ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

MIGALHAS - Taxistas e Guardas sem condições // Educação desrespeitada com ausência do prefeito // Governo na berlinda nos Conselhos // Quem foge mais?


#Taxistas
Os taxistas organizados conseguiram pressionar o prefeito e encontrar um meio termo para a taxa de vistoria, que subiu 2.400%: de R$ 14,58 para R$ 350,00. Chegaram ao acordo de 65 reais. Menos pior.

#Detalhe
O aumento para os absurdos 350 reais foi aprovado, por unanimidade, pelos vereadores de Cabo Frio, em dezembro do ano passado. É como se diz: a Câmara é a casa do povo. Só que esse povo não deve ser o de Cabo Frio.

#Trâmite
Agora o prefeito deverá emitir Mensagem Executiva com o reajuste da tarifa para o valor acordado com a categoria, 65 reais. A Mensagem seguirá para a Câmara, e depois de aprovada, entrar em vigor.

#Reclamando
Os taxistas do Sinditaxis reclamaram ainda da máfia do transporte alternativo na cidade, com atuação fortíssima em Tamoios, onde quase todos – coincidentemente, claro – utilizam o adesivo do candidato a deputado estadual Marcos Abraão (PT do B). 144 motoristas desse movimento foram denunciados pelo Ministério Público em 2012 por formação de quadrilha.

#Insucesso
Os conselheiros do CAE (Conselho de Alimentação Escolar), diretores, servidores, funcionários e pais de alunos, não tiveram a mesma sorte: o prefeito e a secretária de educação faltaram à reunião ampliada convocada pelo órgão para esclarecer dúvidas acerca do tema.

#Ironia
Alfredo Gonçalves (PV) foi chamado de fujão por Alair antes de cair nos braços do prefeito. Hoje, pelas contas, o líder do mesmo governo, Taylor (PRB) e o próprio prefeito fogem mais do que o ex-secretário de esportes. Irônico, não?

#Fugindo
Não cabe esquecer que o prefeito faltou à audiência comigo no Fórum de Cabo Frio em junho deste ano, dizendo estar em reunião com o Sindicaf, enquanto, na verdade, comemorava seu aniversário em empreendimento particular, sem ter tido qualquer encontro com os sindicalistas naquela data.

#Lata
Em entrevista a uma rádio local, o governante havia afirmado que, no Conselho de Alimentação, havia um adversário político que dizia ser lata tudo o que ele falava de ouro. Será que a falta na reunião ampliada foi por preocupação com essa confusão mineral?

#Lembrando
E para quem gosta de lembrar um pouco mais o passado, não custa recordar que o prefeito, quando foi deputado estadual, faltava consideravelmente às sessões.

#Maior
A inoperância e trapalhadas da atual gestão municipal geram efeitos nos posicionamentos dos conselhos de acompanhamento e controle social que funcionam no município. O do Fundeb já emitiu parecer contrário às contas do ano passado; o de alimentação, emitiu parecer favorável com ressalvas. No de saúde, as coisas caminham também para a impossibilidade de uma aprovação. Reflexos de um governo ineficiente no trato do dinheiro do povo.

#Saúde
Falando em saúde, não deve demorar muito para a cidade descobrir por que ninguém para como secretário da pasta e por que todos os designados para geri-la são ligados pessoalmente ao prefeito. Digamos que tem tudo a ver com a verba da pasta – seja com a quantidade ou com o rombo nela.

#Guarda
A Guarda Municipal de Cabo Frio anda trabalhando em condições precárias. Até água na base e talões para aplicação de multas faltam para os servidores. O reboque não está mais disponível por falta de pagamento do combustível do veículo e do prestador de serviço. Deplorável.

#Análise
Os casos da Guarda Municipal e dos taxistas, bem como o das medicações em hospitais, denunciados na edição de ontem, parece possuir uma relação evidente: toda possibilidade para se tirar dinheiro do trabalhador ou não gastar com ele, é válida, importante e prioritária para o governo. Como o município é rico, o que justifica a falta de verba para coisas mínimas, como talões, água e vacinas? Para onde está indo o dinheiro?

#Projeto
O vereador Celso Campista (PSB) apresentou projeto de lei que visa aproveitar policiais reformados para serem contratados na Guarda Municipal, dentro da nova política federal de armamento da corporação. A associação dos Guardas foi contra o projeto e pressionou o vereador para que o alterasse – a ação mais coerente seria aprovar a instalação de cursos de formação para que os guardas já atuantes se adaptem à nova lei federal.

#Polêmica
É claro que tudo isso tem a ver com a polêmica sobre o armamento da Guarda Municipal, que motiva a enquete deste blog na barra da lateral. A disputa está mesmo acirrada. E se encerra hoje.

#Cancelou
Dois eventos do fim de semana foram cancelados: a Festa do bairro Novo Rumo e o sábado de reforço para o Enem, no Centro de Estudos Natália Caldonazzi. Este, foi remarcado para o próximo sábado, dia 6. Já a festa, terá sua data divulgada aqui em breve.

#Cancelou II
Mas o pior cancelamento foi o do debate entre candidatos a deputado estadual e federal no Colégio Municipal Paulo Freire, em Búzios. A direção não deixou. Que coisa, não?

6 comentários:

Julio disse...

Que povo? vereador em Cabo Frio mudou de nome? Agora se chama: povo.
O dia que o povo acreditar que a câmara é a casa do povo, pode se considerar desabrigado.

Anônimo disse...

Esses vereadores precisam de qualificação para realmente saber qual é o papel deles .Parece que não sabe ,mas o povo está atento aos seus feitos ,que é fazer sempre à vontade do prefeito. Veteadores quem bate esquece .quem apanha não .portanto não se salva um desse bloco da câmara que é uma vergonha NACIONAL .só em cabo frio mesmo para ser assim.

Anônimo disse...

Lala também é fujão ,é bom não cuspir pra cima porque cai na cara ,não era ele que dizia que o cavalo manco era fujão.

Anônimo disse...

Falta água na base da GM? Imagine então o que acontece em secretarias ditas menores, porém muito importantes? Faltam, além de água, papel higiênico, material de limpeza aos auxiliares de serviços gerais, cadeiras quebradas, computadores enguiçados e/ou ausentes, mesas com amparos para não caírem, fiação elétrica com gambiarras... E até poderia listar mais, porém ultimamente temos é que ficar mudinhos mudinhos :X Isso é que é dignidade?!?!?!

Anônimo disse...

Meu querido anonimo aí de cima. Na SEME que trabalha mais de 100 mulheres esta faltando tudo também.Papel higienico as funcionárias tem que trazer de casa.

Anônimo disse...

Coitadinhas ,e tem bastante pessoas com a melhor idade lá ,se está assim ,imagina o resto.