sexta-feira, 6 de junho de 2014

OUVIDORIA - Falta de segurança na UPA


BOM DIA PROFESSOR RAFAEL.

CHEGUEI NA UPA NO BAIRRO PARQUE BURLE NA SEMANA PASSADA POR VOLTA DAS 2 HORAS DA MADRUGADA COM UMA FORTE CRISE RENAL. 

AO CHEGAR, PERCEBI QUE ESTAVA PRATICAMENTE VAZIA, HAVENDO APENAS 2 PESSOAS AGUARDANDO ATENDIMENTO NA MINHA FRENTE E 1 MÉDICO APENAS ATENDENDO.

PASSEI POR TODOS OS PROCEDIMENTOS ATÉ CHEGAR A MINHA VEZ DE SER MEDICADO. NO QUE EU AGUARDAVA MINHA VEZ, APESAR DA FORTE DOR, FIQUEI A OBSERVAR À MINHA VOLTA. NOTEI QUE HAVIAM POUCOS FUNCIONÁRIOS NA RECEPÇÃO, 1 MÉDICO E NA SALA EM QUE FUI TOMAR A MEDICAÇÃO, APENAS 1 TÉCNICA DE ENFERMAGEM E ALGUMAS PESSOAS RECEBENDO MEDICAÇÃO. 

MAS O QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO MESMO FOI O FATO DE TER ENTRADO ÀS 2 DA MADRUGADA E SAÍDO EM TORNO DAS 5 DA MANHÃ E NÃO TER VISTO SEQUER 1 SEGURANÇA OU 1 GUARDA MUNICIPAL OU POLÍCIA MILITAR GUARDANDO O PATRIMÔNIO E MUITO MENOS OS FUNCIONÁRIOS QUE ALI ESTAVAM CUMPRINDO SEUS HORÁRIOS DE TRABALHO, ESTANDO TODOS, INCLUSIVE OS PACIENTES, VULNERÁVEIS A QUALQUER TIPO DE ACONTECIMENTO INESPERADO E EXPOSTOS A RISCOS EVIDENTES. ENQUANTO A MEDICAÇÃO FAZIA EFEITO, FIQUEI CAMINHANDO PELOS CORREDORES E HALL DE ESPERA.

MINHA CURIOSIDADE E INDIGNAÇÃO FORAM TÃO GRANDES QUE PERGUNTEI AO FUNCIONÁRIO DA RECEPÇÃO ONDE ESTAVAM OS GUARDAS OU A SEGURANÇA DO PATRIMÔNIO. O MESMO, MUITO SEM GRAÇA, SORRIU GENTILMENTE E NÃO ME RESPONDEU NADA, ABAIXANDO A CABEÇA. LOGO ENTENDI. ELE NÃO PODERIA ME RESPONDER, É CLARO. DESCULPEI-ME E DISSE QUE JÁ HAVIA ENTENDIDO. 

SIMPLESMENTE A UPA FICA SEM NENHUMA SEGURANÇA, APENAS OS FUNCIONÁRIOS E PACIENTES EM ATENDIMENTO OU REPOUSO. COM ESSA VIOLÊNCIA TODA QUE ESTAMOS VIVENDO EM CABO FRIO, TUDO PODE ACONTECER, INCLUSIVE BANDIDOS INVADIREM A UPA OU QUALQUER OUTRO LOCAL DE ATENDIMENTO SEM SEGURANÇA E COLOCAR EM RISCO A VIDA DE FUNCIONÁRIOS QUE ESTÃO ALI CUMPRINDO COM SEUS DEVERES. 

FICA AQUI REGISTRADA MINHA INDIGNAÇÃO E UMA PERGUNTA: ONDE OS GUARDAS MUNICIPAIS ESTÃO TRABALHANDO SE NÃO OS VEMOS NAS RUAS E NEM EM PATRIMÔNIOS PÚBLICOS?

O POVO TEM DIREITO DE SABER.
GRATO PELA ATENÇÃO.

O cidadão preferiu não ser identificado.

COMENTÁRIO: Caro amigo, você tem razão em sua crítica e indignação. O povo não pode ficar exposto à violência que toma conta da cidade, ainda mais no que tange a uma situação de fragilidade como essa. Vou protocolar, como cidadão, ofícios à Guarda Municipal de Cabo Frio e ao Batalhão de Polícia Militar pedindo explicações. Pode cobrar respostas em algumas semana. Um abraço e obrigado pela participação e amizade.

4 comentários:

Julio disse...

Guardas municipais em Cabo Frio? Coisa rara de ver. É mais fácil acertar as seis dezenas na Mega Sena do que ver seis guardas municipais nas ruas da cidade.

Anônimo disse...

Tem razão Júlio, outro dia mesmo estava conversando sobre isso com um amigo. Já não basta ter segurança nas ruas de Cabo Frio e agora mais essa, nem dentro de um pronto socorro se está seguro. Um descaso total com os servidores municipais e toda a população cabofriense!
Muito digno.

Anônimo disse...

Será que não estão cuidadando da Orla ,perto dos prédios onde moram as parentadas ,que já são até republicanos ou talvez ,por acaso fazendo segurança no tal parque que é escrito de trás ora frente.

Anônimo disse...

Talvez se tivesse algum parente trabalhando ali tivesse algum segurança ou guarda.como não tem para variar,que é difícil.ate por conta de seus inumeros parentes que tem como ninguém. E UMA COISA LEVA A OUTRA. CUIDOU DE TIRAR SUA FILHA DO BAIRRO QUE MORAVA,ADIVINHOU QUE VIRARIA UMA PRAÇA DE GUERRA .PARA ISSO .FAMÍLIA É UM GRANDE VISIONÁRIO .