sexta-feira, 25 de julho de 2014

PR X PCCR: Ministério Público emite Parecer favorável aos servidores. Por que não pedir a extinção do processo?

O imbróglio no qual o governo municipal se envolveu contra o Plano de Cargos dos servidores, através do diretório municipal do Partido da República, pode ser facilmente resolvido. 

Isso depende, é claro, da disposição e da boa intenção política (ou não) do grupo governista em fazê-lo.

Vamos lá:

1) Se o prefeito foi às rádios dizer que as contas estava sanadas, o que o permitia "começar o governo" (sic); se ele mesmo afirmou que a folha de pagamento se ajustou aos 54% limítrofes da Lei de Responsabilidade Fiscal, o que o permitiu, por exemplo, injetar a primeira parcela do décimo terceiro salário no mês de julho, então não há mais sentido em questionar o PCCR, devendo o governo, que é parte no processo, pedir sua extinção. Até porque o principal argumento contra ele seria a sua inviabilidade financeira e legal diante da LRF, o que o próprio prefeito já afirmou não mais haver.


2) Questionado a todo momento acerca de um posicionamento sobre o caso, o presidente municipal do PR, Walmir Porto, se esquiva, dizendo estar reunindo documentos para provar que não assinou a procuração para a abertura da ADIN. Ora, se houve tal crime de falsificação de assinatura e fraude, está aí mais um motivo para se pedir a extinção do processo, que teria nascido já na ilegalidade.

3) O Ministério Público já emitiu Parecer sobre o caso, favorável aos servidores. Então para quê seguir um processo ruim politicamente para todos, quando até a instituição máxima de defesa da população se coloca contra?

Que tal o PR e o governo municipal do qual faz parte mostrarem que realmente estão do lado do servidor, pedindo a extinção processual? Se nada for feito nesse sentido, a conclusão clara é que o governo defende a ADIN contra o servidor. Afinal, se sobram motivos para acabar com a ação, mantê-la só deixa claro que o objetivo é mesmo golpear o bolso e a vida do trabalhador da cidade.

Continuamos esperando!




5 comentários:

Anônimo disse...

Há alguma dúvida que o déspota, czar NUNCA foi à favor de nós Servidores.Até porquê este czar trabalhava de marcador de luz da antiga CERJ - o que não desmérito. Desmérito é ser contra o Trabalhador. Ainda se diz socialista no PR.Só rindo !!!

Anônimo disse...

O pai de familia, a mae de familia, servidores da prefeitura, jamais poderão esquecer do senhor WALMIR PORTO, que conspirou contra o trabalhador. Essa semana estavam lá os dois riam, se abraçam, o prefeito municipal e este Walmir Porto. Ele deve ser mesmo um pessimo exemplo de cidadão e de chefe de familia.

Anônimo disse...

Sem esquecer que o Dr.Paulo césar ,também é PR E AMIGO DO PREFEITO ,QUE UM DIA FALOU TÃO MAL UM DO OUTRO.

Anônimo disse...

Porque ele não comunica ao Fórum que a assinatura não é dele? Muito esquisito, isso...

Anônimo disse...

Porque ele não comunica ao Fórum que a assinatura não é dele? Muito esquisito, isso...