quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Gato da UPA foi acolhido por funcionários.

Nesta semana, estampamos no blog as imagens de um gato que passeava pelos pacientes da UPA de Cabo Frio no final de semana.

Na verdade, o fato aconteceu na madrugada de quinta-feira. Devido ao frio, o animal procurava abrigo, com fome. Funcionários da unidade tiraram o gato de dentro da unidade e cuidaram do mesmo na área externa, oferecendo leite e abrigo dentro de uma caixa de medicamento vazia, onde o pequeno dormiu a madrugada inteira.

Agora, bem cuidado e alimentado, após passar por todos os exames necessários na Vet'Dor, o bichano recebeu o nome de Argus e tornou-se o mascote dos funcionários da UPA.


7 comentários:

Anônimo disse...

GENTE, O ARGUS ESTÁ A CADA DIA MAIS LINDO! DENGOSO DEMAIS, COME MUITO E JÁ ESTÁ MAIS GORDINHO. CORRE, BRINCA COM O IRMÃOZINHO ADOTADO, DORME BEM E NÃO TEM MAIS ACESSO À RUA.

Julio disse...

A área externa da UPA vai ser a "residencia oficial" do gato chamado Argus? Ou foi(ou eu?) apenas provisória?

Se fosse eu, colocaria o nome desse gato: Prometheus.

Anônimo disse...

AI, COMO É DIFÍCIL, MAS VOU EXPLICAR PELA ÚLTIMA VEZ E DAR ESSE CASO POR ENCERRADO: O GATO FOI ADOTADO POR UM FUNCIONÁRIO E LEVADO PARA SUA RESIDÊNCIA. O BICHINHO NÃO VAI NEM SEQUER PASSAR MAIS PELA PORTA DA UPA. AS INFORMAÇÕES É DE QUE ELE ESTÁ MUITO BEM NO NOVO LAR (REPITO: QUE NÃO É A UPA).
A PASSAGEM DE PELA UNIDADE DE SAÚDE FOI OCASIONAL E SÓ SERVIU PARA QUE UMA PESSOA SE ENCANTASSE COM ELE E O LEVASSE PARA CASA.

O CASO JÁ FOI EXPLICADO, SE QUEREM FAZER GRAÇA, FAÇAM, MAS NÃO ENVOLVAM MAIS OS FUNCIONÁRIOS NAS GRACINHAS. UM GATO ABANDONADO NA RUA PODE ENTRAR EM QUALQUER LUGAR ONDE A PORTA ESTEJA ABERTA, MAS NÃO PRECISA NECESSARIAMENTE PERMANECER NESSE LUGAR.

ISSO É FALTA DO QUE FAZER!

Rafael Peçanha disse...

Caros amigos, não sou de me meter nos debates dos comentários, mas creio que, neste caso, devemos separar os funcionários do governo. Este, que cuida mal e abandona a saúde; aqueles, na sua maioria, igualmente se revoltam com as péssimas condições da nossa cidade e lutam, fazendo o que podem, para melhorar o que está ruim. A acolhida ao pequeno animal mostra essa humanidade latente nos servidores. Penso que este seja o caminho, não devemos misturar as coisas. Um abraço a todos os amigos da UPA e deste blog!

Julio disse...

Se essa polêmica bobo e sem lógica, foi por causa do nome Prometheus, que eu sugeri para o gato, nada a ver. Onde está a graça? Mesmo sendo cabofriense, não tenho esse "ranço" de levar todas as discussões para o lado politico, que muitos têm. Pensamento estava longe.Onde está graça? Há mistura? Tanto nervosismo por quê? Fala sério!
Pois é ANÔNIMO OU ANÔNIMA, o gato já foi adotado e bem alimentado, vida que segue.

Anônimo disse...

É ISSO AÍ RAFAEL, SEU COMENTÁRIO FOI BASTANTE OPORTUNO.

Julio disse...

Miau miau