quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

EDITORIAL – Por detrás da televisão.


Todo o país tem acompanhado com atenção o caso do cinegrafista da TV Bandeirantes que acabou falecendo, vítima de um rojão atirado em manifestação no Rio de Janeiro. Inicialmente sendo acusada a Polícia Militar, a história deu um giro de tal maneira que dois jovens manifestantes acabaram presos pelo crime, em operação concluída na noite de terça-feira.

Apesar da incisiva reportagem do Jornal Nacional de ontem, ainda parece desproporcional obter conclusões fechadas do caso. A participação dos advogados dos jovens, com sombrio histórico de defesas no currículo, é algo a ser observado, em paralelo à afirmação do segundo detido, acerca do financiamento e da estruturação de manifestantes no Rio de Janeiro, bem como à análise da Polícia Civil referente à possibilidade de ação taticamente organizada de grupos presentes às manifestações.

Esse segundo elemento me parece irrelevante. Só a Polícia Civil deve acreditar que manifestações de qualquer ordem se fazem de indivíduos desligados entre si que se encontram numa praça para protestar. Há décadas, as principais articulações de esquerda se organizam coletivamente para protestos de todos os tipos, o que é evidente e necessário, não havendo qualquer crime nisso.

Mas a possibilidade de financiamento de manifestantes (não de todos, claro, mas de uma parcela pequena), com direito a pagamentos, oferecimento de materiais (máscaras, bombas, etc.) e até transporte, é algo gravíssimo e que deve ser notado. Caso seja algo real, só pode ter partido de grupos políticos interessados em evidenciar a desordem no estado. E não é difícil supor quem seriam as lideranças destes grupos.

Toda abordagem previamente disposta a defender algum lado do processo deve receber desconfiança. Mas não se pode fechar os olhos a possibilidades reais devido a ideologias, sejam elas de direita ou de esquerda. O devido processo legal desconhece esses sentimentos. Ou pelo menos deveria desconhecê-los.

Vamos aguardar e observar. Mas há algo de podre - muito podre por trás da televisão. De um lado ou de outro. Ou dos dois.

Bom dia!


3 comentários:

Anônimo disse...

ALGUÉM PODE ME INFORMAR COMO É O FUNCIONAMENTO DO ESTACIONAMENTO ROTATIVO EM CABO FRIO??? CARROS COM PLACAS DE CABO FRIO TEM OU NÃO O DIREITO DE PERMANECEREM ESTACIONADOS SEM PAGAR NO PERÍODO DE 02 HORAS??? JÁ ESTACIONEI DUAS VEZES NO CENTRO DA CIDADE, (EM FRENTE A NOVA IGREJA CATÓLICA) E NAS DUAS OPORTUNIDADES NÃO DEMOREI MAIS DE 1 HORA E MESMO ASSIM FUI COBRADO. ALIÁS FUI COBRADO LOGO QUE ESTACIONEI O CARRO, E QUESTIONEI O GUARDADOR A RESPEITO DAS 2 HORAS PARA PLACAS DA CIDADE E O MESMO ME INFORMOU QUE AS 02 HORAS VALIAM APENAS PARA O ESTACIONAMENTO DA RUA DOS BIQUÍNIS. AS AUTORIDADES PODERIAM ESCLARECER QUAIS SÃO AS REGRAS PARA A POPULAÇÃO...

Anônimo disse...

O reajuste não foi nem os miseres de 6% foi menos foi 5,85% é um cara de pau mesmo esse Governo.

Anônimo disse...

E a chamada do concurso, alguém tem notícia como anda?