quarta-feira, 26 de março de 2014

EDITORIAL – Chegou a hora da explicação: perguntar não ofende.

 

Todos nós, que amamos nossa cidade, estamos torcendo para a Cabofriense nas semifinais do campeonato estadual. Independente do posicionamento político, creio que a torcida pelo time da terra diante dos grandes é um padrão dentro daquele vasto grupo de cidadãos que gostam do esporte, do entretenimento e da diversão.

Isso é uma coisa. Outra coisa é a questão financeira e política que envolve o clube.

Já chegou – aliás, já passou – a hora da prefeitura se explicar acerca de sua relação com  clube. Afinal, temos aí nessa disputa o dinheiro dos cofres públicos, ou ao menos, fortes indícios de participação dele.



A matéria veiculada no Jornal Extra, no dia 13 de março deste ano, precisa receber uma explicação detalhada da prefeitura. E nós iremos cobrar:


A matéria, que também pode ser lida na versão virtual do jornal CLICANDO AQUI, fala do bicho (pagamento extra, dado aos jogadores de futebol em casos de vitória ou classificação), que estaria sendo pago pela prefeitura de Cabo Frio aos jogadores do time da cidade, citando-se ainda outros valores possíveis em caso de colocações de destaque.



Não sou contra o bicho. Aliás, essa prática é aplicada em todas as grandes empresas de sucesso do mundo (retribuição por mérito).

O problema é que, conforme informação do Jornal Extra, o bicho é pago com dinheiro público (da prefeitura). Então é preciso prestar contas dessa verba: de onde ela vem? Como sai? Tem publicação, rubrica? Quais os valores reais?

E mais ainda: é preciso questionar a incoerência em deixar postos sem remédios; crianças sem uniformes; escolas sem funcionários; ruas sem asfalto e recapeamentos; bairros sem saneamento; contratados recebendo menos da metade que concursados; concursados sem convocação; hospitais sem materiais básicos, enquanto jogadores recebem gordas pagas públicas. 

Não é uma questão de questionar o mérito do profissional. É uma questão de questionar a incoerência de uma administração e o destino e a transparência de um dinheiro que é do povo.

A relação entre prefeitura e o time da Cabofriense, aliás, é questão que despertava dúvidas já antes a reportagem do Extra. O fato do presidente do time ser Secretário municipal é algo que merece investigação, caso, realmente, o clube receba dinheiro da prefeitura. E aí, entraríamos em outro questionamento: a prefeitura paga subvenção à Cabofriense? Se sim, onde está a publicação? Se não, como o bicho é pago? De maneira informal? Mas não há informalidade na gestão pública – ou há formalidade legal, ou há ilegalidade. Como o Secretário do governo e presidente do clube participa dessa relação?

Não defendo que se deixe de torcer. Ao contrário: é salutar ao povo de Cabo Frio a diversão, a tensão deliciosa que o futebol proporciona e o orgulho de ver a cidade famosa em todo o estado. Mas esse deleite não precisa estar desconectado de uma postura crítica, fiscalizadora, questionadora e investigativa acerca dessas possíveis relações nada republicanas entre governo e time.

Um olho na bola, outro nas contas. Chegou a hora de explicar. E por enquanto, não temos acusações, o que pode vir a acontecer até por nossa iniciativa, de maneira formal, no Ministério Público, caso haja evidências e provas de irregularidades. Por enquanto, só questionamento, só perguntas. Afinal, perguntar não ofende. Ou ofende?

Bom dia!

 


 

10 comentários:

Anônimo disse...

Como tem dinheiro para colocar vários onibus para o rio de graça, Qzanto saiu cada onibus? É o cartão que os alunos tinha de seguro acidente que acabou .Cabo Frio não investe em educação ,lamentável por esse motivo não quero ouvir nem falar da cabofriense .Quero que tudo se realize e não só futebol para bel prazer dos dignissímos alguns como o prefeito,valdemir,e outros puxa sacos .

Anônimo disse...

Rafael outra coisa que tem que ser investigada é a obra qze andava parada do riala,só voltou a funcionar qzando o prefeito entrou na prefeitura é também seu canal de televisão que estava falido .Que apostar quando largar o dinheiro que tem que é dos cidadãos,tudo volta a falir ,porque até hoje nada que fez sem o dinheiro público deu certo .

Anônimo disse...

Todo mundo em Cabo Frio sabem que o time da Cabofriense é do prefeito, a grana desviada é a mesma que vai para o Riala, as mansões dos secretários e assessores, empresas, as farras as p....., as pesquisas fajutas, shows superfaturados e por ai vai, a justiça, deixa pra lá, isso é outra coisa. É viva a esbornia a cara de pau.

Anônimo disse...

Pelo que vimos na imprensa domestica que defende o Governo Municipal.
A Delegacia legal de Tamoios não vai sair. Pelo que eu vejo o Governo Municipal prefere usar a imprensa domestica do que ceder a documentação necessária para construção da delegacia Legal.
a Divida dele com o Povo de Tamoios só aumenta, não deu os 100 milhões prometido, não criou a CODESTAM, agora ele não vai dar a documentação para Delegacia Legal?
`
Cadê os Cem milhões de Tamoios, será que ele realmente saiu de Cabo Frio, se saiu ficou no meio do caminho. Aqui em Tamoios ele não chegou. Tamoios foi enganado com dois cheques piratas para um empresa que nunca existiu?

Anônimo disse...

DELEGACIA LEGAL DE TAMOIOS

QUEM MUITO AJUDA É QUEM NÃO ATRAPALHA.
QUE VERGONHA ALAIR!!

VANIA

Anônimo disse...

Enquanto isso nossos filhos comem biscoitos duros nas escolas do municipio

Anônimo disse...

Sobre as dobras:Os professores Doc I vão ganhar apenas 500 reais pela dobra...
Sobre os cursos:Agora são 3 horas e 20 min, sem intervalo para nada..Imagina quem passa o dia trabalhando(de 7:30 até 17:30) e depois ter que ficar até 21 no curso...
Sobre os cursos:a qualidade ainda não melhorou de muitos...
tem mais denúncias, mas pode verificar estas?
Na minha escola não tem material de educação física mesmo, o professor vem com ele de casa...
Sobre as escolas:Tem lugar no qual o mimeógrafo está de volta..

Anônimo disse...

Cara de pau é pouco,tirar dinheiro de quem trabalha ele sabe .O ex prefeito Marquinhos deixou no banco do brasil para os pgtos dos camioneiros referente ao mês de dezembro/2012. O que se sabe é que foi um dinheiro bom ,todos os camioneiros estão até hoje esperando este pagamento .Justiça que eu acredito é na divina ,deixou muitos sem natal. Este dinheirão todo tem que vir à tona ,ele deve explicações sobre o que foi feito com o dinheiro que não pertencia à ele .como já falei ,a justiça está sendo feita ,tenho certeza que PAZ um homem desse tipo não tem ,e isso é a pior doença que pode acometer qualquer pessoa. PREFEITO PAGUE AOS QUE DEVE,PARA AMENIZAR UM POUCO AS TUAS PERNAS E CABEÇA .O dinheiro não é seu,são de pessoas que trabalharam para isto .

Anônimo disse...

A turma da comsercaf é tão competentes,que tem caminhões que ganham um dinheirão para os que são fantasmas,quando não os caminhões só trabalham um turno ,bem melhor ser da comsercaf do que ser da educação ,saúde e etc.

Anônimo disse...

Adoro, chupa alair e valdemir .Se vocês tivessem investido em escolas.saúde,periferias e condições básicas para a população .talvez tivessem até alegres agora .Vocês são metecedores dessa derrota ,quem não cuida da sua propria casa não podem ter alegrias, Gastaram fortunas para dar tudo errado .Cabo Frio hoje dorme com sentimento aliviado ,não porque queremos ver o time perder e sim por perceber que para vocês o mais importante é o futebol e não o ser humano .Aprendam primeiro a conquistar os torcedores por livre espontanea vontade e não descuidar de tudo é claro sem esquecer que vocês adoram um concreto também .Viva Cabo Frio .quem viver verá ,Amanhã enfia a cabeça em um buraco para disfarçar a vergonha .É só lembrar daqueles bichos que você criou .Avestruz