outras obras de cimento ao invés da maior das construções: a boa educação de seu povo.

Vamos destrinchar algumas afirmações.

SOBRE O FECHAMENTO DO RUI E DAS OUTRAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO

O prefeito disse que enquanto ele governar, escola nenhuma fecha. Claro. Das 6 escolas que oferecem o Ensino Médio na rede municipal, 5 oferecem também o Fundamental (Elza Bernardo, Edilson Duarte, Marli Capp, Arlete Rosa e Nilo Batista). Logo, se efetivada a medida do Plano Municipal de Educação, essas escolas seguiriam funcionando normalmente, mas oferecendo apenas vagas do 6º ao 9º ano.

E o Rui Barbosa?

O prefeito não se pronunciou até agora sobre isso. Mas só há três possibilidades. A única escola exclusivamente de Ensino Médio de Cabo Frio pode ficar assim:

   1.       Deixa de ser Colégio Municipal Rui Barbosa e torna-se Colégio Estadual Rui Barbosa – transferência de toda estrutura atual para a rede estadual – Difícil. O governo do estado está fechando prédio escolares e dificilmente aceitaria uma nova estrutura grande de 790 vagas.
   2.       Deixa de ser Colégio Municipal Rui Barbosa e torna-se Escola Municipal Rui Barbosa – Passa a oferecer vagas para o Ensino Fundamental no lugar das do Ensino Médio.

   3.       Fim de qualquer atividade escolar no prédio e seu uso para outro fim – como o prédio é de propriedade da prefeitura, ele pode ser usado para outra atividade – até para funcionamento da Secretaria Municipal de Educação.

Prefeito, vamos explicar com bastante calma para que o senhor entenda:  quando falamos em “fechar” o Rui, falamos em nossa revolta por seu governo acabar com uma estrutura autônoma de educação de ensino médio na rede municipal. Uma escola não é apenas um prédio, prefeito. O Rui é uma tradição, uma história, um universo específico de política educacional, que existe de forma única na nossa rede. Temos um sistema próprio de avaliação, de aulas, de planejamento. Temos plenárias, assembléias, projetos de pesquisa. Temos uma proposta de educação com consciência crítica e participação social, de cidadania. Tudo isso, prefeito, é o Rui. E, com o fim do Ensino Médio na rede municipal, isso tudo acaba. Pois se o Rui virar estadual, seguirá os ditames do estado, e perderá suas especificidades político-pedagógicas (que são esses elementos que citei acima, só para o senhor saber). Se o Rui virar Ensino Fundamental, também. E se o prédio ali no centro passar a funcionar de outra forma, mais ainda. Deu para o senhor entender?
Se a segunda opção for a vigente, ainda, os alunos que desejariam estudar no Rui, terão de se alocar nas vagas oferecidas pela rede estadual na cidade e região. E se o Miguel Couto não tiver todas essas vagas (mais de mil juntando as seis escolas), ou outra escola estadual? Os alunos deverão buscar a cidade mais próxima...ainda que seja Iguaba, Araruama...deu para entender o transtorno para os nossos jovens, prefeito?



O FIM DO ENSINO MÉDIO MUNICIPAL É UM MOVIMENTO QUE EXISTE EM TODO O PAÍS E OBEDECE A LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO

Mais ou menos prefeito. Bem para menos do que para mais. A LDB não proíbe que os municípios ofereçam o Ensino Médio. Ela indica que o Governo Federal priorize o Ensino Superior; os estado, o Ensino Médio; e os município, o Ensino Fundamental. Prova disso é que um dos maiores projetos de educação da história do Governo Federal, em sua atual gestão, é a criação de Institutos Federais, como o IFF – Instituto Federal Fluminense, que existe em nossa cidade. O IFF sempre abre suas portas oferecendo o Ensino Médio, com ou sem curso técnico – em alguns casos, oferecendo, posteriormente, cursos de graduação. Então o Governo Federal está contra a lei?

Não há movimento algum de encerramento do Ensino Médio nos municípios. Há, ao contrário, um avanço de outras prefeituras do país no que tange aos níveis de educação – menos a nossa prefeitura, claro. Há municípios que oferecem o Ensino Universitário Municipal, por exemplo. Além do IFF, temos também o exemplo do Colégio Pedro II, que permanece uma instituição de Ensino Médio federal ao longo da história. Há municípios criando suas próprias escolas técnicas. Mas Cabo Frio não – Cabo Frio, na cabeça do prefeito, precisa regredir, ao invés de avançar. Isso sim, para eles, é dignidade.

O QUE HÁ POR TRÁS DO FIM DO ENSINO MÉDIO MUNICIPAL?

Em minha opinião, há duas inspirações: uma ideológica; financeira.
Ideologicamente, o governo encerra atividades que levam aos alunos uma tentativa de ensino crítico e consciente, com formação de cidadania. Quanto menos gente consciente nessa cidade, melhor para o governo – especialmente se forem jovens. O fechamento do Ensino Médio no Colégio Nilo Batista, em Tamoios, tem ainda outro agravante: ali acontece um ensino voltado ao trato da terra, ao cultivo e à independência profissional e financeira dos jovens através do trato do solo. Menos jovens aprendendo isso, significa menos jovens autônomos e mais soltos no mercado de trabalho e sociedade, presas fáceis para as portarias oferecidas em troca de apoio político. Um mar de rosas para um grupo político que faz da barganha e da dependência do seu povo suas bandeiras maiores.

Financeiramente, a rede municipal deixa de pagar os professores contratados de ensino médio da rede. Essas vagas, simplesmente, deixam de ser necessárias. E com o remanejamento dos professores concursados de escolas de Ensino Médio para outras unidades escolares de Ensino Fundamental,as vagas de contratados também se extinguem. Isso significa demissão de contratados – pelo menos, uns 10 por escola de Ensino Médio, para fazer uma conta por baixo. Por volta de 90 mil reais mensais de “economia” – afinal, para este governo, educação é gasto desnecessário, não investimento. Por que a maior obra desta gestão não é a educação do seu povo, mas os quilos de cimento e ferro pagos a empreiteiras de origem e trabalho suspeito. 

Seguimos na luta!
#FICARUI 



2 comentários:

Edna Terezinha Ramos Costa disse...

Excelente colocação, boa pesquis, mas na verdade, o ensino médio já deveria ter transferido ao Estado há muitos anos.. Pois desde a criação da LBD em 1996, ficou recomendado que o ensino fundamental, seguimento até o nono ano, é encargo do Município, e a educação do chamado antigo nível médio é responsabilidade do Estado. Não é encargo do Município, nada impede que continue, pois a lei não proíbe, apenas recomenda. Esta divisão é feita para que nenhuma esfera de governo tenha que arcar sozinha com toda a educação. O que está por traz de toda esta polêmica, é que o Rui Barbosa é um Colégio de referência em Cabo Frio e todos acham que a educação é boa porque é o Município que administra, mas não é.. Quem faz a escola são os professores e os alunos. O mérito do Rui é dos professores e dos alunos e não do Município. Como bem disse, o governo não tem o menor interesse em continuar arcando com o Ensino Médio. Esta manifestação do prefeito, dizendo que vai manter é para aguardar a população e conseguir mais votos na próxima eleição. Repito, o município não tem a obrigação de manter o ensino médio, não é seu encargo, mas se quiser, ele pode. Alair não costuma construir escolas. Não sei de nenhum prédio que ele tenha construído, se tem, por favor, me informe. Não é o perfil dos eleitores dele. O certo seria construir mais e não fechar o que já tem.

Anônimo disse...

AÍ QUE ELE VAI PERDER A ELEIÇÃO DE 2016, MESMO. VAI SER UM TIRO NO PÉ, NA MÃO E OUTRO NA CABEÇA!QUANTA BURRICE!!
QUER DIZER QUE A ESCOLA TÉCNICA DE TAMOIOS É OUTRA ENGANAÇÃO? A ESCOLA TÉCNICA SERIA UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO. É POR ISSO QUE EM TAMOIOS NINGUÉM MAIS ACREDITA EM ALAIR!!!