sábado, 19 de julho de 2014

EDITORIAL - E vamos à luta.





A Assembleia do SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação) em Cabo Frio, a ser realizada no próximo dia 30, será decisiva para os rumos do movimento organizado dos trabalhadores da área, com a tendência de se espalhar por outras categorias. 

A ADIN aberta pelo PR de Cabo Frio contra o PCCR dos servidores aponta, mais uma vez, para a intenção evidente e escancarada do governo municipal em diminuir e/ou retirar direitos do trabalhadores da cidade.

Invertendo a perspectiva colaborativa, debatedora e harmônica entre movimentos sociais e governos, pregada pela boa democracia, a prefeitura de Cabo Frio coloca o trabalhador da cidade, que é sua fonte de renda e personagem que faz girar sua própria economia, como inimigo número 1.

Cabe ao servidor, organizado, dar a sua resposta.

Bom dia!

5 comentários:

Anônimo disse...

Se o Prefeito quer fazer alguma coisa pelos funcionários públicos de Cabo Frio, que pague o vale refeição para àqueles que cumprem 40 horas. Coisa que qualquer empresa paga. Faça alguma coisa realmente digna, Prefeito, pague a comida para seus funcionários.

Anônimo disse...

Primeiro o PR (Partido da Republica) abrem o processo contra o PCCR (aumento dos sevidores)
Depois conseguem adiar o julgamento do PCCR que querem casar o aumento doservidor.
O Prefeito antecipa do 13º salário do Servidor , para mim uma tentativa de engabelação até a eleição.
Depois da Eleição eles retomaram o processo contra o PCCR.

Eles devem imaginar que o Servidor é Marionete.

Anônimo disse...

Primeiro o PR (Partido da Republica) abrem o processo contra o PCCR (aumento dos servidores)
Depois conseguem adiar o julgamento do PCCR que querem casar o aumento do servidor.
O Prefeito antecipa do 13º salário do Servidor , para mim uma tentativa de engabelação até a eleição.
Depois da Eleição eles retomaram o processo contra o PCCR.

Eles devem imaginar que o Servidor é Marionete.

Anônimo disse...

O Estado pelo menos da VALE REFEIÇÃO ,MIXURUCA ,MAIS DA ,JÁ É ALGUMA COISA .Ah! Também da ajuda de transporte.

Anônimo disse...

Vale lembrar que foi no governo de Garotinho que com o auxílio de um partido de aluguel na época , PSC , que entraram com ação e conseguiram acabar com eleição para diretores das escolas estaduais. Depois desta ação, houve o efeito cascata nos municípios ! Agora mais uma vez estamos vendo o Sr. Garotinho envolvido em mais um caso de total desrespeito ao funcionário público. Se tomar gosto com esta ação , vamos retroceder 30 anos de luta.