segunda-feira, 26 de maio de 2014

EDITORIAL - Eu apoio a manifestação do dia 29 em Cabo Frio.


Desde que me posicionei publicamente contra a caminhada pela paz organizada pela prefeitura de Cabo Frio, com apoio da ACIA e de uma empresa privada - ambas as instituições presididas por um pré-candidato a deputado federal governista, que aparece na propaganda do evento paga pela prefeitura, na Inter TV - tenho refletido sobre outro ato a acontecer na cidade, tratando do mesmo tema, isto é, a violência que tem assolado nosso município nos últimos dias. Falo da Manifestação pela Paz, que ocorre no próximo dia 29, na Praça Porto Rocha.

É óbvio que o evento em questão não contempla algumas necessidades que entendo serem inerentes a eventos desse porte na cidade. Uma delas seria a ida às comunidades, mesmo que apenas presente a comissão organizadora, a fim de conhecer as realidades e pensar em formas concretas de amenizar as situações ali vistas. Outra necessidade seria a criação de um fórum permanente de discussão do tema enquanto política pública, articulando o Conselho de Segurança com outras representações da sociedade civil, autoridades policiais, médicas, sociais e governos.


Mesmo assim, o evento do dia 29 tem dois diferenciais fundamentais em relação à passeata do dia 16. Em primeiro lugar, uma construção de organização e apoios de baixo para cima - isto é, a partir das representações de sindicatos, associações e entidades sociais locais - e não de cima para baixo, como iniciativa governista comandada por portariados, como vimos há exatos e simbólicos 11 dias. As autoridades policiais e os familiares das vítimas, destaque-se, estão fora dessa crítica, porque fizeram exatamente o que se esperava: participaram, pois não seria mesmo coerente negar presença em evento que, ao menos, parecia se preocupar com suas próprias vidas e profissões.

Em segundo lugar, a manifestação contempla a confecção de um documento público que cobra das autoridades competentes ações concretas em relação à questão da violência local. Há o risco de não dar em nada? É claro. E nas movimentações políticas e sociais, sempre há esse risco. Só há uma forma dele não existir: não propor nem tentar nada de efetivo, como fez a caminhada do dia 16. Se nada for feito, não há o risco de dar em nada. Mas se algo for feito, como se quer no dia 29, o risco é de 50% para o sim e outros 50% para o não. Simples assim.

Entendo - e esse é um posicionamento pessoal, não uma verdade absoluta - que o processo político e social de mudança de uma cidade não se faz com a perfeição, com a irretocabilidade, com ações que sejam exatamente aquilo que queremos. É claro que caminhada nem manifestação alguma resolvem o problema por si só. Mas que o evento do dia 29 tem mais chances de ser efetivo para o debate do tema do que a caminhada do dia 16, isso é indubitável. E uma movimentação desse porte, comandada por sindicatos, associações, enfim, pelo povo, e não pelos donos do poder, não pode deixar de receber o apoio do nosso blog, que tem sempre militado em favor da população e contra os desmandos do governo.

Bom dia!

16 comentários:

Anônimo disse...

Prefeitura faz caminha da paz mas barbariza o povo do Loteamento de Tamoios. não cumprindo duas sentença judicias a de prestação de serviços Público e a remoção das Cercas.

Como ele quer falar em paz se ele não respeita a sentença Judicial?
Demagogia. Ele tinha que explicar é o que fez com um Bilhão.
Senhor Prefeito cade o Portal da Transparência, Portal da transparência é paz.

Vais er a Passeata da Demagogia, isso sim eu não apoio. Demagogia.

Anônimo disse...

Cade o documento da Delegacia legal, isso é balela, isso é para fazer politica barata desviar atenção dos um bilhão, da falta de obra, do descaso. o povo e bobo mesmo.

Anônimo disse...

Prof Rafael, boa tarde.
Creio que a questão da violência - resultado, merece realmente uma análise + profunda dos seguimentos sociais e religiosos de nossa cidade. Vejamos:
1º) Há + de 30 anos não temos uma política pública para os menos favorecidos. O que foram feitas com as terras públicas de domínio da Prefeitura, onde se poderiam fazer casas populares?
2º) Quantas priorizações tivemos na Educação, no que tange a curso técnico de relevância, para os nossos jovens/adolescentes, vindo do poder público municipal?
3º) O péssimo exemplo paterno de homens públicos, de seus filhos na área da criminalidade e da dependência química?
4º) A falta de vergonha na cara dos homens públicos na locopletação indevidas de verbas públicas, capitalizando para uso pessoal ou a utilização de "laranjas". Cabo Frio, é uma província pequena;
5º) Esmola dada a uma grande parte de pessoas, através de portarias e cargos comissionados, a fim de calar-lem a boca e principalmente sua consciência;
6º) Como pode os bairros + violentos da nossa cidade, deter o maior nº de templos religiosos, principalmente aqueles que apregoam a teologia da prosperidade e curas milagrosas. Que Deus é este que não muda o caráter e comportamento deste povo. Afinal, por quê eles estão indo para a igreja?
7º) Como pode o censo do IBGE, dizer que a maioria dos moradores desta cidade, são evangélicas. Que evangélicos são estes, que nunca lerão e muito menos praticam a parábola do bom samaritano?
8º) Como pode o Censo do IBGE, dizer que + de 90% desta cidade, são tidos como cristão. Como pode? Será que é 1 cristianismo de crendice e de religiosidade, voltada somente para cultos missas dominicais? Onde está o objeto da prática deste povo?
Na realidade a quem interessa que a nossa cidade continue assim?

Julio disse...

Espero que o foco dessa manifestação seja a violência e não a "mistureba" que foi a manifestação do ano passado. Reivindicaram tanto e não ganharam nada. Perdeu o foco,adeus!
Mas como tudo na cidade acaba em politicagem barata e respira politicagem também barata, não está aqui mais quem escreveu.

Anônimo disse...

O que foi feito com os funcionários que trabalharam e não receberam, isso é violência, se a passeata for contra esse tipo de violência eu vou, caso contrário é hipocrisia.

Anônimo disse...

Gente essa passeata é para protestar contra qual violência, essa que o prefeito esta fazendo contra o povo, os funcionários, prestadores de serviços, se for essa eu vou. mais se for para eu servir de instrumento Politico estou fora. Essas coisa só aprecem em época de Eleição se liga povo.

Anônimo disse...

O Prefeito quer desviar atenção do povo com essa passeata ridícula. Ele deveria fazer um comício e dizer para o povo o que ele fez com esse dinheiro todo que ele recebeu. só idiota e comissionado vai nessa nessa passeata. com tem um monte de idiota trabalhando de graça na copa , se muitos desses otários morarem em Cabo Frio vai bombar, caso contrario. vamos ver quantos idiotas moram em Cabo Frio

Anônimo disse...

PESSOAL QUAL SERÁ O NOME DESSA PASSEATA.

PASSEATA DA HIPOCRISIA
PASSEATA DOS RETARDADOS
PASSEATA ESCONDENDO A INCOMPETÊNCIA
PASSEATA DA VERGONHA

Anônimo disse...

SEU ALAIR CADE O DOCUMENTO DA DELEGACIA LEGAL DE TAMOIOS, ISSO QUE É AÇÃO CONTRA VIOLÊNCIA, O RESTO É POLITICA PARA BOBOS.

Anônimo disse...

O Prefeito vai colocar sua mascara de bonzinho e vai na passeata, depois ele tira sua mascara, não cumpre as decisões Judiciais, não presta serviços públicos, corta hora extra de quem trabalhou. e é alguns moradores e boca do mato e Jardim ~Esperança e jacaré que são bandidos? acho que falta muita gente nessa lista?

Anônimo disse...

Essa eu vou que é do povo de cabo frio ,e não para promover políticos.

Julio disse...

Essa foi Boa! Como será a máscara de bonzinho do prefeito?

Anônimo disse...

A coisa so vai mudar quando os corruptos teverem pena igual a do Ira.

Anônimo disse...

Creio que a questao da violencia merece realmente uma analise mais profunda dos seguimentos sociais, politicos e religiosos.temos que ser mais ousados e nao ficar reenvidicando somente na propria cidade.Seria interesante fazer uma caravana com todos os representantes da regiao costa do sol e ir em frente do palacio guanabara. E importe ressaltar que a materia do jornal o globo de domingo sita que o ministro da justica investiu 1.9bilhao em seguraça..sera que essa segurança e para o povo ou para ele?

Anônimo disse...

Essa passeata pago pra ver ,se o prefeito vai ter coragem de ir? ckaro que não vai .sabe muito bem que essa é também contra a seguranca pública municipal .

Anônimo disse...

Professor acho que as pessoas estão achando que essa passeata e da prefeitura .favor explicar que essa do dia 29 e dos sindicatos .será que vai dar tempo de explicar isso oara as pessoas?